Welcome to EverybodyWiki 😃 ! Nuvola apps kgpg.png Log in or ➕👤 create an account to improve, watchlist or create an article like a 🏭 company page or a 👨👩 bio (yours ?)...

Pai João da Oxum

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki


João Batista Barbosa de Andrade mais conhecido como João da Oxum (Bahia, 24 de junho de 1928 - São Vicente, 1998) foi um babalorixá do Candomblé com terreiro no bairro Vila Margarida, São Vicente, São Paulo.

Iniciado na Bahia na nação Angola por Mãe Mariazinha de Dandalunda, tinha como irmão-de-santo Adel Freitas Amado com quem mais tarde se encontrou em São Paulo, ambos feitos de Dandalunda. Foi para o Rio de Janeiro onde ficou morando algum tempo. Nesse período de sua vida teve oportunidade de conhecer muitos babalorixás do Candomblé como Joãozinho da Gomeia, Tata Fomotinho, Pai Zezinho da Boa Viagem, Cristóvão do Pantanal, Waldomiro de Xangô, Djalma de Lalu, Pai Ologário entre outros.

Na década de 1950 foi para São Paulo, onde comprou um terreno ao lado da casa de Pai Vavá de Bessém da nação (Jeje Savalu) que morava na Vila Margarida, São Vicente e cultivou uma grande amizade com Pai Bobó de Iansã (cuja raiz era a Casa de Oxumarê) que morava em Vicente de Carvalho, Guarujá, ambos na Baixada Santista

Como foi iniciado na Angola na Bahia e tendo notícia do falecimento de Mãe Mariazinha deu obrigação com Pai Vavá que era da nação Jeje Savalu, mudou de nação e teve que ser raspado novamente, só que desta vez para Azauani (Obaluaiê) mas continuou sendo chamado de João da Oxum pois era como todos o conheciam. Anos depois comprou o terreno de Pai Vavá e construiu o barracão que funciona nos dias atuais sob o comando de Mãe Amélia de Sobô, mais conhecida como Obássi juntamente com os ogãs, equedes e os filhos da casa.

Hoje é lembrado dentro do Candomblé de São Paulo, como símbolo de dignidade e respeito. Defendeu como nunca os ideais da religião, nunca foi vitima de nenhum tipo de preconceito, devido a sua postura ética e justa.

Seu terreiro teve a presença de personalidades políticas e artistas da mídia, e muitos representantes de outras religiões.

Talvez levando em consideração a seriedade com que desenvolvia seus trabalhos, sua dedicação se tornou sua vida dentro do Candomblé.

Ao final de seus dias contou com a presença de poucos amigos, com quem pode contar. Foi um exemplo de respeito e dedicação aos ôrixas e ao ser humano.


Este artigo "Pai João da Oxum" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Pai João da Oxum.