Welcome to EverybodyWiki 😃 ! Nuvola apps kgpg.png Log in or ➕👤 create an account to improve, watchlist or create an article like a 🏭 company page or a 👨👩 bio (yours ?)...

Marcos Vinicius Rodrigues

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki
Marcus Vinicius Rodrigues
Marcus Vinicius Rodrigues.jpg
Marcus Vinicius Rodrigues
Dados pessoais
Nascimento 23 de abril de 1955
Fortaleza, Ceará, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Profissão Engenheiro de produção, Administrador de empresas, Engenheiro Eletricista, Executivo, Consultor Organizacional, Palestrante, Professor e Escritor

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Marcus Vinicius Rodrigues (nascido Marcus Vinicius Carvalho Rodrigues; Fortaleza, 23 de abril de 1955 — Ceará, é Executivo, Consultor Organizacional, Palestrante, Professor e Escritor. Rodrigues é Doutor em Engenharia da Produção pela COPPE/Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, Mestre em Administração de Empresas pelo CEPEAD/Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Especialista (MBA) em Formação de Executivos pela Escola de Administração Postal - Universidade dos Correios/DF e Engenheiro Eletricista pela EE/Universidade Federal do Ceará - UFC.

Como executivo foi Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Durante quase vinte anos foi executivo dos Correios do Brasil. Foi ainda executivo da Fundação Getulio Vargas (FGV) durante quinze anos. É fundador e Diretor Executivo do Centro de Aprendizagem e Soluções Organizacionais (CASO), que está no mercado desde 1991.

Como consultor organizacional, atuou em grandes organizações públicas ou privadas, no Brasil e em outros países, com projetos de análise e melhoria organizacional, planejamento estratégico, mapeamento, modelagem e melhoria dos processos organizacionais para a busca de indicadores e qualidade, utilizando a Metodologia Seis Sigma e o Pensamento Lean. Entre outros serviços de relevância, foi o Diretor Executivo do Projeto de Reestruturação do Senado da Republica do Brasil, realizado pela FGV no período de 2009/2012.

Como palestrante, participou nos últimos anos dos principais congressos e seminários vinculados à área empresarial ou pública, realizados no Brasil e em outros países, nas seguintes temáticas: gestão de processos e da qualidade de bens e serviços, mudanças organizacionais, competitividade e gestão estratégica de processos. É um dos profissionais brasileiros mais requisitados e reconhecidos nos programas de capacitação de executivos.

Como professor, foi professor dos MBA’s da FGV[1] de 1996 a 2003, passando para o quadro permanente com o status de Professor Adjunto da FGV em 2004. Foi professor visitante do ISCTE - Instituto Universitário em Lisboa. Tem ainda ministrado aulas em cursos de doutorado, mestrado e MBA em instituições brasileiras, portuguesas, moçambicanas e angolanas.

Foi editor brasileiro e hoje é diretor da Revista de Gestão dos Países de Língua Portuguesa, hoje classificada como B1 no Qualis/Capes/Brasil.

Como escritor, é autor de dezenas de artigos técnicos em periódicos especializados e autor de 11 livros publicados por editoras de mercado.

Vida[editar]

Marcus Vinicius Rodrigues nasceu e passou sua adolescência em Fortaleza, em família de classe média. É filho de Moacir Rodrigues dos Santos, comerciante, e de Thusnelda Carvalho Cavalcante Rodrigues. Rodrigues estudou em boas escolas particulares em Fortaleza, entre elas o Colégio Christus e Colégio Santo Inácio. No Colégio Christus passou a apreciar o jogo de xadrez, que foi sua paixão durante anos. No ensino médio manifestou interesse extraordinário sobre as disciplinas vinculadas a números e cálculos. Durante a adolescência, distinguiu-se dos demais colegas pelas boas notas em matemática e física, e mais tarde, no decurso de sua carreira, pelo autodidatismo. Morou em Fortaleza, depois em Belo Horizonte, onde fez seu curso de mestrado. Morou ainda em Brasília e no Rio de Janeiro. Pelo fato de atuar com instituições de ensino de Lisboa, durante anos fez dessa cidade um destino frequente. Casou-se com Isa Eleonora Costa Lima, psicóloga, e depois com Neide Maria Neivas da Rocha, médica. No segundo casamento teve duas filhas Sabrina Rocha (psicóloga) e Samantha Rocha Rodrigues (odontóloga). Casou-se ainda pela terceira vez com Telma Alexandre Amorim, psicóloga, com quem teve sua terceira filha Gabriela Amorim Rodrigues (advogada).

Carreira[editar]

Professor do Ensino Fundamental e de Cursos Pré-vestibular

Logo após entrar no Curso de Engenharia Elétrica na Universidade Federal do Ceará, 1978, Rodrigues foi convidado a ser professor de Geometria Plana e Analítica no Colégio Marista e no Curso Pré-vestibular Skema em Fortaleza. Já no ano seguinte assumiu a direção da disciplina tornando-se uma referencia como professor de matemática no Nordeste, chegando a atuar como professor convidado em instituições de Natal (RN), João Pessoa (PB) e Recife (PE).

Ainda nesse período atuou como professor na disciplina de Calculo Integral e Diferencial em cursos destinados a candidatos ao ITA e IME. E juntamente com outros quatro professores, criou o Curso Master, inicialmente com foco em reforço no ensino médio, para disciplinas de Matemática, Português, Química e Biologia. Anos depois Rodrigues deixou o grupo para assumir uma função executiva nos Correios. Hoje o Master que se tornou uma referencia educacional no Nordeste brasileiro.

Executivo dos Correios do Brasil

Rodrigues em 1983 assumiu a posição de executivo dos Correios do Brasil, empresa estatal do governo brasileiro, tendo, durante quase vinte anos, ocupado diversas posições de comando a nível regional no Ceará, e depois a nível nacional na Administração Central dos Correios em Brasília, chegando à posição de consultor/conselheiro do presidente da estatal.

Executivo da Fundação Getulio Vargas - FGV

Na Fundação Getulio Vargas (FGV) atuou durante vinte e dois anos, parte desse tempo como professor colaborador, quando ainda era executivo dos Correios. Ao sair dos Correios, passou a categoria de Professor Adjunto da Escola Brasileira de Administração Publica e de Empresas da FGV e a Coordenador do MBA em Gestão na FGV Management. Entre 2004 e 2008 foi o Diretor dos Programas de Mestrado em Gestão de Empresas, em Gestão Pública e em Gestão de Serviços de Saúde do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE/IUL), em colaboração com a FGV. Em 2008 ao ser transferido para a Diretoria Internacional da FGV, ocupou a função de Executivo Principal e responsável pelas ações da FGV nos Países de Língua Portuguesa (Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tome e Príncipe). Comandou o processo para colocar a FGV como Observador Consultivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e foi ainda o representante da FGV junto à citada instituição internacional.

Executivo do Centro de Aprendizagem e Soluções Organizacionais (CASO)

Rodrigues é fundador e Diretor Executivo do Centro de Aprendizagem e Soluções Organizacionais (CASO), que está no mercado desde 1991, inicialmente denominada de MVR Consultores Associados. Em 1998, ao agregar novos colaboradores a razão social foi despersonalizada, passando a assumir a atual denominação. Mas sua história não se encontra associada somente a seu tempo de atuação no mercado. A qualidade de seus produtos e a capacitação e legitimidade de seus profissionais, reconhecidos nacional e internacionalmente, e com serviços prestados nas maiores empresas brasileiras, de forma independente ou associada a outras instituições, fizeram da CASO Consultores Associados uma referência nos Países de Língua Portuguesa.

Executivo do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Rodrigues foi presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), uma autarquia federal vinculada ao Ministério da Educação (MEC), no Governo Bolsonaro, tendo antes participado da equipe de transição do governo de Jair Messias Bolsonaro, integrando o que ficou conhecido como “Ala Militar” da transição. Devido à incompatibilidade com Ministro de Educação, deixou a função três meses após sua nomeação.

Obra[editar]

Metodologias do Prof. Marcus Vinicius Rodrigues Rodrigues é responsável pela criação de três metodologias para análise, intervenção e melhoria na gestão das organizações publicas ou privadas: (1) Tipologia de Ritos nas Organizações; (2) Gestão Estratégica e Integrada dos Processos para a Qualidade; (3) Oficinas de Tecnologia de Gestão


(1) Tipologia de Ritos nas Organizações

A Tipologia de Ritos nas Organizações tem como objetivo investigar, diagnosticar e analisar as relações e correlações entre os aspectos da cultura organizacional, materializados pelas manifestações rituais, diante da implantação dos processos de melhoria, e que tem por finalidade a excelência organizacional. A Tipologia de Ritos nas Organizações foi desenvolvida por Rodrigues durante seu doutoramento, divulgada em 2002 no livro Ritos e Excelência nas Empresas (Ed. Vozes) e tem como objetivo buscar explicações e identificar os fatores que levam à internalização, de programas apresentados nas organizações e à correlação entre o sucesso, de determinados programas de melhoria organizacional, diante da frequência, intensidade, profundidade ou importância de aspectos culturais específicos e materializados por manifestações rituais. Essas manifestações rituais foram classificadas por Rodrigues em 14 Ritos de Passagens. Essa metodologia tem sido base para diversas dissertações de mestrado e teses de doutorado. Além de ser utilizada como categoria de análise para verificar os aspectos culturais e as manifestações rituais.


(2) Gestão Estratégica e Integrada dos Processos para a Qualidade

A Metodologia GEIQ - Gestão Estratégica e Integrada dos Processos para a Qualidade foi desenvolvida pelo Prof. Rodrigues e publicada inicialmente em 2004, e se encontra em seu livro Ações para a Qualidade (Ed. Elsevier, 5ª edição, 2014). É uma metodologia que tem como objetivo vincular de forma eficaz e em todos os setores organizacionais, os objetivos estratégicos aos indicadores operacionais e dá suporte e operacionalizar as mudanças organizacionais com a integração e utilização conjunta de outras metodologias como a Gestão da Qualidade Total, Metodologia Seis Sigma e Pensamento Lean. A Metodologia GEIQ apresenta o caminho para a busca de uma visão para atingir e manter o sucesso empresarial, através de um sistema integrado de gestão, com base nas diretrizes da empresa, priorizando ao mesmo tempo os aspectos estratégicos, estruturais, comportamentais, operacionais e otimizando a cadeia de suprimentos, monitorados por projetos reestruturantes e de apoio.


(3) Oficinas de Tecnologia de Gestão

A Metodologia Oficinas de Tecnologia de Gestão (OTG) é uma forma participativa de intervenção organizacional na busca de mudanças consistentes e possíveis. As OTG’s consideram ainda os princípios da sustentabilidade e autonomia organizacional, com a identificação de suas reais necessidades operacionais e de conhecimento, vitais para a eficácia e sucesso, o que será contemplado pela plena transferência de conhecimento e tecnologia de gestão ao cliente, para a implantação das soluções e mudanças continuadas. Assim, com as OTG’s, o foco prioritário para a solução do problema da organização cliente é trabalhado dentro do contexto organizacional do cliente, com todas as suas variáveis, elementos e aspectos culturais. O que aumenta a probabilidade de sucesso, ao fazer com que a mudança proposta se integre a todas as etapas e segmento da vida organizacional. Com essa metodologia não se pretende enviar consultores ao cliente para executarem uma tarefa, com base em modelos já predefinidos, como tem sido tradição das empresas de consultorias no Brasil. E sim, deverá atuar com especialistas junto aos gestores e colaboradores do cliente, desenvolvendo um conjunto de atividades para, entender, diagnosticar o problema e encontrar a melhor alternativa de solução. Isso é feito através da construção de um ambiente de aprendizagem constituído de reuniões, parte destas, realizadas no local do trabalho, onde a tarefa é executada e parte em sala de reuniões. Neste ambiente de aprendizagem e inovação, existe uma troca de conhecimentos teórico e prático, possibilitando aos especialistas se familiarizarem com as práticas e o dia-a-dia do cliente, e aos gestores e colaboradores do cliente uma eficaz oportunidade para obter novos conhecimentos, alinhados com as melhores práticas de gestão, aplicadas à realidade de sua organização. E ainda, de participar de um espaço de reflexão e debates, com liberdade e criatividade, sobre questões importantes relativas à sua organização.


Publicações do Prof. Marcus Vinicius Rodrigues

Rodrigues é ainda autor de dezenas de artigos técnicos publicados em revistas especializadas ou anais de congressos e autor dos livros:

Qualidade de Vida no Trabalho[2] (Editora Vozes - 15ª edição - 2016).

Ações para a Qualidade (Ed. Elsevier - 5ª edição - 2014).

Qualidade Padrão Seis Sigma (Ed. Elsevier - 3ª edição - 2016);

Sistema de Produção Lean Manufacturing (Ed. Elsevier - 2ª edição - 2016).

Ritos e Excelência nas Empresas (Editora Vozes[3] - 2002).

Processos de Melhoria nas Organizações Brasileiras (Ed. Qualitymark - 1999).

Ensaios de Administração (Ed. Unifor - 1994).

Lições de Geometria Analítica (Ed. Colégio Cearense/Marista - 1980).

Geometria Plana (Ed. Colégio Cearense/Marista - 1978).


É ainda coautor dos livros:

Qualidade e Acreditação em Saúde (Ed. FGV - 2ª edição - 2016).

Recursos Humanos Foco na Modernidade (Ed. Qualitymark - 1992).

Referências


Este artigo "Marcos Vinicius Rodrigues" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Marcos Vinicius Rodrigues.