You can edit almost every page by Creating an account. Otherwise, see the FAQ.

Baltasar Lopes da Silva

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki

Baltasar Lopes da Silva
 Edit this InfoBox
Baltasar Lopes da Silva
Nome completo
Pseudônimo(s) Osvaldo Alcântara
Nascimento 23 de abril de 1907
São Nicolau, Cabo Verde
Morte 28 de maio de 1989 (82 anos)
Lisboa, Portugal
Nacionalidade cabo-verdiano
Alma mater Universidade de Lisboa
Ocupação Escritor, poeta e linguista
Magnum opus Chiquinho (1947)
Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Baltasar Lopes da Silva (Caleijão, São Nicolau, 23 de abril de 1907Lisboa, 28 de maio de 1989[1]) foi um escritor, poeta e linguista de Cabo Verde que escreveu em português e em crioulo.[2]

Com Jorge Barbosa foi um dos fundadores da revista Claridade. Em alguns dos seus poemas usou o pseudónimo Osvaldo Alcântara. Encontra-se colaboração da sua autoria na revista luso-brasileira Atlântico.[3]

O seu romance mais conhecido é Chiquinho (1947).[4] Escreveu também uma descrição dos crioulos de Cabo Verde, O Dialecto Crioulo de Cabo Verde, Lisboa, Imprensa Nacional, 1957.

Um poema seu, Ressaca, encontra-se no CD Poesia de Cabo Verde e Sete Poemas de Sebastião da Gama, de Afonso Dias.[5]

Biografia[editar]

Baltasar Lopes da Silva nasceu na aldeia do Caleijão na ilha de São Nicolau em Cabo Verde no dia 23 de abril de 1907. Tendo concluído os seus estudos secundários no seminário de São Nicolau, viajou para Portugal para estudar na Universidade de Lisboa. Durante o seu tempo em Lisboa, Baltasar Lopes estudou com importantes nomes da cultura portuguesa, como, por exemplo, Vitorino Nemésio e Luís da Câmara Reis. Formou-se em Direito e Filologia Românica, tendo sempre obtido excelentes notas durante os seus estudos na Universidade de Lisboa. Depois da universidade, Baltasar Lopes regressou a Cabo Verde, onde exerceu o cargo de professor no Liceu Gil Eanes em São Vicente. Após alguns anos foi nomeado reitor deste liceu.

A 5 de junho de 1962, foi agraciado com o grau de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique; a 12 de julho de 1972, foi agraciado com o grau de Comendador da Ordem da Instrução Pública; a 20 de junho de 1987, foi agraciado com a Medalha de Cavaleiro da Ordem do Infante D. Henrique, todos de Portugal.[6][7]

Chegou a deixar a colónia portuguesa mais escolarizada para ensinar em Leiria (Portugal) por um breve período, mas devido às dificuldades de relacionamento com a política portuguesa daquela época, regressou para Cabo Verde onde continuou educando e exercendo a advocacia. Os seus últimos dias foram passados em Lisboa, para onde foi transferido para ser submetido a tratamento de uma doença cérebro-vascular, falecendo pouco depois, no dia 28 de maio de 1989.

Obra[editar]

Em 1936, Baltasar Lopes, com a colaboração de outros escritores, como Manuel Lopes, Manuel Ferreira, António Aurélio Gonçalves, Francisco José Tenreiro, Jorge Barbosa e Daniel Filipe, fundaram a revista cabo-verdiana Claridade. Era uma revista de ensaios, poemas e contos. Os colaboradores da revista denunciavam os problemas da sua sociedade, como a Seca, a fome e a emigração.

Criaram assim melhores condições para o conhecimento das raízes da cultura cabo-verdiana. A revista Claridade salientou o estudo da realidade cabo-verdiana, especialmente dos grupos sociais mais carenciados.

Em 1947, Baltasar Lopes publicou o seu primeiro livro, o romance Chiquinho (romance). Chiquinho descreve os costumes, as pessoas, as paisagens, e problemas sociais e familiares que existiam em Cabo Verde na primeira metade do século XX. É um romance de aprendizagem sobre o povo cabo-verdiano e sobre o destino que muitos cabo-verdianos tiveram que tomar para conseguirem uma vida melhor, o destino da emigração. O romance é organizado em três partes:

  • 1. Infância. Nesta primeira parte do romance, o protagonista Chiquinho aprende as suas primeiras letras e convive com a sua família e comunidade na vila de São Nicolau;
  • 2. S.Vicente. Na segunda parte do romance, Chiquinho continua os seus estudos no liceu na ilha de São Vicente, onde inicia amizades novas e conhece o seu primeiro amor. Chiquinho e os seus colegas de escola fundam o Grémio, uma associação e um jornal que é muito parecido com Claridade, na medida em que tenta operar uma modificação social no arquipélago;
  • 3. As Águas. Na terceira e última parte do romance, Chiquinho volta para a sua ilha onde será professor. Esta parte ilustra um dos maiores problemas deste país, a seca, que resulta em muita fome e mortes em Cabo Verde. No fim do romance Chiquinho emigra para os Estados Unidos com a esperança de ter uma vida melhor.

Obras[editar]

  • Chiquinho, 1947
  • Cabo Verde visto por Gilberto Freyre, 1956
  • O Dialecto Crioulo de Cabo Verde, 1957
  • Antologia da Ficção Cabo-verdiana Contemporânea, 1961
  • Cântico da Manhã Futura (poemas), 1986 (com o nome poético de Osvaldo Alcântara)
  • Os trabalhos e os dias (contos), 1987

Referências

  1. Sousa Lima, Amílcar (25 de março de 2007). «O centenário da Claridade em São Vicente». A Semana 
  2. «Baltazar Lopes». Dicionários Porto Editora. Infopédia. Consultado em 18 de janeiro de 2016 
  3. Helena Roldão (12 de Outubro de 2012). «Ficha histórica:Atlântico: revista luso-brasileira (1942-1950)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 25 de Novembro de 2019 
  4. Lusa (22 de abril de 2010). «"Chiquinho" é "obra fundadora da literatura cabo-verdiana"». Diário de Notícias 
  5. «Objectos do quotidiano de Cabo Verde mostram-se em Lisboa na "Casa Fernando Pessoa"». A Semana. 25 de junho de 2007 
  6. «Entidades Estrangeiras Agraciadas com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Baltazar Lopes da Silva". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  7. O Claridoso Baltasar Lopes, Blog Esquina do Tempo 02.02.2015

Ligações externas[editar]

Erro Lua em Módulo:Controle_de_autoridade na linha 131: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).Erro Lua em Módulo:Taxonbar na linha 147: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).Erro Lua em Módulo:Medbar na linha 131: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).



Outros artigos dos temas Biografias E LiteraturaEça de Queiroz, Voltaire, Heino Willy Kude, Dante Alighieri, Juan Van Der Aa, Josef Pieper, Natalia Avila

Outros artigos do tema Biografias : Thalima Silva, Alberto Fernandes, Alejandro Alfonso, Lourdes Mansilla, Sergio Juste, Xavier Cardelús, Edward Madureira Brasil

Outros artigos do tema Literatura : Vaine Darde, Claude Drumm, Alto Astral (editora), O Livro Negro do Capitalismo, Abirama Mani, Gilberto Celeti, Philip Ferreira

Outros artigos do tema Cabo Verde : Nilton Fernandes, Piguita, Djaniny, Fredson Tavares, Televisão Independente de Cabo Verde, Relações entre Cabo Verde e Portugal



Read or create/edit this page in another language[editar]