Marina Azze

Da wiki EverybodyWiki Bios & Wiki
Ir para: navegação, pesquisa


Marina Azze(Brasil, 28 de abril de 1981) é uma atriz premiada, apresentadora e modelo brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ela começou sua carreira no teatro antes de fazer sua estreia na TV, no Programa Planeta Xuxa, em 2000. No entanto sua participação no programa durou menos de 2 meses, pq a atriz foi atropelada no Sul de MG enquanto visitava seus pais. O acidente foi sério e impossibilitou a atriz de trabalhar por um ano. Onde teve que reaprender a andar.

Em 2001, a atriz se muda para a cidade do RJ e se matricula na Escola de Artes Dramáticas da UNIVERCIDADE, enquanto se recupera do acidente. Neste ano, ela começa a trabalhar como modelo, pela agência Mega Models. A partir deste ano, a atriz se dedica a sua profissionalização no teatro e faz vários comerciais, clipes musicais, apresentações de programas independentes e algumas poucas participações na TV nos programas A Turma do Didi, OS Normais e A Grande Família.

Em 2004 Marina Azze faz uma pequena participação na Novela Da Cor do Pecado da Rede Globo, durante uma cena de briga da Família Sardinha. Núcleo Cômico da Novela. Mas sua carreira como modelo desponta. E ela começa a conquistar sua independência.

Em 2005 Marina Azze volta a TV, faz teste de elenco para a Novela Floribella na Rede Bandeirantes. Mas, não consegue entrar para o elenco fixo da novela, fazendo uma participação como Jasmim. Uma vilã, que abandona a Banda em que a Floribella, vivida pela atriz Juliana Silveira a substitui. Era para ser uma participação de um capitulo só, mas atendendo aos pedidos dos fãs da loira, a atriz volta a novela com uma participação maior, onde sua personagem vive um Romance com DiCaprio, vivido pelo ator Bruno Miguel.

Ficheiro:Banda de Floribella.jpg
Banda de Floribella antes de Jasmim deixar a banda

Em 2006, Marina Azze participa de um Curta-Metragem conhecido como O Bebe de Regininha, um curta realizado por alunos de um curso de Cinema dirigido na CAL- Casa de Artes de Laranjeiras pelo diretor Fábio Barreto.

Em 2006 a atriz passa por problemas pessoais e muda do Rio de Janeiro para Belo Horizonte. Onde se dedica ao teatro, a sua carreira como Modelo e resolve ministrar aulas tanto de Interpretação como de Moda na Capital Mineira. Mas no mesmo ano, Marina é convidada a fazer uma participação na Novela Malhação. Ela participa, mas não volta ao Rio de janeiro. Continua suas aulas na Capital Mineira trabalhando como atriz e modelo e resolve viajar pelo interior Sul Mineiro levando oficinas de Interpretação.

No ano de 2008 Marina Azze funda A Agência, uma escola de Formação de Atores e Modelos no Sul de MG. Onde se dedica a profissionalizar os talentos da Região. No mesmo ano, sua agência cresce e a atriz começa a fazer produção de elenco tanto em eventos como em Comerciais e Desfiles da Região.

Em 2010 Marina Azze vira apresentadora de um programa Regional da filiada do SBT, TV Alterosa. O programa chamava Mais Alterosa e Marina Azze divide a apresentação do mesmo com o músico Cassiano Maçaneiro e com o publicitário Eric Costa, o programa fez com que a atriz, pudesse se dedicar ainda mais a sua escola de Formação de Elenco. E a seus estudos no Cinema.

No ano de 2013 Marina Azze é convidada para apresentar um programa na mesma emissora, sozinha. Chamado de TEM GENTE. Um programa idealizado por ela, que acontecia dentro de um Banheiro. Onde ela entrevistava famosos, ensinava a maquiar e falava de moda.

Ficheiro:Festa de estreia programa TEM GENTE.jpg
Bastidores do discurso de estréia da Marina Azze

As Redes Sociais do programa estavam fortíssimas e assim, em 2014 a atriz resolve montar um blog de moda [1]. Assim começa a fazer vídeos para o youtube e a postar frequentemente em seu blog que cresceu tanto a fazendo abandonar a TV.

No mesmo ano, Marina resolve distribuir bolsas para artistas da Região com objetivo de transformar seu espaço de arte em um projeto social. As seletivas lotam. Mas Marina ainda quer trabalhar com Cinema.

A estreia da atriz no cinema acontece no Longa-Metragem "Sobre Mariposas e Borboletas" (2016),[2] um drama psicológico dirigido por Lucas Marques, onde Marina é a protagonista da Trama, vivendo Anita. Sua primeira personagem Dramática.

Em 2017, ainda loira, Marina Azze atuou no Média Metragem "Imerso em Teu Regaço" também dirigido por Lucas Marques. Filme que venceu o prêmio de Aclamação do público, no Festival De Cinema de Fama- MG, tb no ano de 2017.

Em seguida, Marina fica ruiva pra filmagem de seu novo filme "Agora se Vira, meu Bem" [3] dirigido por Elisa Aleva.

A Transformação deu certo. E lhe renderam dois prêmios: Melhor Atriz no Festival de Suzano-SP, Melhor Montagem tb no Festival de Suzano-SP. O filme tb foi indicado como Melhor Filme do Festival pelo Juri Popular.


Logo em seguida, a atriz foi convidada a participar do Curta-Metragem Microscopia, em que filmou ao lado de Cátia Fonseca.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

  • O BEBE DE REGININHA- PERSONAGEM- BIA
  • SOBRE MARIPOSAS E BORBOLETAS- PERSONAGEM- ANITA
  • IMERSO EM TEU REGAÇO- PERSONAGEM- ELLA
  • AGORA SE VIRA MEU BEM- PERSONAGEM- ANA
  • MICROSCOPIA- PERSONAGEM- MARLENE

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • 1 Prêmio de Melhor Atriz pelo filme "Agora se vira, Meu Bem".
  • 1 Prêmio No Cinema de "Aclamação ao público" pelo filme Imerso em teu Regaço de Lucas Marques.
  • 1 Prêmio de Melhor Atriz no Festival Nacional de Teatro de Varginha- Peça Pluft O Fantasminha- Personagem Pluft.
  • 1 Prêmio de Melhor Atriz no Festival Nacional de Teatro de Varginha- Peça O Caldeirão das Bruxas- Personagem- Madame Scargot.
  • 1 Prêmio de Melhor Atriz no Festival Nacional de Teatro de Varginha- Peça Zartan O Rei das Selvas- Personagem- Chica.
  • 1 Prêmio de Atriz Revelação no Festival Nacional de Teatro de Varginha- O rapto das Margaridas- Personagem-Papoula.
  • 1 Prêmio de Melhor Atriz no Festival Nacional de Teatro de Varginha- Peça A bruxinha que era boa- Personagem: Ângela.
  • 1 Prêmio de Melhor Direção pela peça A Serpente-Festival Baroni de Teatro- SL.
  • 1 Prêmio de Melhor Espetáculo pela peça A Serpente- Festival Baroni de Teatro- SL.
  • 1 Prêmio de Melhor Maquiagem pela peça Plfut o Fantasminha-Festival Baroni de Teatro- SL.
  • 1 Prêmio de Melhor Figurino pela peça A Serpente- Festival Baroni de Teatro- SL.
  • 1 de bailarina Revelação no Festival Dança BH em 2000- Espetáculo Sapateado- A Caveira.
  • 1 prêmio de bailarina Revelação no Festival de Dança de Campos de Jordão- 1999- Dançando na Chuva.

Referências

Este artigo "Marina Azze" é da wikipedia