Welcome to EverybodyWiki 😃 ! Nuvola apps kgpg.png Log in or ➕👤 create an account to improve, watchlist or create an article like a 🏭 company page or a 👨👩 bio (yours ?)...

Lista de governantes do Brasil

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki


Esta é uma lista de governantes do Brasil.

Reis (período colonial)[editar]

Ver artigo principal: Lista de reis de Portugal

Estão nesta lista todos os reis de Portugal do período entre 1500 e 1822, incluindo os reis de Espanha do período filipino, em que Portugal esteve sob a administração da coroa espanhola.

Reis
  • D. Manuel I (1500–1521)
  • D. João III (1521–1557)
  • Regente Catarina de Áustria (1557-1562)
  • D. Sebastião (1562–1578)
  • D. Henrique (1578–1580)
  • D. Filipe I (1581–1598)
  • D. Filipe II (1598–1621)
  • D. Filipe III (1621–1640)
  • D. João IV (1640–1656)
  • Regente Luísa de Gusmão (1656-1662)
  • D. Afonso VI (1662–1683)
  • D. Pedro II (de Portugal) (1683–1706)
  • D. João V (1706–1750)
  • D. José (1750–1777)
  • D. Maria I (1777–1816)
  • D. João VI (1816–1822)

Governadores-gerais e Vice - reis[editar]

Ver artigo principal: Lista de governadores-gerais do Brasil
Bandeira do Principado do Brasil

O cargo de Governador-geral do Brasil foi criado em 1549, por D. João III. Já o cargo de Vice-rei foi instituído pela primeira vez em 1640, pelo rei D. Filipe III.

Contudo, nem todos os governadores coloniais que lhe sucederam ao longo dos setenta anos seguintes usaram o título de Vice-rei, sendo este apenas conferido à mais alta fidalguia.

A função de Vice-rei deixou de existir após a chegada de D. João VI, em 1808.

Regentes do Império[editar]

Bandeira do Reino do Brasil (setembro – outubro de 1822), utilizada anteriormente como pavilhão pessoal do Príncipe Regente.

Os regentes assumiam o comando do país na ausência do monarca.

A primeira regente foi a então princesa Leopoldina, esposa do então príncipe Pedro de Alcântara, que entre agosto e setembro de 1822 ausentou-se do Rio de Janeiro em viagem à então capitania de São Paulo, ocasião em que deu o famoso Grito do Ipiranga que marcaria nossa independência da metrópole.

No segundo período de regência foi durante a menoridade de D. Pedro II (1831- 1840) sucederam-se três fases:

  • a Regência Trina Provisória;
  • a Regência Trina Permanente; e
  • a Regência Una.

O terceiro período regencial foi ocasionado por três viagens ao exterior do imperador D. Pedro II, quando sua filha e herdeira D. Isabel assumiu os negócios de estado e assinou as duas leis que puseram fim à escravidão no Brasil: a Lei do Ventre Livre, em 1871 e sobretudo a chamada Lei Áurea, em 1888.

Lista de regentes
  • Primeiro período
    • Leopoldina de Habsburgo (1822) apenas nas ausências do marido, o Príncipe Regente e depois imperador D. Pedro I;
  • Segundo período
    • Regência Trina:
      • Marquês de Caravelas, Senador Vergueiro, Francisco de Lima e Silva (7 de abril a 17 de junho de 1831) - Regência Trina Provisória
      • Francisco de Lima e Silva, Marquês de Monte Alegre, João Bráulio Muniz (17 de junho de 1831 — 12 de outubro de 1835) - Regência Trina Permanente
    • Regência Una após o Ato Adicional de 1834:
      • Diogo Antônio Feijó (12 de outubro de 1835 — 19 de setembro de 1837) - Regência Una de Diogo Feijó (Padre Feijó)
      • Marquês de Olinda (19 de setembro de 1837 — 23 de julho de 1840) - Regência Una de Araújo Lima (Marquês de Olinda)
  • Terceiro período
    • Princesa Isabel (1870 — 1871, 1876 — 1877 e 1887 — 1888), nas ausências do pai, o Imperador D. Pedro II.

Imperadores[editar]

Ver artigos principais: Brasil Império#Imperadores do Brasil e Imperadores do Brasil

Oficialmente, o Brasil independente teve três soberanos:

  • D. João, designado imperador titular do Brasil até sua morte em 1826;
  • D. Pedro I, filho e herdeiro de D. João VI, proclamou a independência do Brasil, sendo aclamado e posteriormente coroado imperador do Brasil (1822–1831);
  • D. Pedro II, o último monarca, filho de Pedro I (1831–1889).

Chefes de Gabinete (Segundo Reinado)[editar]

Ver artigos principais: Lista de primeiros-ministros do Brasil e Lista de Chefes de Gabinete do Segundo Reinado

O cargo de Presidente do Conselho de Ministros (equivalente ao primeiro-ministro) foi criado no Império após a reforma constitucional de 1840. Os Presidentes do Conselho de Ministros eram nomeados pelo Imperador e presidiam o ministério. O Segundo Reinado teve 37 gabinetes até ser extinto com a Proclamação da República em 1889.

Presidentes da República[editar]

Ver artigo principal: Lista de presidentes do Brasil
Bandeira da República Federativa do Brasil.

O cargo de Presidente da República foi instituído com a Proclamação da República. O primeiro presidente foi Deodoro da Fonseca, nomeado presidente provisório e presidente constitucional.

Seis presidentes exerceram o cargo por mais de um mandato: Deodoro da Fonseca, que de 1889 a 1891 presidiu um governo provisório, e em 1891 teve um breve período constitucional, interrompido por sua renúncia; Getúlio Vargas, que depois de ser presidente provisório de 1930 a 1934, constitucional de 1934 a 1937 e de 1937 a 1945, foi reeleito por voto popular em 1950, tendo mandato até 1955, mas cometendo suicídio em 1954; Ranieri Mazzilli, presidente da Câmara que assumiu a Presidência interinamente por 13 dias em 1961 e 13 dias em 1964; Fernando Henrique Cardoso, de 1994 a 1998, sendo o primeiro a se reeleger para o período seguinte, de 1998 a 2002; Luiz Inácio Lula da Silva, de 2003 a 2006, reeleito no último ano de seu primeiro mandato, como FHC; e Dilma Rousseff, eleita de 2011 a 2014 e posteriormente reeleita, não concluindo seu segundo mandato devido a processo de impeachment, terminado em agosto de 2016.

Ver artigo principal: Lista dos vice-presidentes do Brasil

Oito vice-presidentes assumiram o cargo após a vacância do mesmo: Floriano Peixoto (1891), após a renúncia de Deodoro; Nilo Peçanha (1909), após a morte de Afonso Pena; Delfim Moreira (1918), após morte de Rodrigues Alves; Café Filho (1954), após o suicídio de Vargas; João Goulart (1961), após a renúncia de Jânio Quadros; José Sarney (1985), no lugar de Tancredo Neves, que faleceu antes da posse; Itamar Franco (1992), após a cassação de Fernando Collor de Mello; e Michel Temer (2016), após o impeachment de Dilma Rousseff. Apenas cinco presidentes eleitos diretamente e com sufrágio universal conseguiram cumprir seus mandatos integralmente: Eurico Gaspar Dutra (de 1946 a 1951), Juscelino Kubitschek (de 1956 a 1961), Fernando Henrique Cardoso (de 1995 a 1998, reeleito para o período seguinte, igualmente concluído, de 1999 a 2002), Luís Inácio Lula da Silva (de 2003 a 2006, reeleito para o período seguinte, igualmente concluído, de 2007 a 2010) e Dilma Rousseff (de 2011 a 2014). O atual presidente é Jair Bolsonaro.

Presidentes que não tomaram posse
  • Rodrigues Alves (1918) — faleceu antes de tomar posse de seu segundo mandato.
  • Júlio Prestes (1930) — exilado após a Revolução de 30.
  • Pedro Aleixo (1969) — impedido de tomar posse pela Junta Governativa Provisória de 1969. Substituiria seu titular (Costa e Silva), que teve problemas de saúde.
  • Tancredo Neves (1985) — faleceu antes de tomar posse.

Primeiros-ministros (República)[editar]

Ver artigo principal: Lista de primeiros-ministros do Brasil

O cargo de primeiro-ministro na República foi instituído após a crise gerada pela renúncia de Jânio Quadros. A instituição do Parlamentarismo foi uma solução provisória que permitiu a posse de João Goulart. Em 1963 um plebiscito decidiu pela volta do sistema presidencialista. O mesmo tipo de plebiscito foi inserido pela constituição de 1988 e votado em 1993. Foi novamente escolhido o presidencialismo como sistema de governo do Brasil em oposição aos partidários da república parlamentarista e da monarquia parlamentarista representativa constitucional.

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

  • Portal da política



Outros artigos do tema Política : Nedson Luiz Micheleti, Municipalismo verde, Quinho (político), José Frazão Ribeiro, Poder Judiciário do Brasil, Sérgio Monteiro, Jodenir Soares


Este artigo "Lista de governantes do Brasil" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Lista de governantes do Brasil.