Lêda Boechat Rodrigues

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki
Lêda Boechat
 Edit this InfoBox
Nome completo Lêda Boechat Rodrigues
Nascimento 1918 (104 anos)
Carangola, Minas Gerais
Morte
Residência Rio de Janeiro
Nacionalidade brasileira
Cônjuge José Honório Rodrigues
Alma mater
Ocupação Historiadora[1]
Principais trabalhos História do Supremo Tribunal Federal
Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Lêda Boechat Rodrigues (Minas Gerais, 1918) é uma jurista e historiadora brasileira.[2]

Biografia[editar]

Lêda Boechat nasceu em 1918, na cidade de Carangola. Segundo seu colega Celso Ferreira da Cunha, ocupante da cadeira 35 da Academia Brasileira de Letras, Boechat foi a primeira classicada[3] ao curso de direito pela Faculdade de Direito do Rio de Janeiro. Durante os estudos conheceu o escritor José Honório Rodrigues, com quem se casou anos após e viveu até sua morte em 1987.[4]

Boechat tornou-se notória ao publicar uma coleção de livros sobre a suprema corte brasileira,[5] a obra intitulada História do Supremo Tribunal Federal foi lançada em 1965 e tornou-se referência na área.[6] Outros três volumes do livro foram lançados e dentre os principais assuntos estão a Junta Governativa Provisória de 1930 e a ascensão de Getúlio Vargas como presidente, além da aquisição de direitos (como habeas corpus) com o fim da ditadura militar. Por esse trabalho, ela foi indicada ao Prêmio Jabuti em 2003.[7][8]

No fim do século, viajou para os Estados Unidos e traduziu para o português muitas obras jurídicas estadunidenses, bem como artigos e ensaios publicados na revista forense. Em 1992, publicou o livro A Corte Suprema e o direito constitucional americano, que retrata a suprema corte americana. Além disso, traduziu a obra do jurista estadunidense Benjamin Cardozo.[9]

Obras[editar]

Boechat destacou-se escrevendo sobre a área jurídica.[10]

Originais[editar]

Traduções[editar]

  • DEWEY, John. The Living Thoughts of Thomas Jefferson (1940)
    • Traduzido para o português por Lêda Boechat Rodrigues sob o título de O Pensamento Vivo de Jefferson (Livraria Martins Editora, 1954)
  • SCHELLENBERG, Theodore Roosevelt.
    • Traduzido para o português por Lêda Boechat Rodrigues sob o título de A avaliação dos documentos públicos modernos (Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 1959)

Referências

  1. Brígido, Carolina (20 de novembro de 2019). «No STF, o racismo é secular». Época. Em cena em 12h11min. Consultado em 15 de janeiro de 2020. Cópia arquivada em 20 de novembro de 2019 
  2. Pinto, Almir Paziannotto (7 de maio de 2012). «O STF e o mensalão». O Estado de S.Paulo. São Paulo. Em cena em 03h05min (UTC -3). Consultado em 14 de janeiro de 2020. Cópia arquivada em 15 de janeiro de 2020 
  3. Cunha, Celso Ferreira (4 de dezembro de 1987). «Discurso de posse». Academia Brasileira de Letras. Consultado em 15 de janeiro de 2020. Cópia arquivada em 7 de março de 2018 
  4. «STF já teve dois ministros mulatos, diz historiadora». Folha de S. Paulo. São Paulo. 8 de maio de 2003. Em cena em 10h35min (UTC -3). Consultado em 14 de janeiro de 2020 
  5. Victor, Fábio (4 de fevereiro de 2012). «Errata». Folha de S. Paulo. São Paulo. Em cena em 03h30min (UTC -3). Consultado em 14 de janeiro de 2020. Cópia arquivada em 6 de junho de 2017 
  6. Rodrigues, Lêda Boechat (1991). História do Supremo Tribunal Federal. 1. Brasil: Editora Record. ISBN 9-788-520-09985-8. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  7. «Veja a lista completa dos indicados ao Prêmio Jabuti 2003». Folha de S.Paulo. São Paulo. 13 de fevereiro de 2003. Em cena em 17h45min (UTC -3). Consultado em 14 de janeiro de 2020. Cópia arquivada em 16 de fevereiro de 2003 
  8. «Confira outros indicados ao Jabuti 2003». Terra. 13 de fevereiro de 2003. Em cena em 14h04min (UTC -3). Consultado em 14 de janeiro de 2020 
  9. Batochio, José Roberto (17 de junho de 2009). «Mais respeito com o STF». O Estado de S.Paulo. São Paulo. Em cena em 00h00min (UTC -3). Consultado em 14 de janeiro de 2020. Cópia arquivada em 15 de janeiro de 2020 
  10. «Livros de: Lêda B. Rodrigues». Consultado em 15 de janeiro de 2020. Cópia arquivada em 15 de janeiro de 2020 
Ícone de esboço Este sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Outros artigos dos temas Biografias E Mulheres E LiteraturaMonica Ramalho

Outros artigos dos temas Biografias E MulheresNicole Orsini, Zoo (cantora), Isabel II do Reino Unido, Pınar Öğün, Rose Gray, Laura Petit, Lourdes Mansilla

Outros artigos dos temas Biografias E LiteraturaJoão Carlos Taveira, Josef Pieper, Cícero Galeno Lopes, Fernando Collor de Mello, Baptista Caetano Almeida Nogueira, Valter Bitencourt Júnior, Kleber Lago

Outros artigos dos temas Biografias E BrasilPatrícia Pomerantzeff, Cecil Thiré (professor), Philip Ferreira, Robson Maciel, Pelé, Alzira E, Joel Pedro da Silva

Outros artigos dos temas Mulheres E LiteraturaMonica Ramalho, Nancy Cobo, Vanessa Passos

Outros artigos dos temas Mulheres E BrasilAnitta, Zoo (cantora), Thalima Silva, Sienna Belle, Sueli Chan Ferreira, Lívia Zaruty, Fernanda Terra

Outros artigos dos temas Literatura E BrasilHélio Couto, João Carlos Taveira, Fábio Bahia, Philip Ferreira, Fernando Collor de Mello, Livro Negro do Terrorismo no Brasil, Fernando Henrique Cardoso

Outros artigos do tema Biografias : Burcu Görek, Daniele Brian Autore, Mortes por insuficiência cardíaca, Karma RX, Henik Luiz Andrade, Miguel Jamur, Rafael Goiano

Outros artigos do tema Mulheres : Sueli Chan Ferreira, Irmã Dulce, Mulheres da Bahia na política, Zilda Arns, Vanessa Passos, Zhang Haixia, Flávia Joana Brito

Outros artigos do tema Literatura : Paulo de Mesquita Lara, Raimundo Neto, 1001 Dias que Abalaram o Mundo, Luís Serrano, Literatura da Bahia, Tude Martins de Sousa, Maternidade (livro)

Outros artigos do tema Brasil : Paulo Henrique Silva Rodrigues, Aracaju, Lista dos campeões estaduais de futebol do Brasil na década de 1930, Almir Ribeiro Tavares, Lista de emissoras de televisão do Brasil, Junta Governativa Provisória de 1969, Márcio Seixas


Este artigo "Lêda Boechat Rodrigues" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Lêda Boechat Rodrigues.