You can edit almost every page by Creating an account. Otherwise, see the FAQ.

Compadre

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki


O compadre (em latim: compater,[1] literalmente "co-pai") é tanto o padrinho de uma pessoa que vai receber o batismo, em relação aos pais deste, como os pais de um batizando, em relação ao padrinho deste.[2] O termo feminino equivalente é comadre, referindo-se à madrinha de um batizando em relação aos pais deste ou à mãe do batizando em relação ao padrinho ou madrinha deste.

Trata-se de uma relação social quase parental, muito comum na América Latina, que se origina quando uma criança é batizada e seus pais escolhem uma pessoa para ser padrinho ou madrinha da criança. No Brasil é comum que a escolha recaia sobre um casal de amigos ou ainda sobre um casal de parentes dos pais da criança. A expressão compadrio designa a relação entre compadres/comadres que se fundamenta principalmente em laços de amizade.[3]

No Brasil[editar]

Desde o momento do batismo e para a vida toda o padrinho e a madrinha passam a ter uma relação considerada pelas partes como equivalente ao parentesco com o afilhado e com os pais deste, embora essa relação não seja reconhecida pela lei civil - no Brasil o parentesco é definido pelos artigos 1.591 a 1.595 do Código Civil Brasileiro.[4] Espera-se do padrinho e da madrinha que sejam conselheiros do afilhado, guiando-os tanto em sabedoria como na sua educação pessoal, assumindo um papel de segundo pai ou mãe do afilhado.

A escolha de um padrinho ou madrinha pelos pais da criança recai normalmente sobre algum amigo ou parente próximos, escolhidos por serem pessoas de confiança e responsabilidade, que poderão transmitir sabedoria, bons ensinamentos morais e valores de cidadania e educação à criança, bem como auxiliá-la nas suas escolhas e na sua vida em geral. Por isso, o convite para ser padrinho ou madrinha representa uma grande honra para o convidado e é uma demonstração de reconhecimento e alta consideração pelos pais da criança.[carece de fontes?]

Ver também[editar]

Referências

  1. «Compadre». Dicio. Consultado em 16 de junho de 2021 
  2. https://michaelis.uol.com.br/busca?r=0&f=0&t=0&palavra=compadre
  3. de Oliveira Pinto, Tatiane; Lopes, Maria de Fátima (julho de 2009). «Brincadeira no espaço da rua e a demarcação dos gêneros na infância». Revista Latinoamericana de Ciencias Sociales, Niñez y Juventud (2): 874. ISSN 1692-715X. Consultado em 16 de junho de 2021. Como nos explica Cynthia Sarti (2005), há uma tendência entre representantes dos grupos populares, em estreitar os laços com a rede de vizinhos, lhes conferindo em alguns casos uma importância maior que de um parente, e isso se dá através da 'confiança'. A interpretação da relação de amizade como uma relação familiar consolida os laços entre os 'amigos' que se tornam 'compadre'. Assim, há 'uma presença situacionalmente hierárquica do valor-família, que o coloca numa posição de destaque comparado a outras esferas de coletivização'. (Gouveia, 2008, p. 6). 
  4. «LEI Nº 10.406, DE 10 DE JANEIRO DE 2002». www.planalto.gov.br. Consultado em 16 de junho de 2021 


Ícone de esboço Este sobre sociologia ou um sociólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.



Outros artigos do tema Sociedade : Sociedade do Piauí, Souleymane Mamam, Torneio Triangular do Recife de 1961, Campeonato Carioca de Futebol de 1987, Biblioteca Popular de Paquetá Joaquim Manuel de Macedo, Sociedade de Goiás, Lista de clubes de futebol da Tchéquia


Este artigo "Compadre" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Compadre.



Read or create/edit this page in another language[editar]