Liberdade Ainda que Tardia (romance)

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki

Liberdade ainda que tardia é um romance do escritor brasileiro Álvaro Cardoso Gomes publicado pela FTD Educação em 2015, e faz parte da mesma coleção do livro O poeta que fingia, ou seja a coleção Meu Amigo Escritor. Este livro, fala do diálogo de Antônio Manuel Azevedo com Tomás Antônio Gonzaga.[1][2]

Sinopse[editar]

A narrativa se passa nos tempos que Brasil foi colônia de Portugal, a liberdade era um sonho distante, já que viviam sobre um rígido governo. Um grupo de revolucionários, decidem se reunirem quase toda semana para conversarem sobre o futuro de Vila Rica, e é nesse momento que Gonzaga, um dos integrantes do grupo, decide criar as Cartas Chilenas, poemas que criticavam o governador usando pseudônimos. Logo após estes acontecimentos,o livro apresenta uma conversa entre o poeta Tomás Antônio Gonzaga e um adolescente Antônio Manuel Azevedo. O livro tem uma dimensão didática, com temas históricos abordados ficcionalmente nas conversas entre esses dois novos amigos.[3][4]

Referências

Ícone de esboço Este sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Este artigo "Liberdade Ainda que Tardia (romance)" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Liberdade Ainda que Tardia (romance).