Martha Brito

Da wiki EverybodyWiki Bios & Wiki
Ir para: navegação, pesquisa

Martha Brito Arsego (Porto Alegre, 8 de abril de 1987) é uma atriz brasileira. Formou-se em Letras - Português / Inglês pela PUC-RS, em 2009.[1]

Participou de diversos espetáculos, dentre eles “Beckett & Bion: O Gêmeo Imaginário” de Júlio Conte, “O Clube dos Cinco” e o musical “As Mulheres que Amavam Gainsbourg” de Bob Bahlis, e “As Cinco Pontas de uma Estrela Torta” de Maurício Fülber (pela qual recebeu indicação ao Prêmio Açorianos de Atriz Revelação em 2014). Em televisão, participou das séries “Animal” de Paulo Nascimento; “Fora de Quadro” de Janaína Fischer e Márcio Schonardie, da Casa de Cinema; “Proibido Para Maiores”, da Atama Filmes, “Necrópolis”, da Verte Filmes, e “Liberto”, da produtora Santa Transmedia, além de uma participação na novela Apocalipse, da Rede Record. Participou também dos longas-metragem “13 Histórias Estranhas 2” – no seguimento “Mulher LTDA”, de Taísa Ennes Marques; "O Avental Rosa", de Jayme Monjardim; e “Kalanga: A Cidade das Bicicletas”, de Rogério Rodrigues. Esteve em diversos curtas-metragens, dentre eles “Bed Death”, de sua autoria, que passou por festivais nacionais e internacionais; nos curtas “Eco”, de Carla Elgert (2016), e “Ânsia”, de Laís Auler (2018), participou como atriz e roteirista, produção do Tanque Coletivo, que realizou estes trabalhos com o foco de promover a voz e representatividade da mulher em todas as funções do audiovisual.[2]

  1. http://www.marthabrito.com.br/
  2. «Martha Brito». IMDb. Consultado em 18 de julho de 2018 


Este artigo "Martha Brito" é da wikipedia