You can edit almost every page by Creating an account. Otherwise, see the FAQ.

Impactos da pandemia de COVID-19 na educação brasileira

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki


Este artigo ou seção pode conter informações desatualizadas.

Se sabe algo sobre o tema abordado, edite a página e inclua informações mais recentes, citando fontes válidas. Utilize o campo de resumo para uma breve explicação das alterações e, se achar necessário, apresente mais detalhes na página de discussão.

Este artigo ou seção é sobre um evento atual. A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (editado pela última vez em 14 de janeiro de 2023)
Manifestação a favor das aulas presenciais nas escolas durante a pandemia em Minas Gerais, em função dos impactos negativos causados pelas paralisações.

A pandemia de coronavírus 2019-2020 afetou os sistemas educacionais em todo o Brasil, levando ao fechamento generalizado de escolas, universidades e faculdades.

Crianças com deficiência muitas vezes são prejudicadas por condições pandêmicas da sala de aula. O ensino à distância é desafiador para muitos alunos, mas pode ser ainda mais desafiador para alunos com necessidades de aprendizagem.[1]

Cronologia[editar]

Março[editar]

  • Em 18 de março, o governador do estado de Minas Gerais, anunciou que as aulas na região da capital do estado Belo Horizonte eram canceladas indefinidamente.
  • Em 20 de março começam a existir fechamentos de escolas "localizados" (em oposição a "nacionais"), segundo a UNESCO.

Abril[editar]

  • Em 1 de abril, o presidente Jair Bolsonaro, publica uma medida provisória que desobriga as instituições de ensino a cumprirem o mínimo de 200 dias letivos exigidos por lei, desde que mantidas as 800 horas mínimas de aula.[2]

Junho[editar]

  • Em 20 de junho, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) criou uma enquete para ajudar na escolha das novas datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. A votação foi de caráter consultivo.[3]

Julho[editar]

  • Em 7 de julho, o Conselho Nacional de Educação (CNE) aprova um parecer com sugestões para organizar a volta às aulas onde sugere que escolas públicas e privadas evitem a reprovação dos estudantes pois, embora muitas instituições estejam oferecendo aulas remotas por causa da pandemia do coronavírus, nem todos os alunos conseguem ter acesso.[4] Um exemplo é o da região de Parintins, no Amazonas, onde os alunos têm assistido as aulas pelo rádio, única plataforma disponível, através do projeto “Aprendendo em casa pelas ondas do rádio.” Projeto que fornece acompanhamento remoto de Língua Portuguesa e Matemática.[5]
  • Em 8 de julho, o Ministério da Educação (MEC) anunciou as novas datas do Enem 2020, que será realizado em 17 e 24 de janeiro de 2021 (prova impressa) e em 31 de janeiro e 7 de fevereiro (prova digital). A decisão das novas datas divergiram dos resultados da enquete, motivando críticas do movimento estudantil, como a UNE, UBES e ANPG.[6]

Referências

  1. «Educação especial em tempos de pandemia - Instituto de Educação Especial». Consultado em 16 de junho de 2021 
  2. Lupion, Bruno (5 de abril de 2020). «Como a pandemia de coronavírus impacta o ensino no Brasil». noticias.uol.com.br. Consultado em 18 de julho de 2020 
  3. «Inep abre enquete para que estudantes votem em datas do Enem». Folha de S.Paulo. 20 de junho de 2020. Consultado em 18 de julho de 2020 
  4. JC (8 de julho de 2020). «Conselho propõe que escolas evitem reprovar em 2020 por conta da pandemia do coronavírus». JC. Consultado em 18 de julho de 2020 
  5. Schlindwein, Luciane Maria; Trindade, Patrícia dos Santos; Leal, Gyane Karol Santana (1 de dezembro de 2020). «Infância e pandemia: conhecimento nas ondas do rádio em Parintins/AM». Linhas Críticas: 1–18. ISSN 1516-4896. doi:10.26512/lc.v26.2020.33999. Consultado em 29 de março de 2021 
  6. «Data do Enem 2020 é criticada por entidades estudantis; veja nota». G1. Consultado em 18 de julho de 2020 

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).



Outros artigos dos temas COVID-19 E BrasilResposta governamental à pandemia de COVID-19 no Brasil

Outros artigos dos temas Brasil E EducaçãoLista de instituições de graduação em Relações Internacionais no Brasil, Epitácio Pessoa, As Ciências no Brasil, Escola Técnica de Paulínia, Nilo Peçanha, Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais, Escola Paulo da Gama

Outros artigos do tema COVID-19 : Faltas relacionadas com a pandemia da COVID-19, Negacionismo da COVID-19, Produções televisivas suspensas devido à pandemia de COVID-19, Pierre Teodósio Félix, Resposta governamental à pandemia de COVID-19 no Brasil, Programas de televisão impactados pela pandemia de COVID-19, CEI da Prevent Senior

Outros artigos do tema Brasil : Roberto Carlos Especial (programa de televisão de 1976), Escola Estadual Alberto Giovannini, Projeto Porta Aberta, TV!, Marcynho Sensação, Guatiedéos, Rede Super

Outros artigos do tema Educação : Unidade Baiana de Ensino, Pesquisa e Extensão, Departamento de Ciências Humanas do Campus I da Universidade do Estado da Bahia, Escola Estadual Governador Juscelino Kubitschek, Instituto das Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável da Universidade Federal da Bahia, Universidade de Taubaté, Faculdade dos Guararapes, Coleção Schaum


Este artigo "Impactos da pandemia de COVID-19 na educação brasileira" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Impactos da pandemia de COVID-19 na educação brasileira.



Read or create/edit this page in another language[editar]