Welcome to EverybodyWiki 😃 ! Nuvola apps kgpg.png Log in or ➕👤 create an account to improve, watchlist or create an article like a 🏭 company page or a 👨👩 bio (yours ?)...

Escola Estadual Monsenhor Seckler

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki
Escola Monsenhor Seckler
Tipo Pública
Fundação 30 de março de 1950 (71 anos)
Localização Porto Feliz, São Paulo, Brasil
Patrono(a) Monsenhor Seckler
Diretor(a) Nádia Bernardete Rocha Boscolo
Vice-diretor(a) Rita de Cássia Previtali Barros Faustino
Mantenedor(a) Célia Maria Fávaro
Docentes 50
Funcionários 20
Alunos 800
Classes 22
Cores azul e branco

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

A 'Escola Estadual Monsenhor Seckler é um estabelecimento de ensino localizado em Porto Feliz.

História[editar]

Busto monsenhor seckler.JPG

A necessidade de se construir em Porto Feliz um estabelecimento de ensino, que desse continuidade aos primeiros estudos ministrados nos Grupos Escolares e nas escolas rurais, foi captada por um conjunto de pessoas que se reuniam no Rotary Club de Porto Feliz, na segunda metade da década de 1940, e que se manifestaram em artigos no jornal local “A Comarca”.

Início dos trabalhos de construção da Escola Monsenhor Seckler.

Em 1947, o Rotary Club organizou a Sociedade “Ginásio das Monções S/A”, coletando verbas através de um Livro de Ouro e conseguindo, com o prefeito Lauro Maurino, a transferência de um terreno doado por Monsenhor Seckler para um Instituto de Menores. O Monsenhor impôs que, se dentro de 02 anos, as obras da escola não começassem, a ideia do Instituto retornaria.

O deputado José Rameiro Pereira apresentou o Projeto de Lei nº 158, de 09/09/1947, que criava um Ginásio Estadual em Porto Feliz, que foi aprovado e tornou-se a Lei nº 75, de 23/02/1948. O governador Adhemar de Barros lançou a pedra fundamental do Ginásio em 03/09/1947. Infelizmente o Monsenhor Seckler, um dos grandes batalhadores pela conquista dessa escola, faleceu em 20/11/1947, e teve seu nome perpetuado na mesma, em 1952.

No dia 30 de março de 1950, a ata de fundação foi lavrada e a escola funcionaria, provisoriamente, no “Grupo Escolar Coronel Esmédio”, até 1962, quando as obras no terreno cedido pelo Monsenhor se concretizaram, com a ajuda, inclusive, de verbas recebidas da Fábrica de Tecidos Nossa Senhora Mãe dos Homens.

Biografia do Patrono[editar]

Monsenho Seckler.jpg

José Rodrigues Seckler, filho de Antônio Seckler e Maria Rodrigues Seckler, sitiantes de situação humilde, nasceu em Porto Feliz, em 05/11/1868. Quando criança, auxiliava o pai tangendo carro de boi na condução de cana-de-açúcar para o Engenho Central de Porto Feliz. Entrou no Seminário de São Paulo e formou-se em 28/02/1896, aos 28 anos, em Filosofia e Teologia, exercendo as funções de Mestre de Disciplina, onde adquiriu grande cultura humanística e revelou-se notável orador.

Monsenhor Seckler ao lado de Políticos da época.

Após ordenado, viajou para Roma, percorrendo toda a Europa, visitando a Gruta de N. S. de Lourdes, na França e os lugares santos no Oriente Próximo. Regressando ao Brasil, o Monsenhor iniciou sua carreira apostólica, sendo coadjutor em Jundiaí e Bragança e, posteriormente, pároco em São Simão, Piracicaba, São Paulo (Brás), São Carlos, São José do Rio Preto, Bocaína, Viradouro e Taquaritinga. Até que em 1923 foi nomeado pároco em Porto Feliz. Nesses lugares, deixou fundadas várias entidades religiosas e assistenciais.

Em sua cidade natal, Monsenhor Seckler fundou a Associação N.S. do Rosário; foi provedor e capelão da Santa Casa de Misericórdia; um dos fundadores da Fábrica de Tecidos N.S. Mãe dos Homens e, também, vereador. Participou da luta por um Ginásio Estadual em Porto Feliz, doando parte de suas terras para a construção da atual Escola Estadual Monsenhor Seckler. Era um homem religioso e engajado na luta pelas conquistas sociais. Faleceu em 20/11/1947, aos 79 anos.

Mais imagens com jornais da época que conclamavam a construção da Escola Monsenhor Seckler, podem ser encontradas no final desta página na galeria de fotos.

Galeria de imagens[editar]

Bibliografia[editar]

  • Mário Pires (1957). Biografia de uma escola. História do Ginásio Estadual "MONSENHOR SECKLER" de Porto Feliz. I 1ª ed. Porto Feliz: Editora Ex Libris. 93 páginas 

Referências

Ícone de esboço Este sobre escolas ou colégios é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  • Portal de São Paulo
  • Portal do Brasil
  • Portal da educação


Outros artigos dos temas São Paulo E Brasil E EducaçãoLaboratório de Teoria Social, Filosofia e Psicanálise, Escola Técnica de Paulínia, Ranieri Mazzilli, Escola Italiana Eugenio Montale

Outros artigos dos temas São Paulo E BrasilSilvia Abravanel, TV PinGuim, Higor Vinicius Nogueira Jorge, MTV Brasil, Daniela Abravanel, Lazaro Rocha Oliveira, São Paulo (estado)

Outros artigos dos temas São Paulo E EducaçãoCentro Acadêmico Luiz de Queiroz, Ranieri Mazzilli, Escola do Futuro da Universidade de São Paulo, Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia da PUC-SP, Escola Técnica de Paulínia, Luciano Henrique Trindade, Universidade de Taubaté

Outros artigos dos temas Brasil E EducaçãoCarlos Drummond de Andrade, João Goulart, Ranieri Mazzilli, Escola Estadual Alberto Giovannini, Centro Universitário de Maringá, Universidades municipais do Brasil, Escola Técnica de Paulínia

Outros artigos do tema São Paulo : TV Bandeirantes Paulista, Adriano Campanhole, Giovani Tozi, São Paulo (cidade), Escola Italiana Eugenio Montale, TV Bandeirantes Mais, João Egberto Camargo

Outros artigos do tema Brasil : Mr. Kill, Prêmio Jabuti, Lista de emissoras do Sistema Brasileiro de Televisão, Relações entre Brasil e Espanha, Luiz Carlos Alborghetti, Grupos regionais do Miss Mundo Brasil, Relações entre Alemanha e Brasil

Outros artigos do tema Educação : Aluno, Otávio Avancini, Dilma Rousseff, Ernani Maletta, Universidades municipais do Brasil, Campus do Centro de Ciências Médicas, Departamento de Ciências Humanas do Campus I da Universidade do Estado da Bahia


Este artigo "Escola Estadual Monsenhor Seckler" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Escola Estadual Monsenhor Seckler.