You can edit almost every page by Creating an account. Otherwise, see the FAQ.

França 0–1 Senegal (Copa do Mundo de 2002)

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki


França 0–1 Senegal
Evento Copa do Mundo FIFA de 2002
Data Sexta-feira, 31 de maio de 2002
Local Seul World Cup Stadium, Seul
Árbitro =Emirados Árabes UnidosUAE Ali Bujsaim
Público 62 561

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

A partida entre França e Senegal foi realizada em 31 de maio de 2002,[1] e foi o jogo de abertura da Copa do Mundo de 2002 sediada por Coreia do Sul e Japão.

O triunfo senegalês, por 1 a 0 (gol de Papa Bouba Diop), foi, juntamente com a vitória da Coreia do Sul por 2 a 1 sobre a Itália, a maior zebra da competição e uma das maiores da história do futebol.[2]

Cenário Pré-Jogo[editar]

Com experiência futebolística muito maior que o Senegal, a França era, ao lado da Argentina, uma das favoritas ao título da Copa de 2002, credenciada pelos títulos da Copa de 1998, da Eurocopa de 2000 e da Copa das Confederações de 2001.

No lado senegalês, após um início claudicante nas eliminatórias, os "Leões de Teranga" garantiram a classificação com goleada por 5 a 0 sobre a Namíbia, resultado que eliminava os tradicionais Egito e Marrocos. A prova de fogo seria na Copa Africana de Nações, onde o Senegal, jogando um futebol ofensivo, ficaria com o vice-campeonato (Camarões ficaria com o título após vitória nos pênaltis por 3 a 2).

O jogo[editar]

Em 31 de maio, França e Senegal disputariam o jogo de abertura da Copa de 2002, no Seul World Cup Stadium. Do lado gaulês, a defesa composta por Fabien Barthez, Lilian Thuram, Frank Leboeuf, Marcel Desailly (promovido a capitão após a despedida de Laurent Blanc, em 2000) e Bixente Lizarazu; no meio, Patrick Vieira e Emmanuel Petit armavam as jogadas para o quarteto ofensivo formado por Sylvain Wiltord, Youri Djorkaeff, David Trezeguet e Thierry Henry. Porém, os franceses sentiram um baque com a ausência de Zinédine Zidane, afastado com uma lesão muscular — Robert Pirès e Christian Karembeu, também lesionados, nem viajaram com a delegação. — Pela equipe africana, 21 atletas atuavam no próprio futebol francês (apenas os goleiros-reservas, Omar Diallo e Kalidou Cissokho, jogavam na África, por Olympique Khouribga e ASC Jeanne d'Arc, respectivamente; Cissokho, inclusive, era o único jogador que defendia uma equipe local).

Antes do jogo, esperava-se uma goleada da Seleção Francesa, ou uma vitória simples — mas o Senegal apostava no contra-ataque e nas investidas rápidas de El-Hadji Diouf, perturbando a dupla de zaga Desailly-Leboeuf, mas o atacante era frequentemente pego em impedimento. — A França tentava chutes de fora da área, quase sempre interceptadas por Tony Sylva, exceto uma finalização de Trezeguet que explodiu na trave. Dominando o meio-campo, o Senegal marcou seu primeiro gol na história das Copas aos 31 minutos, quando Diouf cruzou para a área, e aproveitando o enrosco entre Petit e Barthez, Bouba Diop finalizou duas vezes antes de mandar para o gol. Na comemoração, os jogadores senegaleses comemoravam dançando ao lado da bandeira de escanteio, rodeando a camisa de Bouba Diop. Com o gol marcado, os "Leões de Teranga" fecharam-se na defesa.

Bombardeio francês no segundo tempo e a "zebra" senegalesa[editar]

No segundo tempo, Les Bleus voltaram com mais ímpeto no ataque, passando a incomodar a defesa do Senegal. A partir dos 10 minutos, iniciava-se um bombardeio francês ao gol de Sylva: em cruzamento de Thuram, Trezeguet cabeceou à direita do gol; um minuto depois, Henry recebeu cruzamento da direita e, mesmo livre, cabeceou sem precisão. Aos 12 minutos, Djorkaeff chuta forte e Sylva defende. Em cobrança de escanteio, Vieira cabeceou para nova defesa do goleiro senegalês. Para tentar melhorar a situação, o técnico francês Roger Lemerre coloca o atacante Christophe Dugarry no lugar de Djorkaeff — ele, porém, foi deslocado para o meio-campo. — Fadiga quase decidiu a partida aos 19 minutos, quando, em jogada individual, driblou Leboeuf e chutou forte. A bola acertou o travessão. Dois minutos depois, a resposta francesa: Henry recebeu na área e finalizou com força, mas a bola bateu novamente no travessão.

Nos minutos finais, com o jovem atacante Djibril Cissé no lugar de Wiltord, a França continuava atacando, mas a maioria das finalizações não foi bem-sucedida. Em uma delas, aos 40 minutos, Leboeuf chutou forte para mais uma defesa de Sylva. Quatro minutos depois, Cissé desferiu mais um chute forte, mas o goleiro senegalês impediu o gol, garantindo a surpreendente vitória dos "Leões de Teranga".

Detalhes[editar]

31 de maio França França 0 – 1  Senegal Seul World Cup Stadium, Seul
20:30 (UTC+9)
Relatório Diop Gol marcado aos 30 minutos de jogo 30' Público: 62561
Árbitro: =Emirados Árabes UnidosUAE Ali Bujsaim
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
França
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Senegal
GK 16 Fabien Barthez
LD 15 Lilian Thuram
Z 18 Frank Leboeuf
Z 8 Marcel Desailly Capitão
LE 3 Bixente Lizarazu
V 4 Patrick Vieira
V 17 Emmanuel Petit Penalizado com cartão amarelo após 47 minutos 47'
MC 11 Sylvain Wiltord Substituído após 81 minutos de jogo 81'
MC 6 Youri Djorkaeff Substituído após 60 minutos de jogo 60'
AT 12 Thierry Henry
AT 20 David Trezeguet
Reservas:
GK 1 Ulrich Ramé
GK 23 Grégory Coupet
LE 2 Vincent Candela
DC 5 Philippe Christanval
V 7 Claude Makélélé
AT 9 Djibril Cissé Entrou em campo após 81 minutos 81'
MC 11 Zinédine Zidane Lesionado
LE 13 Mikaël Silvestre
V 14 Alain Boghossian
LD 19 Willy Sagnol
AT 21 Christophe Dugarry Entrou em campo após 60 minutos 60'
MC 23 Johan Micoud
Técnico:
França Roger Lemerre
GK 1 Tony Sylva
LD 17 Ferdinand Coly
Z 13 Lamine Diatta
Z 4 Pape Malick Diop
LE 2 Omar Daf
MC 6 Aliou Cissé Capitão Penalizado com cartão amarelo após 51 minutos 51'
MC 14 Moussa N'Diaye
MC 19 Papa Bouba Diop
MC 15 Salif Diao
AT 10 Khalilou Fadiga
AT 11 El Hadji Diouf
Reservas:
GK 16 Omar Diallo
GK 22 Kalidou Cissokho
V 3 Pape Sarr
Z 5 Alassane N'Dour
AT 7 Henri Camara
AT 8 Amara Traoré
AT 9 Souleymane Camara
V 12 Amdy Faye
AT 18 Pape Thiaw
AT 20 Sylvain N'Diaye
LD 21 Habib Beye
MC 23 Makhtar N'Diaye
Técnico:
França Bruno Metsu

Assistentes:
Arábia Saudita Al Al-Traifi
Argentina Jorge Rattalino
Quarto árbitro:
México Felipe Ramos Rizo

Notas[editar]

  • Esta foi a primeira - e até hoje, única - partida entre França e Senegal na história.

Referências

  1. «Ficha do jogo». Futpédia. Consultado em 21 de julho de 2015 
  2. «Senegal surpreende a França e provoca primeira surpresa da Copa». UOL Esporte - Copa de 2002. Consultado em 31 de maio de 2002 
Este sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.



Outros artigos do tema Futebol : Pedro Riquet, Campeonato Alagoano de Futebol da Segunda Divisão de 1942, Campeonato Amapaense de Futebol de 1984, Bruno Centeno, Camarões-Itália em futebol, Final do Campeonato Mineiro de Futebol de 2007, Fabrício Silva Costa


Este artigo "França 0–1 Senegal (Copa do Mundo de 2002)" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:França 0–1 Senegal (Copa do Mundo de 2002).



Read or create/edit this page in another language[editar]