Mauricio Assumpção

Da wiki EverybodyWiki Bios & Wiki
Ir para: navegação, pesquisa


Crystal Clear app kedit.svg
Este artigo não possui uma seção introdutória ou ela está mal formatada.
Se puder, ajude-nos a melhorar este artigo com uma seção introdutória de qualidade e de acordo com o livro de estilo.
Editor: considere colocar o mês e o ano da marcação. Isso pode ser feito automaticamente usando a forma {{Má introdução|{{subst:DATA}}}}
Mauricio Assumpção.

Mauricio Assumpção Souza Júnior (Rio de Janeiro, 27 de agosto de 1962), vulgo Nininho da Praia[1], é cirurgião-dentista, filiado ao PMDB[2] e ex-presidente do Botafogo de Futebol e Regatas, exercendo o cargo de 1º de janeiro de 2009 a 25 de novembro de 2014.[3][4] É formado pela Faculdade de Odontologia de Nova Friburgo, além de ser mestre em odontopediatria,[5] especialista em ortodontia e possuir um MBA em Gestão e Marketing Esportivo pela Trevisan Escola de Negócios, sendo a sua última formação bancada pelo Botafogo.[6] Já atuou como professor de diversas disciplinas, com destaque para a Odontopediatria. Foi Coordenador de Ensino e Pesquisa na FONF durante 4 anos e Coordenador de Odontologia do Município de Nova Friburgo. Após sua eleição, Assumpção prometeu reformular todos os departamentos do Botafogo através de um modelo de gestão que se dizia profissional, mas não obteve sucesso: afundou o clube em uma dívida astronômica, traiu o clube dos 13, se omitiu diante a prefeitura do Rio no fechamento do Engenhão, além de ter seu nome envolvido em escândalos de corrupção.[7]

General Severiano[editar | editar código-fonte]

O presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, o presidente do Senado, Renan Calheiros, e o senador Jorge Viana em reunião com representantes da União dos Grandes Clubes do Futebol Brasileiro - Clube dos Treze.

Na gestão de Assumpção, a sede social de General Severiano passou por uma série de reformas estruturais, dando mais conforto e opções de lazer ao associado. A fachada do casarão histórico foi revitalizada, assim como o ginásio poliesportivo e a piscina semiolímpica.[8][9] Também construiu um parque infantil, sauna e uma nova portaria. O complexo sócio-esportivo recebeu paisagismo e a administração reformou as quadras externas. Ainda construiu, em 2011, o Memorial dos Fundadores, o Túnel do Tempo[10], o Pavilhão Alvinegro e a Loja Oficial, que deram uma nova cara à sede.

Mourisco Mar[editar | editar código-fonte]

Em novembro de 2011, foi reinaugurada a sede do Mourisco Mar[11], hoje um dos complexos aquáticos mais modernos do Brasil. No total, três milhões de litros d'água estão disponíveis aos atletas de pólo aquático e natação. Nas instalações, uma estrutura que conta com uma piscina olímpica (25m/50m) e uma arquibancada coberta capaz de receber 1200 pessoas. O Mourisco Mar está dentro dos padrões de exigência da FINA, com blocos de partida, raias oficiais e modernos sistemas de cronometragem.

Categorias de base[editar | editar código-fonte]

Entre as diversas promessas da gestão de Mauricio Assumpção destaca-se a Escola de Futebol, no lugar do antigo CT de Marechal Hermes.[12] O projeto inicial previa uma reformulação geral do CT, com uma área ainda maior que a atual por conta da cessão de terreno anexo pelo Exército Brasileiro. Enquanto a ocorrem as obras na Escola de Futebol, as quatro categorias de formação (mirim, infantil, juvenil e juniores) treinam no Caio Martins, onde segundo o ex-mandatário, há uma estrutura provisória para abrigar os jovens talentos, com alojamentos, sala de musculação, vestiários e refeitório. Prometeu a construção do CT desde 2009, Nos anos seguintes ratificava a futura construção do CT sempre que o time de futebol do Botafogo passava por momentos de crises. A obra não chegou a ser iniciada na época prevista, que era no 1º semestre de 2011[1], iniciando em setembro de 2012 com a demolição do local[13], e que contou com muitos atrasos após o início das obras, com o clube chegando até a receber uma ajuda do então governador do estado, Luiz Fernando Pezão, para que a reforma fosse de fato iniciada.[14] Atualmente, o antigo CT de Marechal Hermes é um local de acúmulo de entulho, onde está crescendo um matagal, devido às obras estarem paradas.[15]

Estádio do Engenhão[editar | editar código-fonte]

Mauricio Assumpção em entrevista coletiva no ano de 2013.

Na gestão de Assumpção, o clube saltou de um prejúizo de R$ 1,9 milhão em 2009 a um lucro de R$ 7,4 milhões em 2011. O Estádio Nilton Santos, cujo mandante é o Botafogo, é uma das principais arenas esportivas do Rio de Janeiro, caiu no gosto do carioca e ampliou a sua atuação também para grandes eventos musicais. Um bom exemplo é que o Botafogo fechou com a Ambev em 2011 o mais abrangente contrato de patrocínio da história da empresa com um clube de futebol e o maior contrato de patrocínio a um estádio no país. A parceria já rendeu duas modernas salas de imprensa, a qualificação do som e do telão e o apoio na manutenção do gramado, trazendo melhorias para o torcedor e o espetáculo. No entanto, a empresa fez um intervenção muito criticada pelos torcedores do time alvinegro, já que mudou as cores das cadeiras do setor sul do estádio por poltronas vermelhas e brancas, cor alusiva ao Flamengo, um dos maiores rivais esportivos do Botafogo.[16] Em 2013, o contrato foi suspenso com a interdição do estádio.[17]

Fora do âmbito esportivo, 2011 elevou o estádio a um novo patamar: o de palco de grandes shows internacionais. Em apresentações de Paul McCartney[18] e Justin Bieber[19], a operação do estádio foi aprovada por órgãos públicos, imprensa e fãs. Em 2012, houve show de Roger Waters[20] e o Rio Verão Festival[21].

Por fim, ele ainda construiu um centro odontológico em 2011, para atender aos atletas profissionais do time, bem como os jogadores da base alvinegra.[22]

Dívidas e saída da presidência[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Mauricio Assumpção

Em decorrência de uma administração irresponsável que não honrou diversos compromissos financeiros, o presidente Assumpção acabou levando o clube a ser excluído do Ato Trabalhista, em 2013, por ocultar receitas -- tendo, por consequência, 100% das suas receitas retidas.[23] Em agosto de 2014, o clube mantinha um permanente atraso de três meses de salário e cinco meses de direito de imagem, a todo o elenco do futebol.[24] Também nessa ocasião, Assumpção confessa [25] o não pagamento de impostos durante um período de oito meses. Sem que tenha realizado nenhuma conquista esportiva ou patrimonial relevantes, Mauricio Assumpção acabou por elevar substancialmente as dívidas do clube, que triplicaram nesse período, saltando de R$ 230 milhões para R$ 700 milhões, ao fim de seus quase seis anos à frente da presidência do Botafogo. [26] [27]

Chegando ao final do ano de 2014, após o segundo rebaixamento do time, ele deixa a presidência do Botafogo, além de conseguir 5% do dinheiro de todo o patrocínio pago pela empresa Viton 44, dona das marcas Guaravita, Guaraviton e Carioquinha, que patrocinou o time de 2010 até o fim daquele ano.[28] Mesmo com a conquista do Campeonato Carioca em 2010 sobre o Flamengo, a volta da convocação de um jogador do time para a seleção brasileira após 16 anos - na ocasião, foi o goleiro Jefferson[29], a volta do time à Libertadores após 17 anos[30] e a badalada contratação do holandês Clarence Seedorf[31], a gestão de Maurício Assumpção é considerada por muitos como a pior da história do Botafogo.[32]

Em agosto de 2016, Maurício foi expulso do quadro social do clube.[33] A comissão administrativa do clube julgou pertinente o parecer apresentado pelo Departamento Jurídico que apontou irregularidades da gestão anterior. A denúncia foi montada por Domingos Fleury, vice-diretor do departamento jurídico do time, e teve como base, entre outras acusações, de improbidade administrativa, prejuízo ao patrimônio do clube, favorecimento a amigos e empréstimo sem destino especificado.

Referências[editar | editar código-fonte]

Este artigo "Mauricio Assumpção" é da wikipedia

  1. «GloboEsporte.com > Futebol > Botafogo - NOTÍCIAS - Nininho se despede da praia para virar Maurício Assumpção». globoesporte.globo.com. Consultado em 2 de maio de 2017 
  2. «PMDB do Rio entra em campo e atrai presidentes de clubes para a filiação partidária | VEJA.com». VEJA.com. 29 de setembro de 2011 
  3. «Dentista Maurício Assumpção é eleito presidente do Botafogo». Folha Da Região 
  4. «Maurício Assumpção é reeleito presidente do Botafogo». O Globo. 26 de novembro de 2011 
  5. «Cartola mais atacado do país foi dentista na base e empregou turma da praia - Futebol - UOL Esporte». UOL Esporte 
  6. «Em meio a crise, presidente do Botafogo se inscreve em curso de gestão - Futebol - UOL Esporte». UOL Esporte 
  7. «Um desastre chamado Maurício Assumpção - Esporte - UOL Esporte». UOL Esporte 
  8. «Botafogo reinaugura piscina social na sede, onde investiu R$ 3 milhões em 5 anos». FOGÃONET.COM 
  9. «Botafogo reforma os quartos do CT João Saldanha, em General Severiano». UOL Esporte 
  10. «Botafogo inaugura Memorial dos Fundadores e Túnel do Tempo em sua sede | Botafogo: Superesportes». www.pe.superesportes.com.br. Consultado em 2 de maio de 2017 
  11. Pussieldi, Alex (28 de agosto de 2011). «BOTAFOGO ABRE AS PORTAS DO NOVO MOURISCO MAR PARA A BEST SWIMMING; CONFIRA AS FOTOS». Best Swimming. Consultado em 2 de maio de 2017 
  12. «Botafogo anuncia que CT da base será construído em Marechal Hermes». globoesporte.com 
  13. «Botafogo inicia construção do CT da base, em Marechal Hermes, nesta quinta-feira». Extra Online 
  14. «Botafogo sofre com obras em CT da base. Até governador do Rio vai ajudar - Futebol - UOL Esporte». UOL Esporte 
  15. «Ainda em ruínas, CT de Marechal vira um símbolo das dificuldades do Bota». globoesporte.com 
  16. «Polêmico pela cor, patrocínio do Engenhão é recorde, diz Botafogo - Futebol - iG». Esporte 
  17. Esporte, Máquina do (16 de setembro de 2013). «Brahma suspende aporte ao Botafogo para Engenhão». Máquina do Esporte 
  18. «Na noite de Paul McCartney, público carioca faz show à parte no Engenhão». Pop & Arte. 23 de maio de 2011 
  19. «Engenhão ainda tem ingressos para 2º show de Justin Bieber no Rio». Rio de Janeiro. 3 de outubro de 2011 
  20. «Roger Waters faz show no Rio e dedica mais uma noite a Jean Charles». Pop & Arte. 30 de março de 2012 
  21. «Engenhão recebe Rio Verão Festival neste sábado (3) - 03/03/2012 - UOL Música - Da Redação». musica.uol.com.br. Consultado em 2 de maio de 2017 
  22. «Botafogo inaugura centro odontológico no Engenhão». globoesporte.com 
  23. «Ato Trabalhista: a versão de Assumpção, a denúncia de Bebeto e a palavra do TRT | Botafogo FR está no site Fala Glorioso». www.falaglorioso.com.br. Consultado em 2 de maio de 2017 
  24. «Elenco do Botafogo espera pagamento de salários atrasados nesta sexta-feira - Botafogo - O Dia». O Dia 
  25. «Presidente admite que Botafogo não paga impostos há oito meses, esperando aprovação de lei». O Globo. 6 de agosto de 2014 
  26. «Dívidas e denúncia no Botafogo». O Globo. 30 de julho de 2014 
  27. «Botafogo agoniza em dívida de quase R$ 700 milhões». Jornal do Brasil. 1 de agosto de 2014 
  28. «Empresa de familiares de Assumpção recebe 5% de patrocínio do Botafogo». 30 de julho de 2014. Consultado em 25 de novembro de 2014 
  29. «Jéfferson é o 47º jogador do Botafogo convocado para a seleção em Copas». O Globo. 7 de maio de 2014 
  30. «Botafogo volta à Libertadores depois de 17 anos - Notícias - R7 Fala Brasil». noticias.r7.com. Consultado em 2 de maio de 2017 
  31. «Após deixar presidência, Maurício Assumpção dá entrevista e fala de Seedorf: 'Tem muita vontade de vir treinar o Botafogo'». esporteinterativo.com.br. Consultado em 1 de maio de 2017 
  32. «Maurício Assumpção, do sucesso ao fracasso: Seedorf, choro com Dilma, dispensas e polêmicas». ESPN 
  33. Redação, Da. «Ex-presidente Maurício Assumpção é expulso do quadro social do Botafogo | O Pioneiro». jopioneiro.com.br. Consultado em 2 de maio de 2017