Welcome to EverybodyWiki 😃 ! Nuvola apps kgpg.png Log in or ➕👤 create an account to improve, watchlist or create an article like a 🏭 company page or a 👨👩 bio (yours ?)...

Álvaro Borba

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki
Álvaro Borba
 Edit this InfoBox
Nome completo Álvaro Benvenutti Borba
Conhecido(a) por Meteoro Brasil
Nascimento 1983 (38 anos)
Paranaguá, PR
Morte
Residência Curitiba
Nacionalidade brasileiro
Alma mater Universidade Federal do Paraná
Ocupação Jornalista, radialista, escritor, youtuber
Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Álvaro Benvenutti Borba (Paranaguá,[1] 1983) é um jornalista e youtuber brasileiro. Após atuar durante anos como profissional de comunicação, atualmente, Álvaro, junto com a doutora em comunicação Ana Lesnovski, notabilizaram-se como cofundadores do canal no YouTube Meteoro Brasil[2].

Biografia e carreira[editar]

Nascido em Paranaguá, cidade do litoral paranaense, na qual viveu durante a sua infância[2], e filho de pais professores do ensino básico, Álvaro Borba formou-se em jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) no ano de 2004.[1] e logo começou a atuar no ramo do jornalismo, trabalhando em emissoras de rádio e televisão do estado do Paraná, inclusive fazendo cobertura do noticiário político local, oportunidade em que foi atacado por Roberto Requião, ex-governador do Paraná[3].

Foi profissional atuante no ramo da comunicação social, tendo sido editor-chefe na TV Bandeirantes[1] e chefe de reportagem e âncora na rádio CBN, emissora na qual trabalhou até 2013[1], quando ele e seus colegas José Willie, Marcos Tosi e Daniel Medeiros pediram demissão da referida rádio como uma forma de protesto ao escândalo de assédio sexual envolvendo o comentarista esportivo e ex-deputado Airton Cordeiro que também trabalhava naquela emissora.[4][5].

Em 29 de agosto de 2013, foi nomeado Assessor de Comunicação Social na Secretaria Municipal da Comunicação Social da Prefeitura Municipal de Curitiba, durante a gestão do prefeito Gustavo Fruet, atuando de forma inovadora no âmbito da comunicação institucional ao utilizar a Internet e as mídias sociais[6][7] [8][9][10], vindo, inclusive, a ascender ao cargo de Diretor do Departamento de Relações Públicas da Prefeitura de Curitiba, cargo que exerceu até agosto de 2016 e que por ter uma forte ênfase na comunicação digital fazia daquele órgão municipal um autêntico "Departamento de Mídias Sociais" da Prefeitura[11][12].

Desde abril de 2017, junto com a jornalista Ana Lesnovski, doutora em comunicação social e professora universitária, cria o canal Meteoro Brasil, no YouTube, atuando com a produção de conteúdos e narração de vídeos para o canal.[13][14][15]

Álvaro é primo da jornalista paranaense Aline Benvenutti[2].

Informalidade na Comunicação Governamental[editar]

No início de 2013, a Prefeitura Municipal de Curitiba, por iniciativa do publicitário Marcos Giovanella, Diretor de Relações Públicas da Prefeitura, passou a utilizar as mídias sociais como ferramenta preferencial de comunicação digital, buscando criar uma maior interatividade entre a Poder Público e a população, inclusive utilizando o humor, em que pese ter havido, segundo o próprio diretor algumas críticas por causa de alguns "excessos" causados por essa informalidade e abordagem humorística[16]. A equipe de profissionais chefiada por Giovanella incluía Álvaro Borba que, recém saído da rádio CBN, passou a ser o responsável pela comunicação via mídias sociais, tais como o Twitter e o Facebook.

Em 2015, quando Álvaro já era o Diretor do Departamento responsável pela comunicação digital, a Prefeitura Municipal de Curitiba foi premiada em duas categorias na edição daquele ano do Prêmio Share, a principal premiação brasileira da área de mídias sociais. Naquela época, a “Prefs”, como a Prefeitura de Curitiba era conhecida nas mídias sociais, obteve o primeiro lugar na categoria SAC 2.0 e conquistou também o prêmio de Melhor Campanha Integrada, pela ação que ficou conhecida como “Casamento Vermelho”, campanha ocorrida em 2014, quando a Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro usou o Facebook para propor um "casamento" à Prefeitura de Curitiba, a partir dessa iniciativa da equipe carioca, o Departamento responsável pela Internet e Mídias Sociais da Prefeitura de Curitiba transformou a interação online em uma série de ações cívicas com cidadãos sendo convidados a doar sangue, além de empresas locais colaborando com doações que estavam previstas em uma “Lista da Noiva”[17]. Segundo Álvaro Borba: "Trabalhamos com o conceito de mídia conquistada e não de mídia comprada. Conteúdos suficientemente criativos são compartilhados nas redes de maneira espontânea, atingindo grandes públicos com mensagens de cidadania, educação ou divulgação de serviços. Só no primeiro semestre de 2015, o conjunto de nossas comunicações foi visto 137 milhões de vezes. Se precisasse comprar espaços publicitários para atingir o mesmo público, a administração precisaria gastar R$ 6.8 milhões”.

De acordo com o estudo Gobernauta feito naquela época pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento, a página oficial da Prefeitura de Curitiba foi apontada como a segunda das prefeituras da América Latina com maior em número de seguidores no Facebook, ficando atrás apenas da página da Prefeitura de Buenos Aires.[17]

Essa abordagem inovadora de comunicação governamental utilizando humor e informalidade nas mídias sociais que ficaria conhecida como o caso Pref's pelos estudos de comunicação social foi sintetizada por Silva e Polli (2016), desta forma: "Com relação à influência sobre os assuntos postados, Álvaro Borba (informação verbal) afirma que toda a comunicação da página da PMC no Facebook está fundamentada na divisão explícita entre a comunicação-cidadão e a comunicação política-eleitor. Na página do Facebook da PMC, não são mencionados os nomes de secretários municipais, vereadores ou até mesmo do prefeito. Segundo o entrevistado, essa separação é desejável, pois os canais oficiais devem ser utilizados para a informação pública, e não para a promoção pessoal de portador ou candidato a cargo público visando a interesse eleitorais" (SILVA; POLLI, 2016, p. 179).[6]

Em 2 de julho de 2016, essa abordagem de comunicação governamental foi interrompida definitivamente pela Prefeitura Municipal de Curitiba.[18]

Meteoro Brasil[editar]

Álvaro Borba
Servidor(es) YouTube
Anos ativos 2017—presente
Inscritos + 890 mil
Visualizações + 112.643.857
Dados de 03 de dezembro de 2020

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Em 9 de abr. de 2017, Álvaro Borba e a jornalista Ana Lesnovski criam na plataforma digital YouTube o canal Meteoro Brasil com a finalidade de produzir conteúdo audiovisual sobre cultura pop, ciência e filosofia.[13][14][15]

Em 2019, o canal Meteoro Brasil publicou o livro Tudo O Que Você Precisou Desaprender Para Virar Um Idiota pela Editora Planeta do Brasil.

Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 MARTINS, Júlia (15 de abril de 2015). «"A vanguarda não é um lugar confortável", Álvaro Borba fala sobre o projeto inovador da Prefeitura Municipal de Curitiba». Círculo_On. Consultado em 3 de dezembro de 2020 
  2. 2,0 2,1 2,2 Santos, Maximilian (6 de outubro de 2020). «As campanhas começaram nas ruas. Mas, como os candidatos em Paranaguá largaram nesta eleição». JB Litoral. Consultado em 3 de dezembro de 2020 
  3. «Para variar, Requião vota e bate boca com repórter». 5 de outubro de 2008. Consultado em 3 de dezembro de 2020 
  4. «Dignidade leva José Wille a deixar CBN Curitiba». Portal dos Jornalistas. 6 de agosto de 2013. Consultado em 3 de dezembro de 2020 
  5. «Jornalistas da CBN Curitiba paralisam por denúncia de assédio». O Estado de São Paulo. 6 de agosto de 2013. Consultado em 3 de dezembro de 2020 
  6. 6,0 6,1 SILVA; Paulo Cesar da; POLLI, Simone Aparecida. Análise do Facebook da Prefeitura Municipal de Curitiba: desafios na comunicação. In: VICENTIN, Ivan Carlos; POLLI, Simone Aparecida (orgs.). Políticas públicas e governança na atualidade: escalas e planejamento. Curitiba: Ed. UTFPR, 2016, p. 179.
  7. FERABOLI, Gisele Aline. As estratégias de comunicação ambiental pública nas mídias virtuais: um estudo de caso da Prefeitura de Curitiba. Monografia (Graduação em Jornalismo) - Centro Universitário UNIVATES, Lajeado - RS, 2016.
  8. GIANNINI, Luciano. Comunicação e relacionamento: da concretização de ações iniciadas em redes sociais digitais (o caso da Pref’s). Dissertação (Mestrado em Comunicação e Linguagens) - Universidade Tuiuti do Paraná, Curitiba, 2016.
  9. KLOSS, Patricia Ross. O humor na comunicação governamental: uma análise do uso do Facebook da página da Prefeitura de Curitiba. Monografia (Graduação em Comunicação Social – Habilitação em Relações Públicas do Setor de Artes, Comunicação e Design) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2014.
  10. REIS, Leiliane de Almeida. Comunicação governamental no Facebook: A página da Prefeitura de Curitiba e o humor nas publicações. Monografia (Graduação em Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo) - Faculdade de Comunicação Social, Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora - MG, 2015.
  11. Maros, Angieli (27 de outubro de 2015). «Pelo menos sete capitais copiam o perfil 'despojado' da prefs de Curitiba no Face». Gazeta do Povo. Consultado em 3 de dezembro de 2020 
  12. Alfano, Bruno (10 de junho de 2015). «Nova postura de instituições nas redes sociais abre espaço para jovens profissionais de comunicação digital». Extra. Consultado em 3 de dezembro de 2020 
  13. 13,0 13,1 Kleina, Nilton. «Sobre». YouTube. Consultado em 3 de dezembro de 2020 
  14. 14,0 14,1 Meteoro Brasil (31 de maio de 2018). «Youtuber é gente, sim #05: Meteoro Brasil». Tecmundo. Consultado em 3 de dezembro de 2020 
  15. 15,0 15,1 Dias, Bruno (22 de julho de 2019). «REVELADO QUEM ESTÁ POR TRÁS DO CANAL METEORO BRASIL». Fatos Desconhecidos. Consultado em 3 de dezembro de 2020 
  16. Castro, Fernando (13 de novembro de 2013). «Prefeitura brinca com capivaras e nome de Curitiba nas redes sociais». G1. Consultado em 3 de dezembro de 2020 
  17. 17,0 17,1 «Prefeitura brinca com capivaras e nome de Curitiba nas redes sociais». Diário Indústria e Comércio. 19 de novembro de 2015. Consultado em 3 de dezembro de 2020 
  18. LORDA, Yohana Natiele Rodrigues. Comunicação e suas aproximações com o público: as inovações comunicacionais da Prefeitura de Curitiba por meio do facebook. Monografia (Graduação em Relações Públicas) - Universidade Federal do Pampa, Campus São Borja, São Borja - RS, 2016, p. 30.

Bibliografia[editar]

  • FERABOLI, Gisele Aline. As estratégias de comunicação ambiental pública nas mídias virtuais: um estudo de caso da Prefeitura de Curitiba. Monografia (Graduação em Jornalismo) - Centro Universitário UNIVATES, Lajeado - RS, 2016.
  • GIANNINI, Luciano. Comunicação e relacionamento: da concretização de ações iniciadas em redes sociais digitais (o caso da Pref’s). Dissertação (Mestrado em Comunicação e Linguagens) - Universidade Tuiuti do Paraná, Curitiba, 2016.
  • KLOSS, Patricia Ross. O humor na comunicação governamental: uma análise do uso do Facebook da página da Prefeitura de Curitiba. Monografia (Graduação em Comunicação Social – Habilitação em Relações Públicas do Setor de Artes, Comunicação e Design) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2014.
  • LORDA, Yohana Natiele Rodrigues. Comunicação e suas aproximações com o público: as inovações comunicacionais da Prefeitura de Curitiba por meio do facebook. Monografia (Graduação em Relações Públicas) - Universidade Federal do Pampa, Campus São Borja, São Borja - RS, 2016.
  • METEORO BRASIL. Tudo O Que Você Precisou Desaprender Para Virar Um Idiota. São Paulo: Planeta Brasil, 2019.
  • REIS, Leiliane de Almeida. Comunicação governamental no Facebook: A página da Prefeitura de Curitiba e o humor nas publicações. Monografia (Graduação em Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo) - Faculdade de Comunicação Social, Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora - MG, 2015.
  • SILVA; Paulo Cesar da; POLLI, Simone Aparecida. Análise do Facebook da Prefeitura Municipal de Curitiba: desafios na comunicação. In: VICENTIN, Ivan Carlos; POLLI, Simone Aparecida (orgs.). Políticas públicas e governança na atualidade: escalas e planejamento. Curitiba: Ed. UTFPR, 2016.

Ligações externas[editar]

  • Álvaro Borba no InstagramErro Lua em Módulo:WikidataCheck na linha 22: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).


Outros artigos dos temas Biografias E Brasil E JornalismoEvê Sobral, Luiz Carlos Alborghetti, Fernando Collor de Mello, Dora Incontri

Outros artigos dos temas Biografias E BrasilJoão Carlos Taveira, Ana Maria Sagres, Adriano Magalhães da Nóbrega, Lazaro Rocha Oliveira, Paola Giometti, Luciano Huck, Alceu Costa Filho

Outros artigos dos temas Biografias E JornalismoDora Incontri, Adriano Campanhole, Farid Germano Filho, Monica Ramalho, Luiz Carlos Alborghetti, Evê Sobral, Allan dos Santos

Outros artigos dos temas Brasil E JornalismoEstado de Minas, Jornal da Noite (Brasil), Fernando Collor de Mello, Ricardo Alcantara, Luiz Carlos Alborghetti, Evê Sobral, Dora Incontri

Outros artigos do tema Biografias : Hélio Couto, Licurgo Soares de Lacerda Filho, Douglas Oliveira, Osmar Pinto Junior, Arquitetos da Bahia, Aleksandr Zarkhi, Edson José de Sousa

Outros artigos do tema Brasil : Rede Internacional de Televisão, Dança de espadas, Guarujá, Poder Judiciário do Brasil, Estádio Carlos Jacob Simon, GG Produções, Aconãs

Outros artigos do tema Jornalismo : Estado de Minas, Luis Alexandre Franco Gonçales, Camilo Rocha, Farid Germano Filho, The Nome Nugget, Record News, Portal Distant Kingdoms


Este artigo "Álvaro Borba" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Álvaro Borba.