Welcome to EverybodyWiki ! Nuvola apps kgpg.png Sign in or create an account to improve, watchlist or create an article like a company page or a bio (yours ?)...

9º Batalhão de Infantaria Motorizado

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


9º Batalhão de Infantaria Motorizado
Erro Lua em package.lua na linha 80: module 'Módulo:Wikidata/i18n/Testes' not found.
Erro Lua em Módulo:Infobox/Wikidata na linha 128: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).
Estado  Rio Grande do Sul
Subordinação 8ª Brigada de Infantaria Motorizada
Sigla 9º BIMtz
Criação 1837
Comando
Comandante Ten Cel Eduardo Holcsik
Sede
Endereço Avenida Duque de Caxias, 344 - Fragata - Pelotas

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).


O 9º Batalhão de Infantaria Motorizado (9º BIMtz) ou 9º Regimento de Infantaria (9º RI), também conhecido como “Regimento Tuiuti”, é uma Organização Militar do Exército Brasileiro subordinada à 8ª Brigada de Infantaria Motorizada, localizada no município de Pelotas, no Rio Grande do Sul.

Nuvola apps package editors.png

Esta é uma página de testes de 9º Batalhão de Infantaria Motorizado, uma subpágina da principal. Serve como um local de testes e espaço de desenvolvimento, desta feita não é um artigo enciclopédico. Para uma página de testes sua, crie uma aqui.

Como editar: Tutorial • Guia de edição • Livro de estilo • Referência rápida

Como criar uma página: Guia passo a passo • Como criar • Verificabilidade • Critérios de notoriedade


Missão e composição[editar]

Organização Militar tradicional de Infantaria, sentinela do sul do Brasil, destinada a defender o território nacional, formar a reserva mobilizável e colaborar com o desenvolvimento social. O 9º BIMtz está organizado a 3 (três) Companhias de Fuzileiros e 1(uma) Companhia de Comando e Apoio, além de sediar o Núcleo de Preparação de Oficias da Reserva de Pelotas-RS (subordinado ao CPOR de Porto Alegre-RS) e o Posto Médico da Guarnição de Pelotas.


História[editar]

O 9º BIMtz tem sua origem no Batalhão Provisório de Pernambuco criado no ano de 1837. Nos anos de 1838 e 1839, participou da pacificação do Maranhão na revolução denominada de Balaiada.

Em 1840, o Batalhão Provisório de Pernambuco chega a cidade de Porto Alegre para reforçar as forças imperiais que lutavam na Revolução Farroupilha.

Com a assinatura do Decreto Imperial nº 262, de 10 de janeiro de 1843, passa, efetivamente, a pertencer aos Quadros do Exército Imperial Brasileiro, recebendo a denominação de 4º Batalhão de Fuzileiros.

Nesta oportunidade, foi transferido para o 4º Batalhão de Fuzileiros o então Capitão Antônio de Sampaio, futuro Brigadeiro, hoje Patrono da Infantaria Brasileira. Sampaio foi designado comandante da 8ª Companhia destacada do batalhão e com sede na então vila de Canguçu.

Após o término da Revolução Farroupilha, participou, ainda, da Guerra contra Oribe e Rosas (1851/1852), oportunidade está que foi comandado pelo então Major Antônio de Sampaio), da intervenção no Uruguai (1853/1854) e da Guerra contra Aguirre (1864/1865).

Com o início da Guerra da Tríplice Aliança, o Batalhão participa da lutas contra o ditador paraguaio Marechal Francisco Solano Lopes. Em 24 de maio de 1866, o Batalhão teve atuação memorável na maior batalha campal da América Latina, a Batalha de Tuiuti, combatendo como vanguarda da Divisão Encouraçada, ficando conhecido como “O Vanguardeiro”.

Entre 1893 e 1895, o Batalhão lutou contra a Revolução Federalista, no Rio Grande do Sul e, em 1897, na Guerra de Canudos em 1897.

Em 1908, foi criado o 9º Regimento de Infantaria com os remanescentes do 4º BI, “o Vanguardeiro” e do 31º BI, “O Talentoso”, que tinha sede em São João Del Rey/MG.

O 9º RI teve como sedes as cidades de Santiago do Boqueirão (1908), Rio Pardo, Rio Grande e, a partir de 1918, a Cidade de Pelotas no Rio Grande do Sul.

Entre as décadas de 1910 e 1930, participou da campanha do contestado (1914), da Revolução Paulista (1924), da Campanha contra a Coluna Prestes (1925), da Revolução de 1930 e da Revolução Constitucionalista (1932).

Durante a II Guerra Mundial, o Batalhão contribui com pracinhas para a Força Expedicionária Brasileira (FEB).

Em 1972, recebeu a designação atual de 9º Batalhão de Infantaria Motorizado, sempre ocupando as mesmas instalações em Pelotas/RS.

No passado recente, o Regimento Tuiuti contribuiu com tropas para 3 contingentes (2004/2011/2015) do batalhão brasileiro na missão das nações unidas para a estabilização do Haiti (MINUSTAH).



Denominações Históricas[editar]

Batalha de Tuiuti - 1866.
ANO DENOMINAÇÃO HISTÓRICA
1837 Batalhão Provisório de Pernambuco
1839 Batalhão de Caçadores Provisório
1843 4º Batalhão de Fuzileiros
1870 4º Batalhão de Infantaria Pesada
1888 4º Batalhão de Infantaria
1889 31º Batalhão de Infantaria
1908 9º Regimento de Infantaria
1972 9º Batalhão de Infantaria Motorizado

No ano de 1962 recebeu a denominação histórica de “Regimento Tuiuti”como homenagem aos seus componentes devido a valorosa atuação na Batalha de Tuiuti, ocorrida em 1866, onde atuou como Vanguarda da Divisão Encouraçada.


Integrantes Ilustres[editar]

  • Brigadeiro Antônio de Sampaio (Capitão Comandante da 8ª Companhia do 4º Batalhão de Infantaria em 1845/49 e Comandante do Batalhão em 1851/52)
  • Alferes Dionísio Evangelista de Castro Cerqueira (Autor do Livro Reminiscências da Campanha do Paraguai)
  • General Golbery do Couto e Silva ( 2º Tenente no então 9º RI – 1931)
  • Coronel Mário David Andreazza (1º Tenente – Oficial Regimental de Treinamento Físico 1943/45)
  • Gen Ex Arthur da Costa e Silva (Comandante do Batalhão em 1946/48)


Estandarte Histórico[editar]

Criado através do decreto nº 58.919 de 26 de julho de 1966, o Estandarte Histórico do Regimento Tuiuti, onde constam as batalhas do período imperial das quais a Unidade participou, possui ao centro o Brasão Tuiuti, que evoca o sacrifício do Brigadeiro Antônio de Sampaio, 3 vezes ferido na Batalha de Tuiuti; o leão rompante significa a coragem de um vencedor; a bandeira recorda a imperial, defendida pelo 4º BI em Tuiuti, e a estrela vermelha traduz o sangue derramado pelo Alferes Porta-Bandeira da Unidade naquela batalha.


Grêmio Atlético 9º Regimento de Infantaria (Grêmio Atlético Farroupilha)[editar]

Ficheiro:GAFarroupilha de Pelotas.gif
Grêmio Atlético Farroupilha.

Fundado no ano de 1926 e tendo como principais fundadores o Tenente Coronel Gasparino Pereira da Silva, Capitão Januário Coelho da Costa e Capitão Marcelino de Oliveira Rocha, o Grêmio Atlético 9º Regimento de Infantaria foi um clube de futebol sediado na cidade de Pelotas-RS. Em 1941, passou a ser chamado de Clube Farroupilha.

O clube de futebol foi campeão estadual no ano de 1935, tendo como adversário na final o Grêmio. Tem como patrono o General José Plácido de Castro Nogueira e mantém-se em suas instalações na cidade de Pelotas-RS.


Ligações Externas[editar]


Referências[editar]

Fonte: <http://www.eb.mil.br/web/centro-de-comunicacao-social-do-exercito/445>


Este artigo "9º Batalhão de Infantaria Motorizado" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:9º Batalhão de Infantaria Motorizado.


Compte Twitter EverybodyWiki Follow us on https://twitter.com/EverybodyWiki !

Farm-Fresh comment add.png You have to Sign in or create an account to comment this article !<comment-streams/>