You can edit almost every page by Creating an account. Otherwise, see the FAQ.

A'mosi Just a Label

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki


Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2022).
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
A’mosi Just a Label
A'mosi Just a Label - rock in rio.jpg
A'mosi just a label durante o festival rock in rio Lisboa em Portugal, 2018
Informação geral
Nome completo Nkanga Jack Tanzi
Origem Uige-Angola
País Angola
Gênero(s) Konono Soul, Música de Vanguarda, Música contemporânea
Instrumento(s) Voz, guitarra
Período em atividade 2006 - actualidade
Outras ocupações Cantor, autor,poeta,produtor musical
Gravadora(s) Konono Soul Music
Página oficial http://www.amosijustalabel.com

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

A’mosi Just a Label[1], É uma forma existencial de um ser que se auto desqualifica ser visto como um nome, postura assumida por este indivíduo que diante da regência humana é artista de Angola, nasceu no Uige, por pais Bazombo. Fernando Tanzi e Elisa Tana, seu sub-grupo étnico[2], que localiza-se ao norte de Angola. Vem duma família de dez irmãos sendo ele o sexto filho de seus pais, que conta com mais dois artistas profissionais, Tony Laf e Cef Tanzy.

Biografia[editar]

Motivos de guerra civil em Angola nos anos 80, levou a sua família a abandonar Tsotso comuna da Damba, trocando-o por Luanda quando tinha 6 anos de idade. Tímido quando crescia e isolado das crianças do seu meio em excepção do seu irmão mais velho Tony Laf seu companheiro da vida.

Começou a entoar sons próprios muito cedo, aos 13 anos fazia imitações de cantores de soul  music maioritariamente americanos, música urbana e música moderna de Angola  e outros pontos de África que ouvia dos seus pais em casa e também da rádio. Aos 15 anos de idade  escreveu e compôs sua primeira música inspirado duma paixão com a rapariga que nunca chegou a namorar, e posteriormente com seu irmão Tony Laf e um amigo criaram o grupo "The Future Boyz".

Joga futebol pelo club do Progresso do Sambizanga entre os seus 15 a 16 anos, aos 19 muda-se pelas cidades de Windhoek e Cidade do Cabo por onde viveu até regressar  à Luanda nos meados da década de 2000 e Ingressar na academia de música de Luanda onde é desistente do curso de música por compreender seu caminho musical pela via da intuição. No Nzinga Mbandi cursa cinema,televisão, teatro e dança contemporânea. e no Instituto Superior Politécnico Metropolitano estuda também cinema como especialidade onde também é desistente.

Carreira musical[editar]

2006 é finalista do Festival da Canção de Luanda, Realizado pela Rádio Lac interpretando canção da sua autoria Minha terra[3].

De 2006 à 2008 esteve maioritariamente envolvido no movimento Hip Hop do seu país, participando em vários projectos com maior destaque os discos de Kool Klever, no tema Beautiful, e no disco do Phather Mak, em dois temas dentre eles o tema Acabou e o Estado de Alerta.

Marcas de Angola (Angola Sound Experience) é um projecto de roupagens de sucessos musicais que marcam as décadas de 1960 a 1990 de Angola, onde ele é participante em 2009 reinterpretando músicas como Olhos Café dos SSP, O povo de Paulo Flores e Minha Terra de Ruy Mingas. Canções essas que fazem parte da banda sonora das telenovelas angolana Voo Directo 2010 e Windeck 2012 a 2013, numa colaboração da Semba(TPA2) e RTP. Sequencialmente seguiram-se gravações de projectos de estúdio não publicados, primeiro em São Paulo sob produção da JPS Phoenix Studios em 2009 e depois em Lyon numa produção independente no Studio Anatole em 2010.

Em março de 2010, Sonhador é lançado como primeiro single oficial do seu EP Oops! tema com o qual lhe foi feita uma menção honrosa no Top Rádio Luanda 2011. tema este que é tido como o seu maior sucesso até ao momento em Angola.

Participa nos temas Não atirei o pau ao gato e A lebre e o leopardo, do disco Canções da Minha Escola, Um projecto da dupla Filipe Zau e Filipe Mukenga com objectivo de incutir valores patrióticos, deontológicos e culturais. Uma criação do cancioneiro infantil angolano gravado em 2012 e lançado em 2013, em parceria com jovens artistas angolanos.

No mesmo ano faz a sua primeira tour pela Europa e Médio Oriente, passando por Portugal, Alemanha e Israel. Em Israel, é convidado da Ester Rada, cantora de Ethio-Soul e daquele país, com quem partilha o palco no festival Midnight Sun Extravaganza na cidade de Hadera, Em Abrantes, Portugal é artista de cartaz no Festival Musicam, onde junta-se aos grandes músicos de Free Jazz, o percussionista Michael Wimberly, o pianista John Blum, e o saxofonista Sabir Mateen. E em Berlim participa no African Music Convention.

Como autor, compositor, e produtor musical autodidacta que é, gravou seu EP Oops em 2012 e editou aos 19 de Julho de 2014 sob selo da sua produtora independente Konono Soul Music. Oops! é uma obra que reúne no todo nove faixas musicais, três delas aprior não faziam parte do projecto, mas por uma questão de sorte acabaram fazendo parte da obra. Conta com as participações dos bateristas Hélio Cruz(Angola) e do Stelio Zoe(moçambique)  guitarristas Isau Baptista, Argeu,(angola) Domingos Bernardo(moçambique) percussionista angolano Nana, teclas de José Graciano, baixo Bigão Solari , Sebastião Tchiamba, e Eduardo(Moçambique) Tecnica de Nuno Tello, a parte gravado no quarto de casa do artista, e a técnica da Jandira Lima Lopes, e Hélio Cruz, gravado nos Estúdios da Rádio Vial, Nucho nos estúdios da Letras e Sons em Luanda.

Aos 31 de novembro de 2017 participa do festival Only French na sala de Boule Noire em Paris

Aos 21 de julho de 2018, participa do festival Rock in Rio Lisboa

De 9 julho à 14 setembro de 2019 é artista residente do projecto Visa pour la creations do Institut Français no Cité Internationale des Arts em Paris, que inclui a sua participação no Festival du Marais

Nomeações[editar]

Top Rádio Luanda

Ano Categoria Resultado
 2014 Melhor video Nomeado
 2014 R&b do ano Nomeado
2014 Balada do ano Vencedor


Angola Music Awards

Ano Categoria Resultado
2015 Artista revelação Nomeado
2015 Melhor R&b Nomeado


Le Reve Africain 2016(França)

Ano Categoria Resultado
2016 Música Vencedor

Arte[editar]

Criou Konono Soul, um conjunto de ritmos, melodías e harmonías editados do Konono e de outras influèncias contemporàneas, urbanas. produzindo assim um som avant-garde com textos e poesía baseado na intuição humana enfatizando o bem geral da natureza, Konono Soul, é derivado do Bazombo (Konono), um género musical particular deste sub-grupo  étnico pertencente a étnía Bakongo, localizado  ao norte de Angola entre Damba e Maquela Ma Zombo.

É música ritual que inicialmente era tocada através do conjunto de presas de elefantes, que posteriormente foi adaptada para o likembé por autor e compositor Mingiedi Mawangu. Outros instrumentos usados megafones, pedaços de panelas percussívas, batuque tradicional, Lokolé, cowbell, etc. Também dá titulo ao seu próximo trabalho discográfico a ser lançado ainda este ano e que já conta com single Mechamical Dynamics lançado no no dia 13 de março de 2020.

Vida Pessoal[editar]

Ele se auto considera ordinário e herdeiro da natureza como toda gente. Aproveita-se da herança artística universal que encontrou para se expressar sob a idéia de unidade evidenciando a raça humana que somos. Ele tenta ajudar-se a si mesmo e aos outros a compreender e respeitar naturalmente a vida, desfrutar da liberdade natural, pôr-se a celebrar a vida  e viver a felicidade eterna partindo pela reflexão e acções intuitivamente positivas  sobre a vida dentro da boa ordem ancestral

Discografia[editar]

Álbuns[editar]

Singles[editar]

  • Sonhador
  • Redentor
  • It's so hot
  • Arts & Crafts
  • Mechanical Dynamics
  • Muntu[6]
  • Coisas Simples[7]

Filmografia[editar]

  • Voo directo
  • Windeck

Referências

  1. grxnet.com. «Jornal de Angola - Notícias - Jack Nkanga agora é Amosi». Jornal de Angola. Consultado em 26 de maio de 2022 
  2. «Disco da Semana Episódio 102 - de 23 Mai 2022 - RTP Play - RTP». RTP Play. Consultado em 26 de maio de 2022 
  3. «Jack Nkanga, o sonho africano do Soul-Konono – Wizi-Kongo». Consultado em 26 de maio de 2022 
  4. eMinor. «Jack Nkanga | Other from Luanda, AO». ReverbNation (em English). Consultado em 26 de maio de 2022 
  5. RDP-África, RTP, Rádio e Televisão de Portugal-. «A'mosi Just A Label grava novo álbum entre Lisboa, Luanda e Bristol - Artes e Espetaculos - RDP África». www.rtp.pt. Consultado em 26 de maio de 2022 
  6. «A liberdade é simples no novo single de A'mosi Just a Label». Consultado em 26 de maio de 2022 
  7. «"Coisas Simples" de A'mosi Just a Label antecipa novo álbum». Consultado em 26 de maio de 2022 

Ligações externas[editar]

{{#ask: [[Topic::Angola]] [[Topic::Música]] [[Topic::{{{3}}}]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |searchlabel=|order=random|limit=7|intro=
Outros artigos dos temas Angola E Música E {{{3}}}: }}{{#ask: [[Topic::Angola]] [[Topic::Música]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |searchlabel=|order=random|limit=7|intro=

Outros artigos dos temas Angola E Música: }}{{#ask: [[Topic::Angola]] [[Topic::{{{3}}}]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |searchlabel=|order=random|limit=7|intro=

Outros artigos dos temas Angola E {{{3}}}: }}{{#ask: [[Topic::Angola]] [[Topic::{{{4}}}]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |searchlabel=|order=random|limit=7|intro=

Outros artigos dos temas Angola E {{{4}}}: }}{{#ask: [[Topic::Música]] [[Topic::{{{3}}}]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |searchlabel=|order=random|limit=7|intro=

Outros artigos dos temas Música E {{{3}}}: }}{{#ask: [[Topic::Música]] [[Topic::{{{4}}}]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |searchlabel=|order=random|limit=7|intro=

Outros artigos dos temas Música E {{{4}}}: }}{{#ask: [[Topic::{{{3}}}]] [[Topic::{{{4}}}]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |searchlabel=|order=random|limit=7|intro=

Outros artigos dos temas {{{3}}} E {{{4}}}: }}{{#ask: [[Topic::Angola]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |searchlabel=|order=random|limit=7| intro=

Outros artigos do tema Angola : }}{{#ask: [[Topic::Música]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |searchlabel=|order=random|limit=7| intro=

Outros artigos do tema Música : }}{{#ask: [[Topic::{{{3}}}]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |searchlabel=|order=random|limit=7| intro=

Outros artigos do tema {{{3}}} : }}{{#ask: [[Topic::{{{4}}}]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |searchlabel=|order=random|limit=7| intro=

Outros artigos do tema {{{4}}} : }}{{#ask: [[Topic::{{{5}}}]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |searchlabel=|order=random|limit=7| intro=

Outros artigos do tema {{{5}}} : }}{{#ask: [[Topic::{{{6}}}]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |searchlabel=|order=random|limit=7| intro=

Outros artigos do tema {{{6}}} : }}{{#ask: [[Topic::{{{7}}}]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |order=random |searchlabel=|limit=7| intro=
Outros artigos do tema {{{7}}} : }}{{#ask: [[Topic::{{{8}}}]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |order=random |searchlabel=|limit=7| intro=
Outros artigos do tema {{{8}}} : }}{{#ask: [[Topic::{{{9}}}]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |order=random|searchlabel=|limit=7| intro=
Outros artigos do tema {{{9}}} : }}{{#ask: [[Topic::{{{10}}}]] PageName::!A'mosi_Just_a_Label |order=random |searchlabel=|limit=7| intro=
Outros artigos do tema {{{10}}} : }} {{#set:PageName=A%27mosi_Just_a_Label }}


Erro Lua em Módulo:Controle_de_autoridade na linha 131: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).Erro Lua em Módulo:Taxonbar na linha 147: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).Erro Lua em Módulo:Medbar na linha 131: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).


Este artigo "A'mosi Just a Label" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:A'mosi Just a Label.



Read or create/edit this page in another language[editar]