Welcome to EverybodyWiki 😃 ! Nuvola apps kgpg.png Log in or ➕👤 create an account to improve, watchlist or create an article like a 🏭 company page or a 👨👩 bio (yours ?)...

Etec Prefeito José Esteves

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki


Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade. Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Escola Técnica Estadual Prefeito José Esteves, criada em 1957, pela Lei nº 4.377, de 16 de novembro do mesmo ano. Quando de sua criação, recebeu a denominação de Escola de Iniciação Agrícola de Cerqueira César, sendo comumente designada Colégio Agrícola de Cerqueira César. As instalações do colégio agrícola se deram numa gleba de terras de 24,20 hectares, doação do Sr. José Esteves, então prefeito municipal do município de Cerqueira César, à época, e entusiasta e incentivado da educação.

A escola recebeu, posteriormente, e em homenagem ao Sr. José Esteves, o seu nome, tendo-o como patrono. É considerada a data do aniversário 24 de outubro, data do nascimento do Sr. José Esteves, também como a data de aniversário da Etec Prefeito José Esteves.

História[editar]

A escola foi formalmente instalada em 04 de outubro de 1963, por ato do Governo do Estado de São Paulo, e passou a funcionar a partir de 1964, tendo em seu início o Curso Vocacional Agrícola, para alunos do sexo masculino entre 11 a 14 anos. O curso tinha ainda como pré-requisitos: grau de escolaridade equivalente à 3ª série do Ensino Fundamental; para admissão no colégio agrícola o aluno deveria ter procedência da zona rural.

Em 1968, com base no Decreto Estadual nº 51.064, de 16 de dezembro de 1968, houve a expansão do ensino agrícola (em todo o estado), e por decorrência do mesmo, transformou a escola em Colégio Técnico Agrícola, havendo a previsão de instalação de cursos pelo plano especial da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Entre os anos de 1969 e 1970, o Colégio Técnico Agrícola ofereceu vagas iniciais para o curso ginasial agrícola. Em 1972 foi oferecido o curso Monitor Agrícola, em nível de formação do Ensino Fundamental, modalidade suplência, com duração de cinco semestres letivos (dois anos e meio). Foram cursos que não ofereceram novas turmas, pois não tiveram continuidade nos anos subsequentes.

Depois de ser subordinado à Secretaria de Estado da Educação, o Colégio Agrícola, assim como os demais colégios agrícolas do Estado de São Paulo, passaram para a Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia, Divisão de Ensino Tecnológico e, depois, transferidos para o Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza (Centro Paula Souza), em 1994, mantendo inicialmente o curso integrado de Técnico em Agropecuária.

A partir de 1997 o Centro Paula Souza promoveu diversas alterações nas "Escolas Agrícolas", em todo o Estado de São Paulo. Entre alterações de denominações de cursos (passaram a oferecer os cursos de Técnico de Agropecuária, Técnico em Administração Rural), foi autorizado a abertura na Unidade de Cerqueira César de turmas no período integral (Técnico em Agropecuária) e turmas na manhã e noite (Técnico em Administração Rural). À partir de 1998, sob a vigência da nova LDB 9394/96 e Decreto 2.208/97, a implantação do curso de Técnico em Pecuária (regime modular de três semestres, tendo como pré-requisito a conclusão da 1ª série do Ensino Médio). No mesmo ano, a partir de julho, foi implantando o curso de Técnico em Administração (período noturno), observando e obedecendo as mesmas regras e moldes fixados pela LDB 9394/96, e orientações curriculares estabelecidas pelo Centro Paula Souza.

Nos anos seguintes, de acordo com a demanda e interesse dos alunos, manteve-se o oferecimento de cursos técnicos em Agricultura ou Pecuária, no período da tarde e de Administração Rural ou Gestão da Empresa Rural no período da noite. A partir do segundo semestre de 2002, passou também a ser ministrado o Curso Técnico em Meio Ambiente, no período da noite. Até que, em 2009, retorna o curso técnico em Agropecuária no período da tarde.

Com base na nova política educacional do governo estadual, com o ênfase em cursos de formação profissional para jovens e adultos, em 2002 a ETEC passou a receber investimentos em manutenção do prédio e instalações, aquisição de materiais e equipamentos, modernizando-se e podendo, assim, ampliar o número de cursos e vagas oferecidos em seus cursos técnicos.

Em 2010 implantou os Telecursos Tec, convênio do Centro Paula Souza com a Fundação Roberto Marinho, modalidade semi-presencial, cursos de Técnico em Administração e Técnico em Secretariado, ambos da área de Gestão. Atualmente os cursos não são mais oferecidos.

Por nova reformulação na legislação educacional, concernente ao ensino profissional, retornam os cursos integrados (ensino médio e técnico), com os cursos sendo oferecidos em regime integral. Assim, em 2012 implanta-se o curso de Técnico em Meio Ambiente, e a partir de 2014, novamente passa a ser oferecido o Técnico Integral em Agropecuária, agora denominado Ensino Técnico Integrado ao Médio em Agropecuária (ETIM).

Por proposta do Centro Paula Souza, em convênio com Prefeituras Municipais, foram oferecidos cursos técnicos em regime de classes descentralizadas; em 2005, na cidade de Taquarituba, os cursos de Administração e Informática; em 2006, em Avaré, cursos de Administração e Nutrição e Dietética, em 2010, em Timburi, curso de Cafeicultura, e em 2014, em Manduri, curso de Contabilidade (até 2018).

Cursos[editar]

Atualmente (2019) são oferecidos os cursos ETIM de Administração (desde 2018), ETIM de Agropecuária, estes em regime integral, e os do período noturno de Administração, Desenvolvimento de Sistemas, Agropecuária (projeto pioneiro de implantação do curso técnico em agropecuária no período noturno), Meio Ambiente e Alimentos.[1]


Ver também[editar]

  • FATEC
  • Etec
  • Lista de Escolas Técnicas Estaduais do Estado de São Paulo

Ligações externas[editar]

Referências


Este artigo "Etec Prefeito José Esteves" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Etec Prefeito José Esteves.