Welcome to EverybodyWiki 😃 ! Nuvola apps kgpg.png Log in or ➕👤 create an account to improve, watchlist or create an article like a 🏭 company page or a 👨👩 bio (yours ?)...

Jim Matheos

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki


Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2020).
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jim Matheos (Fates Warning)
Jim Matheos (Fates Warning)


Jim Matheos
Jim Matheos
Informação geral
Também conhecido(a) como George Hideous
Nascimento 22 de novembro de 1962 (58 anos)
Origem Westfield, Massachusetts
País  Estados Unidos
Gênero(s) Metal progressivo
Ocupação(ões) Músico
Compositor
Instrumento(s) Guitarra, Baixo, Teclado
Período em atividade 1982 - atualmente
Afiliação(ões) Fates Warning
OSI
Arch/Matheos
Gordian Knot

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Jim Matheos (Westfield, 22 de novembro) é o fundador, líder, guitarrista e principal compositor da banda estadunidense de metal progressivo Fates Warning.

Embora a banda, iniciada por ele em 1982, nunca tenha emergido totalmente do cenário underground para o mainstream, sua originalidade e forma característica de compor e tocar o instrumento renderam-lhe o status de um músico visionário dentro de seu estilo.

No fim da década de 80, após três álbuns lançados com a banda (Night on Bröcken, The Spectre Within e Awaken the Guardian, lançados em 1984, 1985, e 1986 respectivamente) é lançado o álbum No Exit, que coloca a banda no 111º lugar da Billboard e é citado por especialistas o trabalho que marca o início ao chamado heavy progressivo (se antecipando inclusive a álbuns de grande destaque, como Control and Resistance do WatchTower, e When Dream and Day Unite, do Dream Theater). Os dois álbuns seguintes, Perfect Symmetry (89) e Parallels (91), ainda demonstram forte influência oitentista, embora atenuada por uma orientação mais calcada no prog do que no heavy.

Em 1993 o guitarrista grava o álbum solo First Impressions, contrariando as expectativas dos fãs de prog metal ao lançar um álbum acústico instrumental, acompanhado apenas por violino e cello. O álbum é focado no violão erudito onde o guitarrista se utiliza de afinações exóticas, fingerpicking, harmonias e sonoridades exóticas. Este álbum é constantemente comparado a trabalhos do falecido guitarrista Michael Hedges e dos grupos Shadowfax e Montreaux.

Em 1994, é lançado o álbum Inside Out, do qual segue uma turnê americana (com o Dream Theater) e uma extensa turnê européia.

No ano de 1997, após a saída de Frank Aresti e Joe DiBiase da banda, Matheos compõe o álbum A Pleasant Shade of Gray, que é considerado por muitos o ápice criativo da carreira do Fates Warning, contando com a participação de Kevin Moore (Chroma Key) nos teclados. Assim como Brave do Marillion e Operation:Mindcrime do Queensryche, A Pleasant Shade of Gray é um álbum conceitual, onde as faixas são interligadas de forma a seguir uma história ou fluxo de idéias.

Este álbum mistura estilos variados como o heavy progressivo, o industrial, o atmosférico, o clássico. Em 1999 lança o segundo álbum solo, Away With Words, dando continuidade à fórmula do trabalho anterior, mas dessa vez com uma formação mais dinâmica (Michael Mainring participa no baixo e Mark Zonder na bateria). No mesmo ano o Fates Warning lança o álbum Disconnected, entrando em curtas turnês com Nevermore e Savatage. Diante da impossibilidade de participar do recém-formado projeto Transatlantic (do qual Matheos compunha o line-up inicial, ao lado do tecladista Neal Morse e de Mike Portnoy, mas veio a declinar por problemas de agenda), em 2002 viu a possibilidade de um projeto paralelo onde viesse a trabalhar com o baterista do Dream Theater.

Surgiu assim o OSI, ou Office of Strategic Influence, que além de Matheos e Portnoy contou com Kevin Moore, além de participações de Steven Wilson e Sean Malone. Em 2002 Jim participou também do projeto instrumental Gordian Knot, capitaneado por Malone.

Em 2003 o Fates Warning participou de uma mega-turnê americana ao lado do Dream Theater e Queensryche, e em 2004 lançou o álbum FWX. Em 2005, foi lançado o DVD Live in Athens.

Discografia[editar]

Com o Fates Warning[editar]

  • Night on Bröcken (1984)
  • The Spectre Within (1985)
  • Awaken the Guardian (1986)
  • No Exit (1988)
  • Perfect Symmetry (1989)
  • Parallels (1991)
  • Inside Out (1994)
  • Chasing Time (coletânea) (1995)
  • A Pleasant Shade of Gray (1997)
  • Still Life (ao vivo) (1998)
  • Disconnected (2000)
  • FWX (2004)
  • Darkness in a Different Light (2013)

Com OSI[editar]

  • Office of Strategic Influence (2003)
  • Free (2006)
  • Blood (2009)
  • Fire Make Thunder (2012)

Com o Gordian Knot[editar]

  • Emergent (2003)

Com John Arch[editar]

  • A Twist of Fate (2003)

Com o Arch/Matheos[editar]

  • Sympathetic Resonance (2011)

Solo[editar]

  • First Impressions (1993)
  • Away With Words (1999)


  • Portal da música



Outros artigos do tema Música : Estampie, A Cantora do Brasil, Inconstancy, Lucifugum, Steve Smyth, Suíça no Festival Eurovisão da Canção 1956, Mundo Mecânico, Mundo Eletrônico


Este artigo "Jim Matheos" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Jim Matheos.