Madalena Braga

Da wiki EverybodyWiki Bios & Wiki
Ir para: navegação, pesquisa


Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Madalena Braga foi aluna da Escola de Teatro do TEP e teve como Mestres Deniz Jacinto e António Pedro. Estreou-se em 1957, no Teatro Experimental do Porto e participou em cerca de 40 espectáculos dirigidos por António Pedro, João Guedes, João Bethencourt, Mário Bonito, Jacinto Ramos, Rogério Paulo, Paulo Renato, Deniz Jacinto, José Viana, Augusto Gomes e Carlos Avilez.

Em 1965 ingressou na Companhia Portuguesa de Comediantes (Teatro Villaret) seguindo-se a Companhia de Teatro da RTP, dirigida por Artur Ramos, tendo também passado pelo Teatro Experimental de Cascais até, em 1978, ingressar na Companhia do Teatro Nacional D. Maria II.

Entre outros, integrou os elencos dos espectáculos: O Lodo, O Alfageme de Santarém, O Morgado de Fafe em Lisboa, A Birra do Morto, Trilogia Portuguesa, O Avejão, Romance de Lobos, Os Filhos do Sol, Felizmente Há Luar, A Bisbilhoteira, Mãe Coragem e os Seus Filhos, Passa por Mim no Rossio, O Leque de Lady Windermere, As Fúrias, As Troianas e O Avião de Tróia.

Teve quatro filhos; Armando Henrique, Antonio Joaquim, Maria Cristina e Teresa.

Dos filhos só Teresa Côrte-Real , seguiu a carreira de atriz.

Dos 5 netos, apenas o mais novo ( Francisco Côrte-Real ), é actor.

Televisão[editar | editar código-fonte]

  • A Sapateira Prodigiosa RTP 1968
  • Angústia para o Jantar RTP 1975
  • Tragédia da Rua das Flores RTP 1981 'Joana Coutinho'
  • Ricardina e Marta RTP 1989 'Madre Superior'

Teatro[editar | editar código-fonte]


Este artigo "Madalena Braga" é da wikipedia