Welcome to EverybodyWiki 😃 ! Nuvola apps kgpg.png Log in or ➕👤 create an account to improve, watchlist or create an article like a 🏭 company page or a 👨👩 bio (yours ?)...

João Carlos d'Oxum

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki


Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde novembro de 2015)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

João Carlos de Oliveira, Babalorixá João Carlos de Oxum . Foi catalogado como líder responsável da Associação Cultural e Religiosa de Preservação da Cultura Africana Ilê-Ifé Axé N'Fondu Omo Oxum, na FENACAB de Salvador. Entidade que conferiu o Alvará legitimando-o ter um centro de culto à religião de matriz africana.

História[editar]

Foi iniciado (feitura de santo) no mês de Setembro de 1973, para o orixá Oxum (data esta em passou a ser chamado dentro do candomblé por Lewasy), pelo babalorixá Milton Deus dos Santos (Milton de Ogum) no Terreiro Ogum Níger em Duque de Caxias-RJ.

Como é de praxe nos ritos do candomblé deu seguimento à sua iniciação, foram feitos os rituais tradicionais de 01 ano, 03 anos e 07 anos nesta mesma casa e mesmo Babalorixá, sendo que no momento da entrega de cargo aos 07 anos, Oxum determinou que devesse ter uma casa, a qual foi fundada no dia 14 de Agosto de 1982 e inaugurada em 3 de Agosto de 1986 sob o nome de Ilê-Ifé Axé N'Fondu Omo Oxum (Terra de origem com a força dos segredos dos filhos de Oxum) na cidade de Arujá-SP. Data esta última, a qual cumpriu-se os ritos de 14 anos.

Devido à morte do babalorixá Milton d´Ogum em 20 de Junho de 1992, durante longo período ficou a procura da família de axé, pois deveria cumprir o fechamento do ciclo iniciatório, com a obrigação de 21 anos. Como neto de santo de Juvêncio de Iemanjá Ogunté (Salvador-BA), Bisneto de Manoel De Neive Branco de Oxum (Salvador-BA) e trisneto de Zé do Vapor (José Domingos de Santana) (Cachoeira-BA), procurou sua família de santo e encontrou o senhor Luis Sergio Barbosa que era Ogã e o babalaxé à frente do Terreiro Viva Deus (este fundado por Zé do Vapor em 1910).

Em 2011 ocorreram então as festividades de comemoração dos 100 anos de fundação do “Axé Zé do Vapor” no Axepó Erã Opê Oluá-Terreiro "Viva Deus" na cidade de Cachoeira e findou então o período seu iniciático com a obrigação de 21 anos (mesmo já comportando 38 anos de iniciação), como consta nos arquivos da casa na Federação Nacional do Culto Afro Brasileiro - FENACAB.

Referências

Ícone de esboço Este sobre candomblé é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Este artigo "João Carlos d'Oxum" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:João Carlos d'Oxum.