Welcome to EverybodyWiki 😃 ! Nuvola apps kgpg.png Log in or ➕👤 create an account to improve, watchlist or create an article like a 🏭 company page or a 👨👩 bio (yours ?)...

Microsoft Gaming & Entertainment

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki
Microsoft Gaming & Entertainment
File:TeamXbox-MGE-MicrosoftLogo.jpg
Sede oficial do Microsoft Gaming and Entertainment, em Redmond, Washington.
Razão social Microsoft Gaming & Entertainment Inc.
Nome(s) anterior(es) MS Entertainment and Devices (2000–07)
MS Interactive Entertainment (2007–14)
Conglomerado
Atividade Comunicação de Massa
Fundação 2000
Fundador(es) Seamus Blackley[1]
Sede Redmond, Washington,
 Estados Unidos
Área(s) servida(s) Mundo
Proprietário(s) Microsoft
Presidente Phil Spencer (2014–Presente)[2]
Empregados 24.800 (2020)[3]
Produtos Games for Windows
Groove Music
Microsoft Game Stack
Microsoft Movies & TV
Microsoft Store
Xbox Game Pass
Xbox Live
Empresa-mãe Microsoft Experiences and Devices
Divisões Microsoft Media and Entertainment
Microsoft Mobile
Mixer
Windows Games Group
Xbox
Subsidiárias AltspaceVR
Team Xbox Finland
Xbox Design Lab
Xbox Entertainment Studios
Xbox Game Studios
ZeniMax Media
Posição no Alexa Erro Lua em package.lua na linha 80: module 'Módulo:Wikidata/i18n/Testes' not found.
Website oficial https://www.microsoft.com/en-us/defaults.aspx

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Microsoft Gaming and Entertainment[4] (oficialmente abreviado como Team Xbox, Microsoft Gaming, Microsoft Entertainment, Microsoft Xbox, e MGE) é um conglomerado multinacional, parte dos Microsoft Engineering Groups.[5] Foi fundada em 2000 por Seamus Blackley, e cuida de tudo relacionado a jogos eletrônicos e entretenimento na Microsoft.

Em 2014, Phil Spencer, na época chefe da Microsoft Studios, se tornou Chefe da MGE, e em 2017 foi promovido a Vice-Presidente Corporativo do Microsoft Gaming and Entertainment Business, criado após a divisão ter sido promovida, ganhando autonomia completa e reportando diretamente para o CEO da Microsoft, Satya Nadella.[6][7]

História[editar]

Microsoft Entertainment and Devices (2000–2007)[editar]

A divisão foi fundada em 2000 após o anúncio oficial de anúncio do console Xbox durante a CES daquele mesmo ano. Como função administrativa e chefe da divisão, na época chamada Microsoft Entertainment and Devices, Seamus Blackley, criador e principal mente idealizadora do Xbox, foi Presidente e Head of Xbox, até o ano de 2003, quando deixou a Microsoft.[8]

Em seu lugar ficou Peter Moore, que guiou a vida útil do Xbox ao Xbox 360, com um incrível lançamento e sendo o Chefe da empresa nos principais lançamentos da marca, como Halo 2, Fable, Project Gotham Racing 3, Gears of War, Forza Motorsport 2, Halo 3, entre outros.[9]

Moore foi considerado uma das maiores mentes e conquistou não só os corporativos, mas os fãs da marca Xbox, com seu humor de sempre fazer piadas em eventos como a E3, Gamescom e o X0, com alguma tatuagem de jogos famosos que haviam ou iam ser lançados, além de ter sido uma das 10 Maiores Personalidades do Mundo Corporativo em 2006, ficando em 4° Lugar no Ranking.

Os problemas começaram após o primeiro ano de vida do Xbox 360 na gerência de Peter Moore. Na época, diversos Consoles da empresa estavam recebendo pedidos incessantes de assistência técnica ou devolução de dinheiro pois estavam tendo um Problema Irreversível de Reparos, conhecido como 3RL, ou Red Ring of Death.

Para corrigir esses problemas que cada vez aumentavam, Peter Moore investiu mais de US$ 1 Bilhão da divisão Xbox, colocando um enorme buraco de prejuízos que se seguiram até 2016, mas que felizmente conseguiram interromper grande parte dos problemas com o 3RL.[10]

Com isso, Peter Moore fez uma troca de posições com Don Mattrick, na época COO da EA Vancouver e Presidente da EA Sports, que se tornou Head of Interactive Entertainment Business (hoje Team Xbox), enquanto Peter Moore se tornou Chief Operation Officer (COO) de toda a Electronic Arts.[11]

Microsoft Interactive Entertainment (2007–2014)[editar]

Agora sob a direção de Don Mattrick, a empresa alterou seu nome de Microsoft Entertainment and Devices para Microsoft Interactive Entertainment (MIE). O propósito do nome era principalmente, como a visão de Mattrick pretendia, tornar o Xbox no centro do seu Entretenimento, seja para Assistir TV, Ver Filmes, Ouvir Músicas, Acessar Redes Sociais, e claro, jogar Jogos Eletrônicos.[12]

Sob o comando de Mattrick, vimos a criação do Xbox 360 S e Xbox 360 Elite, além do dispositivo de movimentos complementar do console, o Kinect. Don Mattrick fez as atividades e vendas de jogos na Xbox Live saltarem de 100.000 por mês para 600.000 por mês, uma melhoria de 60%, que em 2011 se traduziu para um aumento de quase 1500%, colocando assim o Xbox 360 como a plataforma mais Lucrativa em Venda e Compra de jogos durante toda a 7° Geração de Consoles.[13]

Na transição para a 8° Geração, Don Mattrick falhou em emplacar o Xbox One no mercado, deixando a empresa em Julho de 2013, exatos 1 mês após o anúncio do console, feito em Maio, no Microsoft Xbox Campus.[14]

Mattrick deixou a Microsoft Interactive Entertainment para se tornar CEO da Zynga, produtora de jogos mobile, faturando mais de US$ 900 Milhões durante sua transição.[15]

Após a saída de Don Mattrick, a MIE ficou sem nenhum Chefe ou Head por 8 meses, transitando a presidência entre Phil Harrison, Steve Ballmer e Phil Spencer, até que em 31 de Março de 2014 foi anunciado que o atual Chefe da Microsoft Studios, Phil Spencer, se tornou Chefe da MIE, que alterou seu nome para Microsoft Gaming and Entertainment.

Microsoft Gaming and Entertainment (2014–presente)[editar]

Sob a direção de Phil Spencer, a divisão Xbox tomou decisões radicais e mudanças drásticas, desde que o Chefe assumiu a posição, a marca Xbox foi olhada principalmente com novos ares,l e grande inspiração, colocando toda a confiança de que ele iria mudar todo o desastre de 2013 com o lançamento do Xbox One.[16]

Phil Spencer logo de cara possibilitou que o Xbox One não precisasse ser vendido obrigatoriamente com o Kinect, abaixando o preço do console em US$ 100, colocando o console a páreo do preço de seu rival, o PlayStation 4.[17]

Após isto, em 2014, Spencer tomou a decisão de fechar a Xbox Entertainment Studios, pois não via que as Produções de TV, Séries e Filmes iriam ser foco de agora em diante, pois estava buscando visar apenas os Jogos. Com isto, na E3 2015 foi anunciado que o Xbox One ganharia Retrocompatibilidade com o seu console anterior, o Xbox 360, no formato Físico e Digital, algo muitíssimo aplaudido pela mídia e fãs da marca.[18][19]

Com Spencer, as vendas de console Xbox One aumentaram em vários níveis, sendo relatados pelo NPD Group e Games Industry aumentos de 500% a 1100% nos Estados Unidos e Reino Unido, com diversas promoções, bundles e jogos exclusivos da plataforma à um ótimo custo-benefício.

Em Julho de 2015, foi anunciado que de agora em diante, as produções feitas pela Microsoft Studios iriam sempre também chegar ao Windows 10, o mais novo Sistema Operacional para PC's da Microsoft. O primeiro título a estreiar neste formato foi Quantum Break, lançado em 5 de Abril de 2016, estreiando a Windows 10 Store no PC, e claro, em simultâneo foi lançado ao Xbox One.

Com isso, na E3 2016 foi anunciado o programa Xbox Play Anywhere, onde se você comprar um cópia digital de um jogo no Xbox One, você também ganha essa mesma cópia para o Windows 10, habilitando o Cross-Buy, além do Cross-Play e Cross-Save entre ambos os jogos, sem precisar começar tudo do 0 ou comprar o mesmo jogo duas vezes.

Em 2017, a MGE lançou o Xbox One X, o console mais poderoso da 8° Geração, com seus incríveis 6 TeraFlops de GPU, além de rodar os jogos em 4K Ultra HD, Suporte ao HDR+, e com os jogos rodando à 60 FPS. Este foi o primeiro console sob a liderança de Phil Spencer, e seu marco foi celebrado com o anúncio de Retrocompatibilidade do Xbox One com jogos do Xbox Clássico, o Xbox original lançado em 2001.[20]

Além disso, ali foi anunciado a abertura de uma nova divisão do Xbox, a Mixer, uma plataforma digital de LiveStreaming de jogos da MGE, para concorrer com serviços adversários como o TwitchTV da Amazon, YouTube Gaming, do Google, entre diversos outros.[21]

Gestão dos Presidentes da Empresa[editar]

Seamus Blackley (2000–2003)[editar]

Foto de Seamus Blackley, fundador do Team Xbox (MG&E), Presidente da empresa durante 3 anos.

Seamus Blackley é o fundador do primeiro console Xbox e da Microsoft Entertainment and Devices (agora Microsoft Gaming and Entertainment), em 2000, e com isso, foi Presidente da empresa durante seus primeiros 3 anos de vida. Em sua gestão, Blackley apostou fortemente que a empresa seria o centro de todo o entretenimento da Microsoft, e que o console Xbox era determinante para essa fronteira estar aberta, sendo os jogos eletrônicos, o início dessa segmentação.[22][23]

Em Novembro de 2001, com o lançamento do console, a empresa dedicou firmemente na criação de grandes títulos exclusivos, como Halo: Combat Evolved e Project Gotham Racing sendo os grandes destaques, além de sob sua gerência, ter adquirido os estúdios Bungie, Ensemble Studios, Rare, e ter firmado parcerias exclusivas em jogos de empresas como Electronic Arts, Ubisoft, Koei Tecmo, FromSoftware, Capcom e 2K Games.[24]

Para reforçar este segmento de jogos e entretenimento, Blackley deslocou todos os estúdios da antiga Microsoft Gaming Group para fazer parte de uma nova divisão, a Microsoft Games, sendo estes os FASA Studio, Aces Game Studio, Salt Lake Games Studio e Digital Anvil, com foco em produzir e aumentar o catálogo de jogos da plataforma.[25]

Uma das últimas medidas de Seamus antes de deixar a Microsoft foi de também ter unificado o Games for Windows ao Xbox, colocando toda a Windows Games Group dentro do Team Xbox, e aderindo aos Microsoft Windows usarem a Xbox Live como forma de requisito para jogar seus jogos, também como uma forma de diminuir o número de Pirataria.[26]

Para dar continuidade à liderança na marca, Peter Moore entrou no lugar de Blackley, e guiou o Xbox para a sua melhor Geração até hoje, com o Xbox 360.

Peter Moore (2003–2007)[editar]

Foto de Peter Moore tirada em 2006 durante o Xbox Cup, na época, Presidente da ME&D, liderando a marca Xbox e o Windows Game Group.

Peter Moore foi o Presidente do Team Xbox durante 4 anos, assumindo a posição após a saída de Seamus Blackley. Antes disso, Peter Moore já estava na Microsoft a pouco mais de alguns meses, e junto de Yukio Futatsugi, fundou o que conhecemos hoje como Xbox Game Studios Japan, ampliando a divisão de jogos da Microsoft, e fortificando a presença da marca no território Oriental.

Com Moore, o Xbox adotou algumas mudanças como a criação de um controle novo ao Xbox, substituindo o habitual Nuke após várias reclamações de jogadores devido o seu tamanho extremamente grande. Peter Moore também fortificou os laços da Microsoft Entertainment and Devices com o setor de Filmes, criando parcerias com a Warner Bros., Dreamworks, e com o Diretor da trilogia de filmes O Senhor dos Anéis, Peter Jackson, para criar filmes e séries baseadas em universos de jogos da marca Xbox, como a franquia Halo.[27]

Outro grande fator da administração de Peter Moore foi na ampliação na Xbox Live, criando um modelo de loja para desenvolvedores independentes criarem seus jogos e fortificarem-se no mercado sem a necessidade de uma Publicadora ou Editora externa, essa loja recebeu o nome de Xbox Live Arcade. Peter Moore também foi a mente por trás da grande aquisição de 2006 do Xbox, com a compra da Lionhead Studios, a produtora das franquias Black and White e Fable, que futuramente foram os co-criadores do Kinect.[28]

Com o lançamento do Xbox 360 em 2005, Peter Moore foi reconhecido pela mídia como o Melhor Presidente de Entretenimento Interativo daquele ano, ganhando destaque na mídia, elevando sua reputação como um todo, e operando para o lançamento da melhor Geração de Consoles que a marca Xbox já possuiu.[29]

Apesar do grande destaque e do renome conquistado, nem tudo foi bom, e em 2006 houve diversos casos de problemas com o Hardware do Xbox 360, onde o console misteriosamente parava de funcionar, e no lugar de exibir as Faixas Verdes quando era ligado, exibia 3 Faixas Vermelhas, que caso acontecesse, significava que seu console estava inativo para sempre.[30]

Esse problema ficou tão famoso e repercutiu tanto neste ano que recebeu alguns apelidos como RROD (Red Ring of Death), 3RL, entre outros. Para contrapor, a Microsoft Entertainment and Devices tentou fazer um Recall de todos os modelos que sofriam deste problema, mas mesmo assim nada foi resolvido, restando a empresa a remodelar o Design do Console e modificar algumas peças específicas, além de reembolsar grande parte dos compradores afetados, com um investimento de US$ 1 Bilhão.

Apesar de ter resolvido os principais problemas, o gasto de 1 Bilhão deu um enorme prejuízo para toda a MED (Team Xbox), que como medida, demitiu na época cerca de 4.500 funcionários, e resultou na renúncia de Peter Moore em 2007, deixando a Presidência da MED, e saindo da Microsoft. Na época, Moore disse que precisava de um tempo com sua família e filhos, pois o estresse com o sucesso e fama do console resultaram em um problema para sua Saúde Física e Mental.[31][32]

Em seu lugar, foi colocado Don Mattrick, na época, Vice-Presidente da Electronic Arts, e Chefe da EA Vancouver e EA Sports. Mattrick fortificou a marca Xbox no setor de Entretenimento Interativo e Dispositivos, com a criação e ampliação do Windows Phone, Kinect, além de popularizar a Xbox Live com eventos de MTV, VMA, Oscar, e outras transmissões, sendo exclusivas da Rede Online, além de ter alterado pela primeira vez o nome do Conglomerado MED para Microsoft Interactive Entertainment (MIE).

Don Mattrick (2007–2013)[editar]

Don Mattrick em 2010, na época, Vice-Presidente do Interactive Entertainment Business da Microsoft, e Presidente do Team Xbox.

Don Mattrick foi o Vice-Presidente do Interactive Entertainment Business da Microsoft, uma divisão com a missão de tornar o Xbox como todo o centro do seu Entretenimento, e Chefe do Team Xbox, que alterou seu nome na época para Microsoft Interactive Entertainment.[33]

Sobsua liderança, a MIE voltou a ter lucros com o Xbox em aumentos acima dos 500% em um ano, além de Mattrick ter firmado uma parceria exclusiva com a Activision Publishing Inc. para o Xbox 360 conter conteúdos exclusivos nos jogos da franquia Call of Duty, algo que começou a partir de Call of Duty: Modern Warfare 2, lançado em 2009.

Em 2010 a MIE foi ampliada, e foi aderido ao conglomerado o Windows Phone, a marca de dispositivos touch-screen provida do Windows Mobile, aumentando o portfólio do Interactive Entertainment presente no Team Xbox, e sendo parte crucial para a Receita Global da marca, fidelizando uma parceria com a Nokia.[34]

Um ano antes, a MIE inaugurou a primeira Microsoft Store (na época chamada Xbox Store), lojas locais e virtuais que vendem produtos da Microsoft Interactive Entertainment, como o Xbox 360, Windows 7, além de PC's específicos da Microsoft. As duas primeiras lojas abriram dentro de uma semana após o lançamento oficial do Windows 7, em Scottsdale e Mission Viejo.[35]

Lojas adicionais, desde então, foram inauguradas na Califórnia, no Colorado, em Illinois, em Minnesota, em Washington e no Texas. Na época, a Microsoft anunciou que pretendia abrir mais 75 novas lojas até 2014.[36]

Com crescente aumento de popularidade e vendas do Wii, o console provido de sensores de movimento da Nintendo, Don Mattrick buscou criar um concorrente à altura, anunciado na E3 2009 o na época chamado Project Natal. Em sua apresentação, Kudo Tsunoda, diretor criativo do Dispositivo de movimentos, mostrou algumas funções com sua Câmera 360° que projetava todos os seus movimentos dentro do Xbox 360.

Neste mesmo ano, Don Mattrick fidalizou uma parceria com a Kojima Productions, levando o seu diretor, Hideo Kojima, ao palco de uma Conferência de Xbox pela primeira vez na indústria de jogos. Lá, Kojima apresentou o primeiro Teaser Trailer do futuro Metal Gear Rising: Revengeance, um dos grandes e mais famosos jogos da lendária franquia Metal Gear.[37]

Em 2010, durante a E3 2010, foi revelado o nome oficial do Project Natal, que foi batizado de Kinect for Xbox 360, junto de seu grande título daquele ano, Kinect Star Wars. Don Mattrick foi ávido e repleto de momentos com muitos aplausos, principalmente após o anúncio do novo Xbox 360 S, um console onde aumentava e trazia grandes melhorias perante os 2 modelos anteriores, vinha diretamente com o Kinect, e custava US$ 50 a menos, o que chocou o público.

O mais chocante ficou pra sua frase final, que era de que o console mostrado naquele exato momento já estava disponível no mesmo dia, assim que acabase aquela Conferência de E3 2010, o novo Xbox 360 já estava disponível para compras.

Como mais uma parte de expansão do Interactive Entertainment, em 2012, o Team Xbox nos revelou os Xbox Music e Xbox Video, o último que é uma plataforma digital para filmes e séries providas do Xbox Live. O serviço foi lançado no final daquele mesmo ano, mas em 2015 teve seu nome alterado para Microsoft Movies & TV.[38]

Já o Xbox Music, era uma plataforma digital de streaming de músicas, onde você poderia ouvir tudo o que mais gostava e com um imenso catálogo de músicas. Assim como o Xbox Video teve seu nome alterado para 2015, o Xbox Music teve seu nome alterado também em 2015 para Groove Music, para apoiar o lançamento do mais novo sistema operacional da Microsoft e Team Xbox, o Windows 10.

Também em 2012 como mais um aumento de expansão no Interactive Entertainment Business, o Team Xbox anunciou a criação de uma empresa de Entretenimento dedicada a criação de Filmes, Séries e Documentários exclusivos para o Xbox Video (agora chamado Microsoft Movies & TV), batizado de Xbox Entertainment Studios. A empresa ficou localizada em Santa Mônica, Califórnia, Estados Unidos, e ficou sob a liderança de Nancy Tellem para cuidar da administração de seus projetos.[39]

Um destes que foi a Série de TV da franquia Halo, chamada Halo: The Television Series, que ficou sob o comando de produção do premiado Diretor de Cinema, Steven Spielberg. A Série seria lançada exclusivamente na rede online Xbox Live, e seu orçamento foi estimado em US$ 120 Milhões.

Devido ao crescente aumento de popularidade do Windows Phone, a MIE anunciou em 2013 a aquisição completa da divisão de telefones da Nokia por US$ 7.18 Bilhões, se tornando parte integral da Microsoft Interactive Entertainment, e um dos setores de principal renome para lucros junto do Xbox.[40]

Os problemas do comando de Don Mattrick se iniciaram em Maio de 2013, quando o executivo e todo o Team Xbox reuniram seu público e mídia especializada para a revelação mundial da nova geração de consoles Xbox, agora na 8° Geração.

Batizado oficialmente de Xbox One, o console foi recebido de forma muito negativa pelos fãs, principalmente após a revelação de que os rumores mais recentes daquela época sobre o console eram reais, pois era proibido a troca de jogos usados, era obrigatório o uso de sua internet para manter o console ligado, além do Kinect ser um item inseparável no pacote na compra do aparelho, aumentando o seu preço em US$ 100 frente ao PlayStation 4, o console adversário da marca.[41]

Tais problemas na administração da marca levaram a que em 1 de julho de 2013, Don Mattrick anunciou sua saída do Microsoft Interactive Entertainment para se tornar o mais novo CEO da Zynga, uma empresa de jogos eletrônicos para smartphones movidos ao Android e iOS.

Após a saída de Mattrick, o Team Xbox ficou sem nenhum Presidente por 8 meses, com as posições de Vice-Presidente alternando entre Phil Spencer e Phil Harrison, na época chefes da Microsoft Studios. Até que em março de 2014, foi anunciado oficialmente que Phil Spencer assumiu a liderança como Chefe do Team Xbox, e caminhando esse início desastroso de geração do Xbox One ao que seria a sua redenção.

Phil Spencer (2014–presente)[editar]

Ver artigo principal: Phil Spencer
Phil Spencer, atual Chefe do Team Xbox, Vice-Presidente do Microsoft Gaming, em 2015, anunciando uma parceria do Xbox com a Oculus Rift.

Phil Spencer é o atual Chefe do conglomerado Team Xbox. Diferente dos chefes anteriores que tinham a visão expansiva da marca Xbox para o entretenimento interativo, Phil Spencer desde que assumiu o cargo de Presidente do Team Xbox coloca todos os seus esforços na marca para os Jogos, e como destaque nisto, alterou o nome do conglomerado de Microsoft Interactive Entertainment para Microsoft Gaming and Entertainment (MGE).

Uma das primeiras medidas de Phil Spencer foi a eliminação da obrigatoriedade do Xbox One ser comprado junto com o Kinect, dando a possibilidade do consumidor de comprar apenas o console da 8° Geração, sem vir com o sensor de movimentos, reduzindo o preço do console em US$ 100.[42]

Após isto, também foi anunciado que a divisão recém adquirida de smartphones da Nokia seria batizada de Microsoft Mobile, e é uma divisão subsidiária do Team Xbox. Para acoplar a maior parte desses funcionários foi relatada uma demissão de 18.000 funcionários da antiga Nokia, pois várias posições de funcionários da empresa eram de funções na qual a Microsoft já continha.[43]

Outras mudanças foi reforço completo de que o Xbox One é um console totalmente voltado aos jogos, usando o slogan Jump Ahead em jogos exclusivos do console como Halo 5: Guardians, Forza Motorsport 6, Rise of the Tomb Raider, Quantum Break, Gears of War 4 e ReCore como destaque disso. Além deste reforço, durante a conferência do Xbox na E3 2015, foi anunciado que o Xbox One ganharia retrocompatibilidade com o Xbox 360, possibilitando os jogadores de colocar o seu disco no console atual e rodar seus jogos antigos, sem pagamento nenhum adicional.[44]

Como parte de uma grande alteração no conglomerado e de seu novo nome estabelecido, o Xbox Entertainment Studios foi fechado, e todas suas produções na época em desenvolvimento foram canceladas, com exceção do seriado de Halo dirigido por Spielberg, que agora vem sendo desenvolvido pela Showtime.[45]

Phil Spencer anunciou em Julho de 2015 que o Xbox estava chegando totalmente ao Windows 10, a nova plataforma operacional para PC's da Microsoft. E com isso, todos os próximos jogos da divisão Xbox serão lançados para ambos Xbox One quanto Windows 10.

Essa mudança levou aos Xbox Music e Xbox Video terem seus nomes alterado para Groove Music e Microsoft Movies & TV respectivamente. As lojas Xbox Store tiveram também seu nome alterado, e agora são chamadas de Microsoft Store, onde vendem produtos de Xbox, Windows, PC's, e Surface.

Em 2016, o Team Xbox adquiriu a empresa Bean por US$ 340 milhões, e foi anunciado o console Slim do Xbox One, chamado oficialmente de Xbox One S. Banhado em branco, o console é 40% menor que o modelo original de 2013, com opções de armazenamento entre 500 GB, 1 TB e 2 TB, além de possuir suporte a HDR, 4K em vídeos e séries, e sua fonte ser interna. Seu preço foi o maior destaque na época, com o console sendo lançado pelo preço inicial de US$ 299.[46]

Phil Spencer ganhou seu maior destaque em 2017, com o lançamento do console mais poderoso da marca, o Xbox One X, além do anúncio que o Bean, a divisão e plataforma digital de streaming de jogos estava tendo seu nome alterado para Mixer, se tornando a mais nova grande divisão do Microsoft Gaming and Entertainment.

Em outubro daquele mesmo ano foi anunciado o fim da divisão Microsoft Mobile, além do fim do suporte e vendas do Kinect, após enormes fracassos de ambas as áreas no mercado global. Naquele mesmo ano, a MGE e o Team Xbox trouxeram dois programas digitais antigos do Xbox de volta a vida, o Inside Xbox e o Xbox X0, que marcaram seu retorno de 2018 em diante.[47]

Um dos símbolos de maior destaque de Phil Spencer foi a criação do serviço de assinatura de jogos chamado Xbox Game Pass, na qual você paga uma pequena assinatura mensal de US$ 9.99 (30 R$), e tem acesso a uma biblioteca com mais de 100 Jogos para o Xbox One e Windows 10. Destaques do serviço eram que os novos jogos da Microsoft Studios vinham direto do seu lançamento para o serviço, além dele conter grandiosos jogos de empresas terceiras como Fallout 4, Red Dead Redemption II, Grand Theft Auto V, Batman: Arkham Knight, Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, The Witcher 3: Wild Hunt, entre muitos outros.

Durante o evento The Game Awards 2019, foi anunciado oficialmente o novo console de próxima geração do Xbox, chamado de Xbox Series X. Destaques do console vão para os seus incríveis 12 TeraFlops de GPU 4K Ultra HD, HDR, Suporte de até 120 FPS, Ray-Tracing via DirectX, Armazenamento em SSD, além da CPU Zen 2 provida pela AMD.[48]

Subsidiárias e Divisões[editar]

Lista completa de Divisões, Estúdios e Subsidiárias que são e foram de propriedade do Team Xbox:
Nome do estúdio Sede Fundação Notas Estado atual
AltspaceVR Redwood City, Califórnia, EUA 2013 Divisão de desenvolvimento de jogos e aparelhos de Realidade Virtual da Microsoft. Foram responsáveis pela criação do aparelho Microsoft HoloLens, além de vários aplicativos e jogos para a Plataforma. Ativo
Groove Music Redmond, Washington, EUA 16 de Outubro de 2012 Anteriormente chamado Xbox Music, está divisão foi responsável pelo Serviço Digital via Streaming de música dos consoles Xbox e Windows, quando a empresa perdeu o foco no ramo de Entretenimento, decidiu fechar a divisão e o serviço, em Dezembro de 2017. Fechado
Microsoft Mobile Espoo, Finlândia 25 de Abril de 2014 Divisão de Smartphones e Diapositivos Touch-Screen da MGE, fundado após a aquisição da Nokia em 2013. Após o fracasso na venda de dispositivos neste mercado, tanto as divisões de jogos para Windows Phone quanto as de Hardware foram fechadas, em Outubro de 2017. Fechado
Mixer Redmond, Washington, EUA 5 de Janeiro de 2016 Chamado anteriormente de Bean, a divisão foi uma divisão responsável pela criação de um Serviço Digital de Streaming de Jogos Eletrônico de mesmo nome. A empresa foi aquirida em 2017 pela Microsoft, se chamando agora Mixer, porém após um insucesso da plataforma, foi vendido todos os seus prédios e funcionários para o Facebook, como reforço ao Facebook Gaming, desligando a plataforma digital. O Facebook não adquiriu a IP com o nome Mixer ou a Tecnologia por trás da Plataforma, por isso todos os funcionários da Mixer a partir de 22 de Julho de 2020 são chamados de desenvolvedores do Facebook Gaming. Fechado
Team Xbox Finland Espoo, Finlândia 22 de Outubro de 2017 Subsidiária do Team Xbox aberta em Outubro de 2017 para cuidar de jogos eletrônicos de Xbox no continente europeu. Sua sede e prédio são os mesmos da Microsoft Mobile, pois após a venda de toda sua tecnologia móvel adquirida pela Nokia para a HMD Global, a construção da empresa havia ficado sem uso, e agora foi ocupada para fazer parte da ampliação do Xbox na 9° Geração de Consoles. Ativo
Windows Games Group Redmond, Washington, EUA 20 de Novembro de 1992 Windows Games Group é uma divisão de Jogos Eletrônicos para a plataforma Windows 10 da Microsoft. Seus trabalhos são conhecidos por terem sido os formadores das franquias Age of Empires, MechWarrior, Rise of Nations, Microsoft Flight Simulator, entre outros. Como parte da formação da MGE, a Windows Games Group passou a ser uma subsidiária do Xbox, em 2003. Ativo
Xbox Design Lab Redmond, Washington, EUA 12 de Junho de 2015 Fundado para ser uma subsidiária do Xbox, o Design Lab é responsável pelos Consoles Customizados, o Design Lab Club, além das versões temáticas limitadas e especiais dos Consoles Xbox baseados em franquias famosas. Ativo
Xbox Entertainment Studios Santa Mônica, Califórnia, EUA 2012 Fundado para ser uma Divisão de Entretenimento do Xbox, o XES era responsável por desenvolver Séries, Filmes, Documentários e Podcasts relacionados às franquias de jogos eletrônicos da Microsoft, desenvolveu 7 desses projetos, porém foram fechados em 29 de Outubro de 2014. Fechado
Xbox Game Studios Redmond, Washington, EUA 2000 Divisão e Rede de Estúdios de desenvolvimento de Jogos Eletrônicos da Microsoft para as plataformas Xbox e Microsoft Windows, fundada anteriormente com o nome Microsoft Game Studios, é a maior Divisão presente na MGE. Ativo

Produtos[editar]

Microsoft HoloLens[editar]

Imagem do dispositivo Microsoft HoloLens, o primeiro aparelho de Realidade mista da Microsoft, lançado em 2015.

Microsoft HoloLens é um dispositivo de Realidade Mista chamado internamente durante seu desenvolvimento de Project Baraboo, desenvolvido pelo Team Xbox em colaboração com o AltspaceVR, lançado oficialmente em 2015.[49]

Foi o primeiro dispositivo feito para o Windows Mixed Reality, do Windows 10. Na tecnologia usada para a captura de movimentos, foi usado o Kinect, porém os sensores de câmera foram levemente melhorados para o HoloLens.[50]

O dispositivo teve como uma de suas principais mentes o na época Vice-Presidente da Microsoft Studios, Kudo Tsunoda, divisão do Team Xbox, e com isso, a plataforma ganhou um grande suporte de jogos eletrônicos da divisão Xbox, como uma versão de realidade mista do jogo Minecraft, além de jogos originais feito pela XGS Global Publishing, subsidiária do Xbox Game Studios, como o Fragments, Roboraid e Young Conker.[51]

Graças ao sucesso do dispositivo, a Microsoft Gaming and Entertainment adquiriu a empresa co-produtora do HoloLens, a AltspaceVR, que se tornaram uma divisão do MGE (Team Xbox). Juntos, ambas as empresas lançaram em Novembro de 2019 o agora chamado Microsoft HoloLens 2, o sucessor do primeiro dispositivo.[52]

Uma das grandes diferenças entre o novo produtor e o anterior é que o HoloLens 2 contém mais imersão devido a sua câmera óptica melhorada, mais ergonomia e praticidade graças a seu tamanho reduzido, e que agora o dispositivo havia saido do ramo de jogos eletrônicos para o de Negócios e Finanças.[53]

Microsoft Lumia e Windows Phone[editar]

Ver artigos principais: Microsoft Mobile, Microsoft Lumia e Windows Phone
Imagem frontal do Microsoft Lumia 950 XL, modelo movido ao Windows Phone e Windows Mobile 10, lançado em 2015.
Imagem traseira do Microsoft Lumia 950 XL, dispositivo lançado em 2015 pela Microsoft Mobile, uma divisão do Team Xbox.

Microsoft Lumia (anteriormente chamado de Nokia Lumia) foi uma família de dispostivos eletrônicos celulares desenvolvidos pela Microsoft Mobile (anteriormente pela Nokia), uma divisão do Team Xbox. O primeiro dispositivo com a marca foi lançado em 2011, e todos são providos do Windows Mobile, um sistema operacional baseado em Windows Phone.[54]

A Microsoft havia se tornado a desenvolvedora e detentora da tecnologia por trás desses aparelhos após a aquisição Bilionária para a adquirir a divisão de telefones da Nokia, realizada em 2013. Os dispositivos de mariores sucesso da marca foram os Lumia 510, Lumia 720, Lumia 800 e Lumia 900.[55]

Os Softwares dos aparelhos foram os Windows Phone 7, Windows Phone 8, Windows Phone 8.1 e Windows 10 Mobile. Porém, após o insucesso da marca e dos dispositivos no mercado, em maio de 2016, a MGE (Team Xbox) vendeu todo o seu negócio de tecnologia adquirida pela Nokia, incluindo os direitos de design, marca e funcionários da Microsoft Mobile para a HMD Global pelo valor de US$ 350 Milhões, onde a empresa Finlandesa possuí direitos exclusivos de usar o nome de seus aparelhos sob a marca Nokia até 2024.[56]

Após isto, em Outubro de 2017, Joe Belfiore, executivo da Microsoft, anunciou que a empresa não produziria mais nenhum que a Microsoft não desenvolveria mais nenhum novo hardware para telefone e que o Windows 10 Mobile só receberia atualizações e patches de manutenção a partir de então, citando sua baixa participação no mercado e o abandono da Microsoft por seus negócios móveis como motivo.[57]

Apesar disso, a sede da Microsoft Mobile em Espoo, Finlândia, continua ligada e ativa, porém com outras dezenas de funcionários, agora para fazer parte do Team Xbox Finland, Oyj, uma subsidiária do Team Xbox para trabalhar com jogos eletrônicos e dispositivos de realidade virtual junto da AltspaceVR, outra divisão do Team Xbox, para criar um aparelho dedicado à VR dos consoles Xbox.

Xbox[editar]

Ver artigos principais: Xbox, Xbox 360, Xbox One, Xbox Series X e Xbox Game Studios
Imagem de um Xbox One junto do Kinect e de um Xbox Controller, dispositivos da 8° Geração de Consoles, lançado em 2013 pelo Team Xbox.
Logomarca do Xbox Series X, dispositivo da 9° Geração de Consoles do Team Xbox, anunciado em 2019 durante o The Game Awards.

Xbox é uma plataforma de jogos eletrônicos da Microsoft que é a parte fundamental do Team Xbox, sendo do negócio da Microsoft Gaming and Entertainment. O criador do primeiro console da marca foi Steamus Blackley, que também foi Co-Criador e Presidente do Team Xbox durante os anos de 2000 a 2003.

A Microsoft ganhou maior destaque no setor de videogames com o lançamento do Xbox 360 em Novembro de 2005. Este foi o console de maior sucesso da marca, ultrapassando as US$ 85.7 milhões de unidades vendidas do console mundialmente. Não só o console, mas também o dispositivo de movimentos complementar do aparelho, o Kinect, atingiu grande sucesso, com mais de US$ 27 milhões de unidades.[58]

Com o Xbox 360, o Team Xbox também ampliou sua gama e rede em diversos outros aparelhos e aplicativos, com a criação dos Xbox Music (agora chamado Groove Music), Xbox Video (agora chamado Microsoft Movies & TV) e Xbox SmartGlass (agora chamado Xbox App), porém após o insucesso de transformação da marca Xbox em um Entretenimento Interativo em 2013, tais aplicativos e redes tiveram seu nome alterado, e alguns acabaram por ser desligados.

Além destes, durante a vida útil de 2013 em diante da marca com o Xbox One, foram criados outros serviços, como o Xbox Game Pass, de assinaturas para mais de 100 jogos em catálogo por um preço mensal, a criação do Xbox Play Anywhere para seus jogos no Xbox One terem cross-play, cross-save e cross-buy com o Windows 10.[59]

Em 2016, o Team Xbox estreiou o Xbox Game Preview, um programa onde você pode adquirir um jogo que está ainda em fase de desenvolvimento, jogar ele durante essa fase de transição, e ajudar a empresa ou criador com a sua opinião do que está achando do progresso de desenvolvimento.

Em 2019, durante o The Game Awards, foi anunciado a 9° Geração de Consoles do Xbox, batizado de Xbox Series X, o console do Team Xbox é o mais poderoso dentre seus rivais PlayStation 5 e Nintendo Switch, equipado com uma CPU Zen 2 e NAVI2 da AMD, além de 12 TeraFlops de GPU com suporte ao Ray-Tracing, além se conter o armazenamento baseado em SSD.[60]

As políticas da empresa com o console são de que será possível jogar os seus jogos de Xbox One, Xbox 360 e Xbox Clássico por meio da retrocompatibilidade. Além disso, a empresa desenvolveu um programa chamado Smart Delivery onde caso você compre um jogo no seu Xbox One, você ganha uma versão gratuita e sem custos adicionais desse mesmo jogo para o Xbox Series X.

Quanto aos jogos, o Team Xbox em 2000 fundou uma divisão somente para criação de jogos exclusivos para os consoles Xbox, na época batizada de Microsoft Game Studios, a divisão passou por mudança de nome outras duas vezes para Microsoft Studios em 2011 e para Xbox Game Studios em 2019, e já foi relatada diversas vezes como uma das melhores Editoras de jogos eletrônicos da última década.[61]

Team Xbox Finland[editar]

Team Xbox Finland
Sede oficial em Espoo, Finlândia, do Team Xbox Finland, Oyj.
Razão social Team Xbox Finland, Oyj
Subsidiária
Atividade Jogos Eletrônicos
Fundação 22 de outubro de 2017
Fundador(es) Phil Spencer
Matt Booty
Sede Espoo,  Finlândia
Proprietário(s) Microsoft
Pessoas-chave Matt Booty (CVP)
Empregados +7.300
Empresa-mãe Team Xbox
Antecessora(s) Microsoft Mobile
Posição no Alexa Erro Lua em package.lua na linha 80: module 'Módulo:Wikidata/i18n/Testes' not found.
Website oficial {{#property:P856}}

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Team Xbox Finland, Oyj é uma subsidiária do Team Xbox fundada em Outubro de 2017 após o fechamento da Microsoft Mobile. Ela faz parte do segmento de jogos eletrônicos do Xbox, e seu papel principal é melhorar o relacionamento com empresas terceirizadas da Europa para aumentar o catálogo de jogos dos consoles Xbox.[62]

A subsidiária da suporte principalmente ao Xbox Game Studios Europe por ser a parte Europeia da divisão de desenvolvimento de jogos do Xbox e a localização de suas sedes em Reading, no Reino Unido, e em Köln, na Alemanha ser mais perto da sua na Finlândia.

O estúdio oferece sua tecnologia e equipamentos para os estúdios Rare, Playground Games, Mojang Studios e Ninja Theory, que são as empresas europeias do Xbox Game Studios.[63]

Referências

  1. «Fundador e Criador do Xbox fala sibre o tamanho do controle do Primeiro Xbox». Meio Bit. Consultado em 11 de julho de 2016 
  2. «Phil Spencer assume a posição de Chefe da divisão Xbox». Combo Infinito. Consultado em 31 de março de 2014 
  3. «Divisão Xbox com mais de 10 Mil Funcionários». Statista. Consultado em 15 de agosto de 2019 
  4. «Microsoft Xbox Gaming and Entertainment». Xbox.com. Consultado em 20 de agosto de 2019 
  5. «Microsoft faz grandes alterações na Microsoft Interactive Entertainment Business». Microsoft. Consultado em 6 de junho de 2006 
  6. «Phil Spencer fala de sua promoção na divisão Xbox». Microsoft. Consultado em 10 de maio de 2017 
  7. «Phil Spencer é promovido na divisão Xbox à CVP da MGE». Canaltech. Consultado em 7 de outubro de 2017 
  8. «Seamus Blackley anuncia saída da Microsoft». Eurogamer. Consultado em 22 de abril de 2002 
  9. «Peter Moore fala do porquê se juntou à Microsoft no Xbox». Eurogamer. Consultado em 8 de abril de 2017 
  10. «Microsoft investiu 1 Bilhão para corrigir o 3RL do Xbox 360». Slash Gear. Consultado em 3 de maio de 2006 
  11. «Peter Moore renuncia da Microsoft E&D e do Xbox». Eurogamer. Consultado em 19 de julho de 2007 
  12. «John Schappert e Don Mattrick são as contratações do Xbox para o Microsoft Interactive Entertainment». Microsoft. Consultado em 8 de agosto de 2007 
  13. «Graças a Don Mattrick, a Microsoft Interactive Entertainment registra lucros de 500% com o Xbox». UOL. Consultado em 25 de janeiro de 2008 
  14. «Xbox One foi revelado em Maio de 2013». Tech Tudo. Consultado em 21 de maio de 2013 
  15. «Don Mattrick abandona a MIE para se tornar CEO da Zynga». OEAN. Consultado em 1 de julho de 2013 
  16. «Phil Spencer promete grandes mudanças no Xbox One». Voxel. Consultado em 7 de abril de 2014 
  17. «MGE diz que o Xbox fica até 10% mais poderoso sem o Kinect». Canaltech. Consultado em 5 de junho de 2014 
  18. «Reestruturação na MGE faz a Xbox Entertainment Studios ser fechada». Meio Bit. Consultado em 22 de setembro de 2014 
  19. «Xbox One ganha Retrocompatibilidade com o Xbox 360». Tech Tudo. Consultado em 27 de outubro de 2015 
  20. «Xbox One ganha Retrocompatibilidade com o Xbox Original». Canaltech. Consultado em 11 de junho de 2017 
  21. «Mixer é a nova plataforma de streaming da Microsoft». Microsoft. Consultado em 4 de julho de 2017 
  22. «Seamus Blackley comenta sobre sua Gestão como criador do Team Xbox». IGN. Consultado em 15 de maio de 2018 
  23. «A História do Xbox Parte 3, por Seamus Blackley». VG24/7. Consultado em 4 de agosto de 2011 
  24. «Microsoft Entertainment and Devices adquire Rare». IGN. Consultado em 24 de setembro de 2002 
  25. «Team Xbox é o maior conglomerado da Microsoft». Geek Wire. Consultado em 18 de junho de 2019 
  26. «Este é o Games for Windows». Windows. Consultado em 5 de janeiro de 2012 
  27. «Team Xbox e Peter Jackson anunciam parceria para Jogos». The Enemy. Consultado em 28 de setembro de 2006 
  28. «Microsoft adquire a Lionhead Studios». Microsoft. Consultado em 6 de abril de 2006 
  29. «Microsoft investiu 1 Bilhão para corrigir o 3RL». SlashGear. Consultado em 4 de maio de 2006 
  30. «O novo Xbox 360 não sofrerá do Red Ring». Tecnoblog. Consultado em 17 de junho de 2010 
  31. «O novo Xbox 360 não sofrerá do Red Ring». Tecnoblog. Consultado em 17 de junho de 2010 
  32. «Peter Moore renuncia da Microsoft ED e do Team Xbox». Games Radar. Consultado em 20 de julho de 2007 
  33. «Don Mattrick tentou comprar a Zynga enquanto fazia parte da Microsoft». Meio Bit. Consultado em 2 de julho de 2013 
  34. «Microsoft Interactive Entertainment assina acordo exclusivo com a Nokia». Tech Tudo. Consultado em 26 de março de 2012 
  35. Microsoft News (7 de agosto de 2009). «Sobre o lançamento da Microsoft Store» (em English). Consultado em 30 de julho de 2011 
  36. GREENE, Jay (13 de julho de 2011). «Microsoft pretende abrir mais 75 novas lojas em três anos» (em English). CNET News. Consultado em 30 de julho de 2011 
  37. «Como funciona o Project Natal?». Tecmundo. Consultado em 26 de novembro de 2011 
  38. «Microsoft Movies & TV». Microsoft. Consultado em 10 de junho de 2015 
  39. «Team Xbox e Warner Bros. juntos no Entretenimento». New Game Plus. Consultado em 12 de fevereiro de 2014 
  40. «Team Xbox adquire Nokia por 7.18 Bilhões de Dólares». G1. Consultado em 3 de setembro de 2013 
  41. «Xbox One é revelado». Tech Tudo. Consultado em 21 de maio de 2013 
  42. «Xbox One sem Kinect custa menos da metade do preço do PS4 no Brasil». G1. Consultado em 8 de maio de 2014 
  43. «TeamXbox demite 18 mil funcionários». Globo. Consultado em 17 de julho de 2014 
  44. «Xbox One ganha Retrocompatibilidade com o Xbox 360». Canaltech. Consultado em 15 de junho de 2015 
  45. «Xbox Entertainment Studios é fechado». VOX. Consultado em 17 de julho de 2014 
  46. «Conheça o Xbox One S». Tech Tudo. Consultado em 20 de junho de 2016 
  47. «Team Xbox vende a Microsoft Mobile e a tecnologia de smartphones Nokia para a HMD Global». Tudo Celular. Consultado em 17 de abril de 2016 
  48. «Microsoft anuncia Xbox Series X». Olhar Digital. Consultado em 12 de dezembro de 2019 
  49. «Team Xbox apresenta o Microsoft HoloLens». CB. Consultado em 21 de janeiro de 2015 
  50. «Microsoft anuncia plataforma de software para o HoloLens». Canaltech. Consultado em 29 de abril de 2015 
  51. «Microsoft demonstra o Minecraft no HoloLens». Canaltech. Consultado em 15 de junho de 2015 
  52. «Team Xbox adquire a empresa AltspaceVR». The Verge. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  53. «Team Xbox anuncia HoloLens 2 durante o MWC 2019». PPL Ware. Consultado em 24 de fevereiro de 2019 
  54. O'Reilly, Lara (25 de abril de 2014). «Microsoft completes Nokia acquisition». Marketing Week (em English). Centaur Communications Ltd. Consultado em 14 de setembro de 2014 
  55. «Nokia aposta no Lumia 900 em parceria com a Microsoft no Windows Phone». Veja. Consultado em 19 de janeiro de 2012 
  56. «Team Xbox vende unidade de telefones da Nokia para a HMD Global por 350 Milhões de Dólares». Tele Síntese. Consultado em 18 de maio de 2016 
  57. «CEO da Microsoft fala sobre o fim do Windows 10 Mobile». Tudo Celular. Consultado em 13 de outubro de 2017 
  58. «Kinect bate recordes de vendas e entra para o Ghiness Book». Terra. Consultado em 10 de março de 2011 
  59. «Team Xbox anuncia o programa Xbox Play Anywhere». Tecnoblog. Consultado em 12 de junho de 2016 
  60. «Xbox Series X é anunciado por Phil Spencer, chefe do Team Xbox, durante o TGA 2019». Metro Jornal. Consultado em 13 de dezembro de 2019 
  61. «Microsoft Studios agora se chama Xbox Game Studios». Xbox Power. Consultado em 5 de fevereiro de 2019 
  62. «Team Xbox apresenta o Team Xbox Finland». Wholes Game. Consultado em 22 de outubro de 2017 
  63. «Este é o Team Xbox Finland Oyj». Microsoft. Consultado em 11 de novembro de 2017 


Ligações externas[editar]

  • Portal dos jogos eletrônicos
  • Portal dos jogos eletrônicos
  • Portal Empresas
  • Portal da Microsoft



Outros artigos do tema Games : Menacer, Addams Family Values (jogo eletrônico), Lista de personagens de Grand Theft Auto III, Bola de Gude (jogo eletrônico), Ben 10: Protector of Earth, Hero Zero, The Amazing Spider-Man (Game Boy)

Outros artigos do tema Jogos eletrônicos : Lista de emuladores de jogos eletrônicos, Lista de jogos para arcade, Jogos eletrônicos desenvolvidos na França, Pharaoh (jogo eletrônico), Spartan: Total Warrior, Postal Babes, Jogos eletrônicos desenvolvidos nos Estados Unidos

Outros artigos do tema Empresa : Connect, Bactéria Filmes, Broken English, Aurora, Elgin and Fox River Electric Company, TV PinGuim

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).


Este artigo "Microsoft Gaming & Entertainment" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Microsoft Gaming & Entertainment.