Welcome to EverybodyWiki ! Nuvola apps kgpg.png Sign in or create an account to improve, watchlist or create an article like a company page or a bio (yours ?)...

Instituto Baccarelli

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Instituto Baccarelli é uma associação civil, sem fins lucrativos (ONG) que tem por missão oferecer formação musical e artística de excelência proporcionando desenvolvimento pessoal e criando a oportunidade de profissionalização, com foco em crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social. Localizada na comunidade de Heliópolis, que fica na Zona Sul de São Paulo, a entidade gerencia os programas: Coral da Gente, de iniciação e aperfeiçoamento em canto coral com técnicas de expressão cênica; Orquestra do Amanhã, de iniciação e aprimoramento em estudo de instrumentos e Sinfônica Heliópolis, de prática orquestral. Com os resultados obtidos ao longo dos anos junto ao público beneficiado, o Instituto Baccarelli conquistou o respeito da iniciativa pública e privada. Sendo assim, conta desde 1998 com o apoio da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) e, atualmente, conta com um Mantenedor-Fundador: Eletrobrás e três Mantenedores-Ouro: Volkswagen, Instituto Votorantim e Petrobras, além de um Mantenedor-bronze: Comgás. Hoje, conta com mais de 1300 crianças e jovens a partir de 04 anos, na sede do Instituto. Há uma grande preocupação em montar uma equipe de alta qualidade com vistas à profissionalização dos alunos. Entre os professores, estão alguns dos melhores regentes infanto-juvenis e instrumentistas do país, que, além de dominarem a técnica de ensino, também são modelos de comportamento a serem seguidos pelas crianças e jovens que estão em processo de formação de caráter e começam a pensar em uma carreira.

Utilizando a arte como ferramenta, o Instituto Baccarelli tornou-se um importante agente transformador e pretende ampliar sua atuação. Para isso, cerca-se de uma equipe profissional e apaixonada, que cumpre o papel de formar não apenas artistas, mas, também, jovens capazes de seguir seus sonhos e mudar a realidade de suas famílias.

História[editar | editar código-fonte]

Comovido com o incêndio ocorrido na comunidade de Heliópolis em 1996, o maestro Sílvio Baccarelli decidiu colocar em prática o sonho que alimentou durante toda sua carreira: ensinar música às populações economicamente menos favorecidas. Para dar início ao seu trabalho, o maestro procurou uma escola pública da região, a qual sugeriu ensinar instrumentos de orquestra para crianças e adolescentes da escola. Apesar das dificuldades iniciais, em alguns meses, cerca de 36 jovens iniciaram o estudo de cordas - violinos, violas, violoncelos e contrabaixos - no Auditório Baccarelli, de propriedade do maestro, localizado na Vila Mariana.

Inicialmente, a estrutura fornecida aos alunos, bem como transporte e alimentação, eram pagos com os recursos do próprio maestro. A partir de 1998 profissionais ligados ao maestro aderiram ao projeto, e passaram a trabalhar para inscrevê-lo na Lei Nacional de Incentivo à Cultura.

Atualmente, vários são os projetos promovidos pelo Instituto Baccarelli, que possui a nomenclatura oficial desde 2004, para reunir os projetos desenvolvidos, e que com o decorrer do tempo, se aperfeiçoaram.

Em 2008, o Instituto Baccarelli foi o enredo da escola de samba Vai-Vai,[1] que acabou sagrando-se campeã.[2]

Apoio[editar | editar código-fonte]

Todos os projetos são mantidos por patrocinadores, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura - a Lei Rouanet (Lei nº 8.313 de 23 de dezembro de 1991), com os seguintes patrocinadores:

Parceiros Ouro: Eletrobras, Volkswagen, Instituto Votorantim e Petrobras

Parceiro Bronze: Comgás

Além dos Parceiros Institucionais: Aidar SBZ Advogados, Setor 2 e meio, White Propaganda, Cel Lep e English For All.

Projetos[editar | editar código-fonte]

O instituto atualmente trabalha três diferentes projetos Musicalização, Orquestra do Amanhã, Coral da Gente, Orquestra Juvenil Heliópolis e Sinfônica Heliópolis.

Sinfônica Heliópolis[editar | editar código-fonte]

A Sinfônica Heliópolis promove prática orquestral refinada e conhecimento de repertório sinfônico a alunos avançados do Instituto Baccarelli, oriundos da comunidade, de outras regiões do país e até estrangeiros. Isaac Karabtchevsky, renomado maestro brasileiro, é diretor artístico e regente titular da orquestra, que tem Zubin Mehta, regente vitalício da Filarmônica de Israel, como patrono.

Atualmente com 86 músicos, a orquestra já foi regida por maestros como Peter Gülke, Yutaka Sado e Zubin Mehta; tocou ao lado de grandes solistas eruditos, como Julian Rachlin, Erik Schumann, Leonard Elschenbroich, Arnaldo Cohen, Jean Louis Steuerman e Antonio Meneses; além de artistas populares, como João Bosco, Toquinho, Luiz Melodia e Paula Lima.

Também acumula grandes experiências em importantes palcos, como Sala São Paulo; Theatros Municipais de São Paulo e do Rio de Janeiro; Gasteig (Alemanha) e Muziekgebouw (Holanda); e participou de importantes eventos, como o Festival Beethoven em Bonn – cidade natal do compositor; o concerto para o Papa Bento XVI na Catedral da Sé; o Rock In Rio com Mike Patton e gravação da Trilha sonora da novela da Globo “Pedacinho de chão”.

Sua história remonta ao ano de 1996, quando sob a coordenação do maestro Sílvio Baccarelli, um grupo de 36 alunos da comunidade de Heliópolis deu origem a uma orquestra de cordas. Em 2004 a direção da instituição pôs em prática o sonho de formar uma orquestra sinfônica. Para isso, seria necessário encontrar estudantes que estivessem em nível similar de conhecimento musical com relação ao grupo já existente. Percebendo a dificuldade de atingir esse objetivo somente com moradores da comunidade de Heliópolis e, entendendo que a diversidade no grupo seria a maneira mais plena de praticar inclusão social, foram abertos testes para estudantes de música de todos os estados do Brasil.

Atingiu a conotação de um grupo artístico de qualidade, preparado para tocar junto a grandes solistas brasileiros e internacionais, como Erik Schumann ou artistas populares brasileiros, como Zizi Possi, Toquinho, Edu Lobo, Ivan Lins, Antônio Nóbrega, Bete Carvalho, Leila Pinheiro, Luiz Melodia e João Bosco. Atualmente é uma orquestra composta por 80 músicos, entre os quais estão os alunos que mais se desenvolveram ao longo de todo o processo educativo proposto.

Reflete o resultado da estrutura de ensino sólida oferecida pelo Instituto Baccarelli, sem a qual não atingiria o nível atual, e alavanca retorno de imagem impactante, tanto para a entidade, como para a comunidade que leva em seu nome.

Esse reconhecimento é, muitas vezes, revertido em cachês artísticos e doações para participações em eventos, gerando grande representatividade no orçamento anual do Instituto – que busca diferentes alternativas para sua sustentabilidade.

Para acompanhar esse ritmo profissionalizante, os alunos recebem mensalmente um auxílio financeiro que chega a até mil reais. Além disso, praticam outra alternativa do mercado de trabalho da música ao atuarem como professores assistentes dos alunos iniciantes que acabaram de ingressar no mundo musical. Vale destacar que, ao ensinarem os alunos iniciantes, estes jovens tornam-se multiplicadores do conhecimento adquirido e retribuem ao Instituto aquilo que receberam. Também vale citar a participação em grandes produções televisivas, como: Central da Periferia, Estação Globo, Criança Esperança e Programa do Jô. Outro importante apoio é o do empresário Antônio Ermírio de Moraes, que empenhou seu tempo em escrever uma peça chamada Acorda Brasil, criticando a educação no país e contando a história da orquestra e do Instituto, considerados por ele uma alternativa na formação de crianças e jovens. Em 2005 o Instituto recebeu a visita de um dos mais renomados maestros da atualidade – o indiano Zubin Mehta, que atualmente atua na Filarmônica de Israel, em Tel Aviv. O maestro ficou encantado com a qualidade artística do grupo. “Eu tenho vindo para o Brasil desde 1972. Viajei por todas as cidades, de Amazonas a Porto Alegre. Eu nunca tive a experiência que eu tive nos últimos dias, onde eu ouvi a orquestra do Instituto Baccarelli. Foi uma revelação e uma das experiências mais enriquecedoras que eu tive em muito tempo” Com essa visita, o maestro tornou-se o patrono do Instituto Baccarelli. Essa aproximação também abriu as portas do Brasil para Israel: O maestro Zubin Mehta convidou o aluno Adriano Costa Chaves para ser aluno da academia da Filarmônica de Israel. No ano seguinte, foi a vez do aluno Emerson Nazário, também de Heliópolis,e em 2010 será a vez do aluno José Batista Júnior, que está no Instituto há 3 anos. Em 2011 o Instituto Baccarelli terá como diretor artístico o renomado maestro Isaac Karabtchevsky, que comandará também a regência da Sinfônica Heliópolis. Durante 5 anos a Sinfônica foi dirigida pelo Roberto Tibiriçá, que contribuiu de forma significativa para o crescimento, progresso e refinamento artístico do grupo.

Orquestra do Amanhã[editar | editar código-fonte]

O programa Orquestra do Amanhã proporciona a crianças e adolescentes, que já passaram pelo Coral, o estudo de instrumentos sinfônicos. São eles: violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta, oboé, clarinete, fagote, trompa, trompete, trombone e percussão.

No primeiro momento, os alunos têm aulas coletivas do instrumento que escolheram. Conforme evoluem tecnicamente, passam a ter aulas individuais. O Instituto Baccarelli conta com um acervo de instrumentos que são emprestados para os alunos estudarem, além de muitas salas em que é possível agendar horas de estudo solitário.

O programa Orquestra do Amanhã conta com duas orquestras, de nível infantil e juvenil, nas quais os alunos praticam seus instrumentos em formação sinfônica, fazem ensaios de naipe, de seção e tutti, além de algumas apresentações e grupos de câmara, como quartetos e quintetos.

Coral da gente[editar | editar código-fonte]

O Coral da Gente é uma atividade para crianças e adolescentes, de 04 a 14 anos, da comunidade Heliópolis. O programa oferece aulas de técnica vocal, postura, respiração, expressão cênica, percepção e teoria musical, compondo uma sólida base para a formação de músicos.

Ministradas por professores altamente qualificados, as atividades do Coral da Gente são lúdicas e coletivas, visando um aprendizado prazeroso e uma formação que contemple o desenvolvimento de valores para a vida em sociedade.

Com um repertório diversificado, os corais do Instituto Baccarelli já realizaram apresentações em importantes espaços culturais de São Paulo, entre os quais se destacam: Sala São Paulo, Teatro Alfa, Teatro Municipal de São Paulo, Obelisco do Ibirapuera, Estádio do Morumbi, Mosteiro de São Bento, Páteo do Colégio e Catedral da Sé.

Promover o ensino de canto coral a crianças e adolescentes da comunidade de Heliópolis, em São Paulo é o objetivo do Coral da Gente, programa desenvolvido pelo Instituto Baccarelli desde o ano 2000.

As atividades representam uma introdução ao universo musical de forma mais leve e com uma grande troca entre cada grupo, e é por essa característica que o Coral da Gente atua como porta de entrada para as crianças no Instituto Baccarelli. As aulas de técnica vocal, postura, respiração e percepção musical são ministradas por profissionais conceituados e preparados pedagogicamente para trabalharem o aprendizado e o desenvolvimento dos alunos. O trabalho de expressão cênica complementa o método de ensino, tornando o aprendizado mais lúdico e envolvente ao estimular a manifestação de emoções por meio do movimento e gerar consciência do corpo no espaço.

Com um repertório diversificado e de qualidade, o Coral da Gente realiza constantes apresentações em importantes espaços culturais de São Paulo, cantando em diversos idiomas, como inglês; francês; espanhol; hebraico a até dialetos africanos.

Teve participação na música "Just a Man" da banda norte-americana Faith No More durante o festival SWU Music & Arts Festival 2011 que aconteceu na cidade de Paulínia em Novembro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências


Este artigo "Instituto Baccarelli" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Instituto Baccarelli.


Não foi possível localizar o ficheiro HTML FacebookLikeButton.html


Compte Twitter EverybodyWiki Follow us on https://twitter.com/EverybodyWiki !