Brasão de Colina (São Paulo)

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki


Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2020). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O brasão de Colina.

Criação[editar]

O brasão foi desenhado pelo artista plástico colinense Vítor Martins e transformado em lei, a de número 660, em 4 de junho de 1970, aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo poder executivo.

Construção de descrição heráldica[editar]

“Brasão Português, escartelado em relevo, enclinado pela coroa mural de prata, com quatro torres, cada torre com sua porta privativas das municipalidades.

À esquerda campo de goles, com os loros e a espada (que significa mando).

À direita campo de blau com os escudos Português e Italiano (Pioneiros da colonização de Colina).

À direita inferior, campo amarelo jalue, com o símbolo do comércio e da indústria.

Como suportes: à esquerda uma haste de café ao natural; à direita uma haste de milho também ao natural.

Embaixo, um listel branco, a data mais significativa, a da criação do Município, bem como o seu nome “Colina”, em sable.

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).



Outros artigos do tema São Paulo : Mario Blasco Soler, Hino de Guarujá, Giovanna Chaves, Projeto Porta Aberta, Brasão de Rifaina, Rádio UFSCar, Jadson Alves


Ícone de esboço Este sobre heráldica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Este artigo "Brasão de Colina (São Paulo)" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Brasão de Colina (São Paulo).