You can edit almost every page by Creating an account. Otherwise, see the FAQ.

Centro Ciência Viva da Amadora

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki

Casa Aprígio Gomes
Centro Ciência Viva da Amadora
Casa Aprígio Gomes, em 2005.
Nomes alternativos Centro de Ciência Viva da Amadora
Galeria Artur Bual
Website Página oficial da Galeria Artur Bual
Património Nacional
DGPC 10116630
SIPA 34637
Geografia
País Portugal Portugal
Local Amadora
Coordenadas 38° 45' 23.92" N 9° 14' 8.42" O
Map
Localização em mapa dinâmico

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

A Casa Aprígio Gomes é um edifício histórico situado no concelho da Amadora, em Portugal. Funcionou como Centro de Ciência Viva da Amadora entre 2003[1] e 2011,[2] tendo posteriormente passado a ser a Galeria Municipal Artur Bual.[3]

Descrição e história[editar]

O edifício consiste numa antiga casa abastada, situada junto a um largo na Rua Luís de Camões, na Amadora.[1] Foi classificado como de Imóvel de Interesse Municipal.[1]

Destaca-se pela sua diversidade de estilos artísticos, apresentando três elementos de maior importância: o torreão com três andares, que funciona como ponto de ligação entre os diversos pisos, e duas galerias, conhecidas como lógias, a primeira no segundo piso, com arcos de volta perfeita em cantaria, enquanto que a segunda, de menores dimensões, está localizada no ponto extremo oposto à entrada, e tem apenas dois pares de vãos.[4] Está inserida num espaço de planta quadrangular, decorado com uma faixa de azulejos e uma cornija saliente.[4] Outro elemento de interesse é a cobertura, rematada por uma cúpula com telhado de forma cónica.[4] Originalmente tinha um quintal em redor, que foi eliminado aquando das obras de adaptação a museu.[4]

Foi construída em 1903 para o industrial lisboeta José Aprígio Gomes (1867-1932), e desenhada pelo arquitecto Guilherme Eduardo Gomes,[1] que ficou conhecido por ter igualmente planeado os edifícios dos Recreios Desportivos da Amadora e do Chalet Desidéria.[4] Na altura, localizava-se junto à Estrada Real,[1] numa das entradas da Amadora, numa área que ainda era principalmente rural.[4] A construção da casa inseriu-se numa fase de progresso urbano para a Amadora, impulsionado pela inauguração do caminho de ferro, durante o qual foram construídas várias casas abastadas, incluindo a de Aprígio Gomes.[4] Desta forma, pode ser considerada como um marco histórico da evolução urbana da Amadora, então conhecida como Porcalhota.[4] Foi um dos poucos edifícios originais que sobreviveram às diversas fases de urbanização da área, durante as décadas de 1960 e 1970.[5]

Foi adquirida pela Câmara Municipal da Amadora nos princípios do século XXI,[1] estando nessa altura em grave estado de conservação.[4] Foi alvo de obras para a instalação do Centro de Ciência Viva da Amadora, em cooperação com a Universidade de Lisboa, o Instituto Superior de Engenharia e a Escola Profissional Gustavo Eiffel.[1] O Centro foi inaugurado em Setembro de 2003,[1] e encerrou em Novembro de 2011.[2]

Em 2014, a Galeria Municipal da Amadora foi passada para a Casa Aprígio Gomes, tendo o novo espaço sido inaugurado em 12 de Abril, no âmbito das comemorações dos 40 anos do 25 de Abril.[3] A Galeria passou a ter o nome de Artur Bual, em homenagem ao importante artista pástico, que faleceu na Amadora em 1999, tendo sido inaugurada com uma exposição de obras deste autor.[6] O espaço é utilizado em vários eventos culturais, como exposições de arte,[7][8] e apresentações de livros.[9]

Ver também[editar]

Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 1,4 1,5 1,6 1,7 FIGUEIREDO, Paula (2013). «Casa Aprígio Gomes / Galeria Artur Bual». Sistema de Informação para o Património Arquitectónico. Direcção-Geral do Património Cultural. Consultado em 30 de Outubro de 2021 
  2. 2,0 2,1 «Centro Ciência Viva da Amadora». Ciência Viva. Consultado em 30 de Outubro de 2021 
  3. 3,0 3,1 «A Nova Galeria Municipal Artur Bual». Boletim Municipal da Amadora. Amadora: Câmara Municipal da Amadora. 2014. p. 28-29. ISSN 1647-8096. Consultado em 31 de Outubro de 2021 – via Issuu 
  4. 4,0 4,1 4,2 4,3 4,4 4,5 4,6 4,7 4,8 FERNANDES, Paulo; RAMALHO, Maria (2016) [2006]. «Casa Aprígio Gomes». Património Cultural. Direcção-Geral do Património Cultural. Consultado em 30 de Outubro de 2021 
  5. «Casa Aprígio Gomes». Câmara Municipal da Amadora. Consultado em 31 de Outubro de 2021 
  6. Lusa (11 de Abril de 2014). «25 Abril: Retrospectiva de Artur Bual vai mostrar obras inéditas na Amadora». i Online. Consultado em 31 de Outubro de 2021 
  7. Lusa (4 de Agosto de 2021). «Exposição de Tamara Alves é inaugurada no dia 15 em galeria municipal da Amadora». Visão. Consultado em 31 de Outubro de 2021 
  8. «Obras do acervo municipal em exposição na Galeria Artur Bual». Sintra Notícias. 14 de Julho de 2018. Consultado em 31 de Outubro de 2021 
  9. «O cancioneiro alentejano segundo Joaquim Caeiro na Galeria Municipal Artur Bual». Canal Alternativo Notícias. 28 de Julho de 2018. Consultado em 31 de Outubro de 2021 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre a Casa Aprígio Gomes

Ligações externas[editar]


Ícone de esboço Este sobre Património de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.



Outros artigos do tema Lisboa : Fernando Pessoa

Outros artigos do tema Arte : Laura Pausini, Elaine Mickely, Roberto Carlos, Rob Arnold, Iosif Kheifits, Kimono, Pedro Landim


Este artigo "Centro Ciência Viva da Amadora" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Centro Ciência Viva da Amadora.



Read or create/edit this page in another language[editar]