Welcome to EverybodyWiki 😃 ! Nuvola apps kgpg.png Log in or ➕👤 create an account to improve, watchlist or create an article like a 🏭 company page or a 👨👩 bio (yours ?)...

Academia Brasileira de Hagiologia

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki


Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2018). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A Academia Brasileira de Hagiologia é uma academia dedicada ao estudo da hagiologia, ou seja, dos santos, candidatos à honra dos altares, movimentos messiânicos e coisas sagradas e santificadas.[1][2]

Foi criada em 8 de dezembro de 2004, ano do 150º aniversário da criação da Arquidiocese de Fortaleza; 140º aniversário de fundação do Seminário da Prainha, em Fortaleza; dia do 150º aniversário da proclamação do dogma da Imaculada Conceição e do 100º aniversário da coroação de Nossa Senhora Aparecida, por iniciativa dos advogados e escritores Matusahila Santiago e José Luís Lira, após criarem com sucesso a Academia Fortalezense de Letras, desta vez, acompanhados da desembargadora Gizela Nunes da Costa, fundaram a Academia Brasileira de Hagiologia (ABRHAGI).[3] Foi instalada oficialmente no dia 11 de fevereiro de 2005, em cerimônia presidida por Dom José Bezerra Coutinho.[4]

Objetivos[editar]

Sendo a ABRHAGI a primeira academia no Brasil dedicada ao estudo dos santos, candidatos à honra dos altares, movimentos messiânicos e cousas sagradas e santificadas, é composta de 20 acadêmicos cearenses e 20 dos outros Estados da Federação, para garantir a abrangência nacional.

A ABRHAGI não tem caráter político-partidário, nem adota qualquer discriminação, notadamente, nos aspectos de religião, de sexo, de cor ou de raça e, ainda, não tem fins lucrativos.

Primeiros diretores[editar]

A primeira diretoria ficou assim composta: Presidente de Honra: Dom José Bezerra Coutinho; Presidente: José Luís Lira[5]; Vice-presidente: Matusahila Santiago; Secretária-geral: Gizela Nunes da Costa; Primeira-secretária: Maria Norma Maia Soares; Tesoureiro: José Olavo Rodrigues; Primeira-tesoureira: Irmã Elisabeth Silveira; Relações Públicas: Paulo Mindello. O Presidente de Honra, com o falecimento de dom Coutinho e de sua sucessora, irmã Elizabeth, é o primeiro presidente e fundador, o advogado, professor e escritor José Luís Lira. O 5o. presidente eleito, Roberto Gaspar de Oliveira, por motivos de saúde, renunciou em 30 de março de 2016, assumindo a presidência o vice-presidente Vicente de Paula Maia Santos Lima. Atualmente a diretoria está assim composta: Presidente: Vicente de Paula Maia Santos Lima[6]; Vice-presidente: Roberto Victor Pereira Ribeiro; Secretário Geral: Francisco Barros Alves; 1o. Secretário: José Vasconcelos Arruda Filho (Vasco Arruda); Tesoureira: Gizela Nunes da Costa; 1o. Tesoureiro: João Gonçalves de Lemos; Relações Públicas: Luciano Dídimo Camurça Vieira.

Ações Recentes

A Academia vem desde 2015 promovendo estudos de reconstituições de rostos de santos, como Santo Antônio, Santa Maria Madalena, São Valentim, e Santa Paulina[7], através de seu sócio-honorário Cícero Moraes, reconhecido designer brasileiro.[8][9]

A ABRHAGI publicou dois Editais em 2016/7 para preenchimento de vagas abertas em função de falecimento ou desistência de acadêmicos, que redundaram na aquisição de nove novos acadêmicos. Na assembleia de 26 de abril de 2017 foi criado o Departamento de Arqueologia Sacra, que será dirigido pelo especialista em relíquias da Arquidiocese de São Paulo, o jornalista e acadêmico Fábio Tucci Farah. Em 29 de setembro de 2017 a assembleia Geral aprovou a reforma do Estatuto, tornando-o mais moderno e eficiente.

Sede[editar]

A ABRHAGI é sediada em Fortaleza (Ceará, Brasil) e se reúne, via de regra, mensalmente na última quarta-feira de cada mês na Capela Nossa Senhora de Lourdes do Colégio da Imaculada Conceição, situado na Avenida Santos Dumont, 55. Há recesso nos meses de janeiro e julho.

Relação dos imortais segundo a cadeira[editar]

Cadeira Patrono Fundador Sucessores
1 Nossa Senhora de Guadalupe José Luís Araújo Lira João Gonçalves de Lemos
2 São Pio de Pietrelcina Matusahila de Sousa Santiago a fundadora
3 Madre Maria José de Jesus Gizela Nunes da Costa a fundadora
4 Santa Catarina Labouré Maria Norma Maia Soares Vicente de Paula Maia Santos Lima
5 Irmã Clemência Oliveira Irmã Elisabeth Silveira Irmã Ana Amélia Guedes da Cunha
6 Padre Ibiapina Monsenhor Francisco Sadoc de Araújo o fundador
7 Santo Agostinho Luiz Roberto Barroso Gaspar de Oliveira o fundador
8 Padre Cícero Romão Batista José Teodoro Soares José Renato Barroso Braga Neto
9 Santo Anselmo Padre Manfredo Araújo de Oliveira Neuzemar Gomes de Moraes
10 São Francisco de Assis Antônio Colaço Martins[10] o fundador
11 Dom Antonio de Almeida Lustosa José Olavo Rodrigues o fundador
12 Nossa Senhora do Carmo Francisco Barbosa Filho Giovani Carvalho Mendes
13 Frei Galvão Maria Haydée Campelo Dantas a fundadora
14 Santo Inácio de Loyola Paulo Barreto Ribeiro Mindello o fundador
15 Nossa Senhora do Rosário Horácio Dídimo Pereira Barbosa Vieira o fundador
16 Santa Teresa d’Ávila Pedro Henrique Gênova de Castro José Vasconcelos Arruda Filho
17 São José Roberto Feijó Ribeiro o fundador
18 Dom Expedito Lopes Glória Giovana Sabóia Mont’Alverne o fundador
19 Santo Tomás de Aquino José da Costa Matos Francisco Barros Alves
20 São Paulo Pe. Joaquim Colaço Dourado Antônio Colaço Filho ► Raimundo Bezerra Falcão
21 Albertina Berkenbrock Padre Sérgio Jeremias de Souza o fundador
22 Santa Teresinha do Menino Jesus Frei Patrício Sciadini o fundador
23 São Geraldo Majela Gerardo Melo Mourão[11] VAGA
24 São João Aureliano Diamantino Silveira Idelzuite Cóe Timbó
25 São Jerônimo Antonio Olinto Padre Durval Baranowske
26 Cônego Lafayette[12] Padre Ismar Dias de Matos o fundador
27 Nossa Senhora da Saúde Nilza Botelho Megale Charles Alberto Barbosa de Sousa
28 Frei Damião José Benedito Alves o fundador
29 A definir
30 Frei João Pedro de Sexto São João Ir. Teresinha de Beneditinos VAGA
31 Mártires de Cunhaú e Uruaçu Monsenhor Francisco de Assis Pereira VAGA
32 Maria de Nazaré José Newton Alves de Sousa Roberto Victor Pereira Ribeiro
33 São Francisco Xavier Padre Roque Schneider o fundador
34 Santa Joana d’Arc Ronaldo Rogério de Freitas Mourão Fábio Tucci Farah[13][14]
35 São João Paulo II Padre José Fernandes Lucena o fundador
36 Santa Luisa de Marillac Irmã Rita de Cássia Ramos de Vasconcelos a fundadora
37 São Pedro Monsenhor Rubens Zani o fundador
38 Santa Teresa dos Andes Luciano Dídimo Camurça Vieira o fundador
39 Beata Rosália Rendu Irmã Francileide Vasconcelos Bezerril VAGA
40 São Vicente de Paula Irmã Rejane Barbosa a fundadora

Referências

  1. LIRA, José Luis (org.). Academia Brasileira de Hagiologia - ABRHAGI: breve histórico. Sobral: Edições UVA, 2005, p. 16.
  2. Palestra sobre Hagiologia no calendário de atividades dos aposentados. Tribunal de Justiça do Estado do Ceará. Acesso em 02 jul. 2018
  3. LIRA, José Luis. Brasileiro com alma africana: Antonio Olinto. Brasília: Ministério das Relações Exteriores, 2008, p. 181.
  4. AZEVEDO, Miguel Angelo de. Cronologia Ilustrada de Fortaleza - Roteiro para um turismo histórico e cultural. 2. ed. Fortaleza: Edições UFC, p. 237.
  5. Cearense participa de reconstrução do novo rosto de Maria Madalena. Acesso em: 30 jun. 2018
  6. LIMA, Vicente de Paula Maia. Por que estudar a vida dos santos?. O Povo, de 13/10/2017. Opinião. p.10. Acesso em 30 jun 2018
  7. Veiga, Edison. Santa Paulina tem rosto refeito em 3D. O Estadão. 21 nov. 2015. Acesso em 02 jul. 2017
  8. Revelada a verdadeira face de Santa Rosa de Lima. Acesso em 30 jun. 2018.
  9. Ciência Brasileira revelará o rosto do santo dos namorados. GC Notícias. 19/10/2016. Acesso em: 30 jun. 2018.
  10. ALPB entrega Título de Cidadão Paraibano ao professor Antônio Colaço. 26/11/2014. Acesso em: 30 jun. 2018.
  11. Assembleia Legislativa homenageira Gerardo Mello Mourão. 24/04/2007. Acesso em: 30 jun 2018.
  12. REQUERIMENTO (Do Senhor Leonardo Monteiro e outros). Portal Câmara dos Deputados
  13. UNIÃO BRASILEIRA DOS ESCRITORES. Agenda. In: O escritor, São Paulo, v. 140, fev. mar. abril. 2017, p. 4.
  14. Relíquias da Vera Cruz e da Coroa de Espinhos serão apresentadas no Brasil. Acesso em: 30 jun 2018.

Ligações externas[editar]


Este artigo "Academia Brasileira de Hagiologia" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Academia Brasileira de Hagiologia.