Welcome to EverybodyWiki ! Sign in or sign up to improve or create : an article, a company page or a bio (yours ?)...


Now you can login with your account created on the english EverybodWiki !

Pablo Molina

Da wiki EverybodyWiki Bios & Wiki
Ir para: navegação, pesquisa


Pablo Molina
Informação geral
Nome completo Pablo Américo Molina
Nascimento 15 de abril de 1965 (53 anos)
Local de nascimento Buenos Aires
 Argentina
Nacionalidade argentino
Gênero(s) reggae
Ocupação(ões) cantor, percussionista
Período em atividade Todos Tus Muertos (1993–1998) (2004–2011)
Lumumba (1996–2000) (2014–atualidade)
Solista (2000–atualidade)
Afiliação(ões) Todos Tus Muertos
Lumumba

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Pablo Américo Molina (Buenos Aires, 15 de abril de 1965), é um cantor e percussionista de reggae afro-argentino.

Começo[editar | editar código-fonte]

Seu começo no mundo da música se deu por volta do ano de 1993. Amigo de Fidel Nadal, entrou para a banda de punk-rock Todos Tus Muertos (TTM) fazendo a percussão. Mais adiante incorporou a voz, já que os demais membros do grupo notaram em ele um grande potencial.

Durante 1996, paralelamente, junto com Fidel e seu irmão Amilcar Nadal, começou um projeto chamado Lumumba — que também integrava alguns membros de Todos Tus Muertos — onde entraram no mundo do reggae, gênero o qual queriam explorar mais a fundo deixando um pouco de lado o punk-rock do seu incício.

Durante esse tempo, viajaram para a Jamaica para internalizar a cultura rastafari e chegar até as raízes do gênero. Além disso, com Fidel estiveram por quatro meses na França colaborando com Manu Chao em Mano Negra.

Separação e início como cantor solo[editar | editar código-fonte]

No ano de 2000, após algumas diferenças, os membros das bandas as quais pertencia se separaram definitivamente e Molina decidiu lançar o disco Abed Nego, Reggae classics en español Vol. 1, onde estreia como cantor solo, interpretando covers em espanhol de canções clássicas do reggae.

Em 2004 lança seu segundo disco da carreira solo, En el valle de la decisión. Também neste ano volta a se juntar com a banda Todos Tus Muertos, que já não contava com a presença de Fidel, mas tinha alguns de deus músicos.

Após 3 novos discos muitas apresentações, a banda teve um fim abrupto após a morte do guitarrista Horacio Villafañe, conhecido como "Gamexane", no ano de 2011.

Pablo continua sua carreira solo, e em 2012 lança o seu terceiro disco, Dejando Huellas. Também em 2012 junto com Amílcar Nadal faz alguns shows cantando canções de Lumumba.

Os retornos[editar | editar código-fonte]

Em 2014 acontece o retorno do grupo Lumumba. Pablito, Fidel e Amílcar voltam a estar juntos depois de saírem de cena há 14 anos.

Em 2016 acontece outro retorno: o do conjunto Todos Tus Muertos, tendo novamente Fidel Nadal em sua formação.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Com Todos Tus Muertos[editar | editar código-fonte]

  • 1994: Dale aborigen
  • 1995: Argentina te asesina
  • 1996: Subversiones
  • 1998: El camino real
  • 2006: Re-unión en vivo
  • 2008: Greatest Hits
  • 2010: Crisis mundial

Com Lumumba[editar | editar código-fonte]

  • 1996: Lumumba
  • 1997: Raíces y Cultura
  • 1999: Se viene el Bum
  • 2000: En Vivo

Como cantor solo[editar | editar código-fonte]

  • 2000: Abed Nego, Reggae classics en español Vol. 1
  • 2004: El valle de la decisión
  • 2012: Dejando huellas

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Este artigo "Pablo Molina" é da wikipedia