Welcome to EverybodyWiki 😃 ! Nuvola apps kgpg.png Log in or ➕👤 create an account to improve, watchlist or create an article like a 🏭 company page or a 👨👩 bio (yours ?)...

Omar Cabral Kraüss

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki

Omar Cabral Kraüss (Alpinópolis, 11 de outubro de 1927- Alpinópolis, 13 de fevereiro de 2011) foi um escritor e jornalista brasileiro.

Biografia[editar]

Foi diretor do jornal "Correio dos Alpes", em Alpinópolis e exator da Coletoria Estadual de Alpinópolis. Como escritor produziu diversos contos, poesias e romances. Apaixonado pelo Teatro, escreveu algumas peças e dirigiu o "Grupo de Teatro Kraüss e 12", citado pela “Enciclopédia dos Municípios Mineiros” (1998) no verbete "Alpinópolis - Educação e Cultura". Era músico, inscrito na Ordem dos Músicos do Brasil, tendo algumas composições de sua autoria, dentre elas o “Hino de Alpinópolis” (letra e música). Foi acadêmico correspondente da Academia Taguatinguense de Letras desde 08/04/1987, tendo ocupado a cadeira número 04, que tem por patrono Bernardo Guimarães, apresentado pela acadêmica Hilda Mendonça. Por seu destaque na vida social e cultural de Alpinópolis, recebeu, em 20 de abril de 1985, o título de “Cidadão Honorário Alpinopolitano”.

Obras publicadas[editar]

  • "Rua Coronel Rosendo”- 1983- memória;
  • “Barulho do Silêncio” - 1984 - conto e crônica;
  • “Lé com Lê e Clé com Clé” - 1985 - tragicomédia;
  • “Retalhos D'Alma” - 1985 - poesia e conto;
  • “Dona Rita Viúva Ladina” - 1985 - melodrama;
  • “O livro do Padre Vicente” - 1989 - memória;
  • “Nova Resende - 1937" - 1989 - memória;
  • “Trovas da Latinidade” - 1989 - antologia (participação com uma poesia);
  • “Sonata a Quatro mãos” - 1992 - conto e crônica (esposa Maria Helena co-autora);
  • “A Flor dos Cafezais” - 1990 - romance;
  • “Vida Minha em Livro Aberto” - 1991 - poesia;
  • “Circo Pavilhão Felicidade e Entrevista” - 1991 - memória;
  • “Poemas em Letras Vivas” - 1993 - poesias;
  • “Iris, a Sobrevivente” - 1995 - romance;
  • “Padre Aníbal” - 1995 - poesia;
  • “Brados de Amizade” - 1996 - poesia;
  • “Rosa dos Ventos, Rosa dos Versos” - 1996 - antologia (participação com dois poemas);
  • “Pequeno Histórico da Paróquia de São Sebastião da Ventania” - 1996 - (participação);
  • “Recheios do Meu Balaio” - 1998 - autobiografia em poesia;
  • “Florilégio dos Meus Poemas” - 1998 - poesia;
  • “Vida Oculta de Jesus” - 1998 - teatro (bíblico);
  • “A voz das Letras” - 1999 - poesia;
  • “Feliz Andarilho” - 1999 - poesia;
  • “Divina Júlia” - 1999 -adaptação para teatro de um conto de Danielle Queiróz;
  • “Antologia Romântica” - 1999 - antologia (participação com uma poesia);
  • “Versos a Diversos” - 2000 - poesia;
  • “A Morte do Justo” - adaptação para teatro;
  • “Desejos de Felicidade” - poesia;
  • “Segredos da Ventania” - memória;
  • “Poltrona 4” – contos;

Genealogia[editar]

  • Ascendência: era filho de Abrelino Cabral Kraüss (Seu Bilico) e Ana Gonçalves Kraüss (Sinhaninha).
  • Descendência: foi casado três vezes: a primeira, com Geralda Carvalho de Faria, com quem teve sete filhos; a segunda, com Maria Cesarina Paiva, com quem teve dois filhos; e a terceira, com Maria Helena Horta, sem descendência.



Outros artigos dos temas Literatura E Minas GeraisJoão Carlos Taveira, Carlos Drummond de Andrade, Iacyr Anderson Freitas, Hugo Pontes

Outros artigos do tema Literatura : Livro, A Vida num Sopro, Hugo Vera, Paulo de Mesquita Lara, Iacyr Anderson Freitas, Monica Ramalho, Malishkin Andrey

Outros artigos do tema Minas Gerais : Setor de Futebol Amador da Capital, Escola Educ - Centro de Educação Criadora, Rodolfo Gustavo da Paixão, Escola Estadual Alberto Giovannini, Dilma Rousseff, Paulo César Camarão, Gedeão de Freitas


Este artigo "Omar Cabral Kraüss" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Omar Cabral Kraüss.