You can edit almost every page by Creating an account. Otherwise, see the FAQ.

Mamam Cherif-Touré

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki

Mamam Cherif-Touré (Mango- 13 de janeiro de 1981) é um futebolista togolês que atua no MC Alger da Argélia.


Começo[editar]

Cherif-Toure teve uma infância difícil, chegou a passar fome em Togo,pois sua família era muito grande com 12 irmãos dentre eles Souleymane Mamam que também é jogador de futebol.

Mamam começou a jogar numa escolinha perto de sua casa foi lá que ele deu seus primeiros passos no futebol.Depois de atuar em um campeonato regional onde havia olheiros e empresários de futebol, Mamam se destacou e um olheiro o levou com apenas 13 anos para a Alemanha para o clube do Eintracht Frankfurt onde não jogou nem um jogo profissionalmente.

Carreira e Tempos dificeis[editar]

Mamam foi para a França onde começou no grande francês Olympique de Marseille onde se destacou e foi convocado para a seleção togolesa de futebol. Depois de um começo surpreendente foi dispensado e foi para o Al-Jaziri clube dos UAE onde jogou mal e foi empestado para o Al-Nassr. Porém no Al-Nassr foi diferente ele jogou muita bola e foi contratado pelo alemão Hannover aonde jogou bem mais por falta de pagamento saiu. Foram tempos difíceis, pois Mamam chegou a passar fome e ser atropelado. Na Alemanha, chegou até a dividir um apartamento com um jovem que sustentava através das mágicas que fazia no centro da cidade local.

Volta por cima[editar]

Mamam se transferiu para o Livingston da Escócia onde voltou a atuar bem e a conquistar seu espaço; jogou 5 temporadas fazendo 3 gols e ajudando o clube a retornar a primeira divisão do Campeonato Escocês. Depois Mamam voltou a França para atuar no Metz onde jogou 2 temporadas. Depois voltou para o Al Jaziri.E depois para o Mc Alger onde esta atualmente.


Seleção Togolesa[editar]

Mamam é considerado um dos maiores jogadores de seu pais ao lado de Adebayor ele classificou Togo para sua primeira Copa do Mundo onde Togo foi eliminado na primeira fase. Um dos xodós da torcida, o meia Cherif Toure-Maman forma com Adebayour e Coubadja o trio ofensivo da seleção. Canhoto, veloz e com bom chute de fora da área, o jogador foi uma das figuras fundamentais da classificação histórica do pequeno país africano para a Copa do Mundo. Maman é tratado como rei em Togo. Foi dele, por exemplo, o gol salvador da conturbada vitória sobre Mali, fora de casa, em março de 2005 (2 a 1). O meia balançou a rede aos 46min da segunda etapa. Logo depois, o campo foi invadido por milhares de torcedores locais, que, em seguida, continuaram a destruição nas ruas da capital Bamaco. Maman marcou outros dois gols nas eliminatórias: contra Libéria (3 a 0) e Zâmbia (4 a 1). Maman foi titular nos três jogos de Togo no Mundial da Alemanha. Atuou os 90 minutos somente no primeiro, na derrota de virada para a Coréia do Sul por 2 a 1. Contra a Suíça, deu lugar a Maman, enquanto que diante da França foi substituído por Olufade. Em ambos os confrontos o time perdeu por 2 a 0.

Curiosidades[editar]

O jogador é irmão mais velho do atacante Souleymane Maman, que já jogou no Manchester United e atualmente defende o belga Antuérpia. Ambos são constantemente convocados para a seleção.


Ícone de esboço Este sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Este artigo "Mamam Cherif-Touré" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Mamam Cherif-Touré.



Read or create/edit this page in another language[editar]