Brasão de Diadema

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki


Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2019). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Brasão de armas

O brasão e a bandeira de Diadema são os símbolos da cidade brasileira localizada no estado de São Paulo.

Os símbolos foram criados por Evando Caiaffa Esquível e surgiram oficialmente no dia 13 de março de 1961, por força da lei número 45.

Em sua parte externa superior há uma coroa mural nobre em prata, com três torres aparentes que representam a liberdade da cidade. No campo interior do escudo, lado esquerdo superior, há um Leão de Goles em fundo prata simbolizando a fidalguia de Martin Afonso de Souza, primeiro donatário da Capitania de São Vicente.

Ainda no plano interior do brasão, lado direito superior, há uma cruz verde em diagonal representando o martírio de Santo André e, dentro dela, uma outra cruz referindo-se ao patriarca São Bernardo. As três torres internas simbolizam os três povos integrantes da luta pela emancipação da cidade: Piraporinha, Vila Conceição e Eldorado. O fundo azul do escudo remete-se à devoção dos moradores de Diadema por Nossa Senhora da Conceição.

Na parte externa inferior do brasão, há uma faixa com os dizeres "Floreat Diadema" que significam: Floresça Diadema e, duas datas: 25 de dezembro de 1958 e 1º de janeiro de 1960. As datas indicam o dia da apuração do plebiscito que apontou a vitória pela autonomia de Diadema e a ocasião em que se instalaram a Prefeitura e a Câmara Municipal de Diadema.

Na bandeira de Diadema, há sete linhas horizontais, sendo quatro linhas azuis, representando o louvor à Nossa Senhora de Conceição e, três linhas brancas representando os três bairros que sonhavam com a liberdade diademense, e na parte superior à esquerda o brasão de Diadema.

Erro de confecção[editar]

O brasão de Diadema possui um erro na coroa-mural. A coroa-mural reservada às cidades deve possuir cinco torres, e não apenas três, como se utiliza no brasão de Diadema.

Outro erro é a cor da coroa-mural, que deveria ser prateada, e não dourada, cor que se reserva somente ao brasão das capitais.

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).



Outros artigos do tema São Paulo : Hino de Diadema, Brasão de Osasco, Córrego Mata Verde, Confrontos entre Bahia e São Paulo no futebol, Brasão de Salesópolis, Vitor Feijão, Diogo da Costa Tavares


Ícone de esboço Este sobre heráldica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Este artigo "Brasão de Diadema" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Brasão de Diadema.