Welcome to EverybodyWiki 😃 ! Nuvola apps kgpg.png Log in or ➕👤 create an account to improve, watchlist or create an article like a 🏭 company page or a 👨👩 bio (yours ?)...

Igreja, classe trabalhadora e democracia

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki


"Igreja, classe trabalhadora e democracia" é um livro organizado por T. R. Corbi publicado em 1985 pela editora católica Paulinas que trás as resoluções da IV Semana do Trabalhador, realizada na Igreja Matriz de São Bernardo co Campo de 23 a 27 de julho de 1984. [1][2][3]

Igreja, classe trabalhadora e democracia
Autor(es) Dom Paulo Evaristo Arns, Joelmir Beting, João Pedro Stédile, Dom Marcelo Pinto Carvalheira, Sérgio Haddad
Idioma Língua portuguesa
Série O povo quer viver
Editora Paulinas
Editor José Joaquim Sobral
Páginas 87
ISBN 85-05-00358-6

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Estrutura do livro


O livro é dividido em cinco textos sobre variados assuntos ligados a Igreja progressista da década de 80.

  • "20 anos depois: crescimento e pobreza": o jornalista Joelmir Beting faz uma análise da situação econômica em que o país se encontra no momento, dívida externa, acumulação de renda no Brasil e as camadas sociais do país.
  • "Educação: direito ou privilégio?": o pedagogo Sérgio Haddad traz discussão ao atual sistema escolar, as suas contradições e o déficit educacional vividos no Brasil.
  • "Democracia e posse da terra": o ativista João Pedro Stédile discute os problemas agrários e analisa possíveis condições para acontecer a reforma agrária.
  • "Vida e Morte no Nordeste": o bispo Marcelo Pinto Carvalheira conta as dificuldades vividas pelas dioceses no Nordeste do país e as dificuldades impostas ao povo nordestino pela falta do acesso a água por condições climáticas e pelo monopólio aquífero submetido aos latifundiários e o corporativismo da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste.
  • "Igreja, povo e 20 anos do regime militar": o arcebispo Dom Paulo Evaristo Arns discute a situação sindical que o país encontra-se, os desafios e a supressão realizada pela Ditadura militar brasileira. Conta também casos de torturas feitas a operários por agentes do Estado e conta um pouco dos bastidores da missa realizada na Catedral da Sé no dia 30 de Março de 1973, em homenagem a Alexandre Vannucchi Leme, aluno de geologia da USP morto pela ditadura. [4]

Referências


  1. Corbi, T. R. (1985). Igreja, classe trabalhadora e democracia. SP: Paulinas. pp. 5–87 
  2. RODRIGUES, Cátia (2009). A arquidiocese de São Paulo na gestão de D. Paulo Evaristo Arns (1970-1990). São Paulo: USP. 154 páginas 
  3. Arns, Paulo Evaristo (1985). Igreja, classe trabalhadora e democracia: IV Semana do Trabalhador, 23-27 de julho, 1984, São Bernardo do Campo-SP. [S.l.]: Edições Paulinas. ISBN 9788505003580 
  4. «Alexandre Vannucchi Leme». Memórias da ditadura. Consultado em 30 de junho de 2019 


Este artigo "Igreja, classe trabalhadora e democracia" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Igreja, classe trabalhadora e democracia.