Welcome to EverybodyWiki 😃 ! Nuvola apps kgpg.png Log in or ➕👤 create an account to improve, watchlist or create an article like a 🏭 company page or a 👨👩 bio (yours ?)...

Pedro Andreievich Shuvalov (1771-1808)

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki
Pedro Andreievich
Conde Shuvalov
Pedro Andreievich por volta de 1797
Esposa Sofia Grigorievna Scherbatova
Descendência Catarina Petrovna
Anastásia Petrovna
Andrei Petrovich
Grigori Petrovich
Casa Shuvalov (por nascimento)
Nome completo
Pedro Andreievich Shuvalov
Nascimento 29 de junho de 1771
  Império Russo
Morte 30 de dezembro de 1808 (37 anos)
  São Petersburgo, Império Russo
Enterro Cemitério Lazarevsky, Monastério Alexandre Nevsky
1808
Pai Andrei Petrovich Shuvalov (1744-1789)
Mãe Catarina Petrovna Shuvalova (1743-1817)

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).Conde Pedro Andreievich Shuvalov ( 29 de junho de 1771   - 30 de dezembro de 1808 , São Petersburgo ) - Tenente-General , General Adjutor do Imperador Paulo I , Chamberlain Interino , Senador da família Shuvalov.

Biografia[editar]

Conde Andrei Petrovich Shuvalov, o pai de Pedro.

Pedro Andreievich era a terceira criança e segundo filho homem a nascer do Conde Andrei Petrovich Shuvalov (1744-1789), e da Condessa Catarina Petrovna Shuvalova, nascida Saltykova (1743-1817). Ele era neto de dois marechais de campo, o Conde Pedro Ivanovich Shuvalov e o Conde Pedro Semyenovich Saltykov. Pedro tinha 1 irmã mais velha, Praskovia Andreevna e 2 irmãos mais novos, Alexandra Andreevna e Paulo Andreievich. Apesar de ter sido o segundo filho homem da família, Pedro nasceu herdeiro de seus pais uma vez que seu irmão mais velho e primogênito da família, Miguel Andreievich, morreu em 1770 com 1 ano de idade antes mesmo do nascimento de Pedro Andreievich. Sua irmã Prakovia se casou com Miguel Andreievich Golitsyn e sua irmã Alexandra se casou com o príncipe austríaco Franz Joseph von Dietrichstein. Seu irmão mais novo Paulo Andreievich, serviu como ajudante geral durante o reinado de Alexandre I. Os irmãos Pedro e Paulo Shuvalov originariam as duas linhagens da família Shuvalov ao longo do séc.XIX. . Pedro Andreievich passou a infância no palácio onde a família morava, no cais do rio Moika de São Petersburgo, que futuramente seria vendido para a família Yussupov e se tornaria o Palácio Yussupov. Seu pai também possuia dentre outras propriedades, Vartemyaki e uma propriedade em Pargolovo, que a família ocasionalmente visitava. Seus pais eram admiradores ardentes de Voltaire e, sob a influência dele, deram aos filhos uma educação puramente francesa. Assim como Voltaire, seus pais também eram deístas, e nesse espírito criaram Pedro e seus irmãos. A família morou no exterior de 1776 até 1781, permanecendo na suntuosa corte francesa do Rei Luís XVI e de Maria Antonieta. Em 1787, a família shuvalov acompanhou a Imperatriz Catarina II em sua viagem à Crimeia. Tendo sido criado com estreita proximidade com a corte, em sua juventude Pedro Adreievich se tornou ajudante de campo do Grão Duque Paulo Petrovich (futuro Imperador Paulo I).

O Palácio Shuvalov no cais do rio Moika, onde Pedro Andreievich cresceu.

Desde 1786, Pedro era Junker de câmara e desde 1795, camareiro. Sob o Imperador Paulo I, Pedro Andreievich foi promovido a tenente-general em 28 de março de 1798, após o que recebeu o posto de ajudante-geral. Seu pai faleceu em 1789, a após sua morte, as propriedades shuvalov foram dividas entre Pedro e seu irmão Paulo, tendo Pedro Andreievich recebido Vartemyaki e Paulo Andreievich recebido a propriedade dos Shuvalovs em Pagolovo.

De 28 de março de 1798 a 21 de janeiro de 1799 Pedro Andreievich foi o chefe do regimento de couraças de Kiev. Ele foi também Cavaleiro da Ordem de Santa Ana do 1º grau.

Durante as guerras napoleônicas, Pedro Andreievich lutou nas campanhas contra Napoleão Bonaparte e em 1805, com o posto de tenente-general, ele participou da batalha de Austerlitz.

Casamento e família[editar]

Igreja de Santa Sofia em Vartemyaki, mandada construir pelos filhos de Pedro Andreievich e onde passou a ser o jazigo da família.

Em 1797 Pedro Andreievich se casou com a Princesa Sofia Grigorievna Shcherbatova (1776-1849). Sofia Grigorievna era filha do Príncipe Grigori Alexeievich Shcherbatov e irmã do Príncipe Alexei Grigorievich Shcherbatov. Segundo Derzhavin, em sua juventude, Sofia Grigorievna era "bonita e voltou os olhos para si mesma " , mas com a idade ela ficou muito gorda. De seu casamento com Sofia, Pedro Andreieivich teve 4 filho: Catarina em 1801, Anastásia, também em 1801, Andrei em 1802 e Grigori em 1804.

Últimos anos[editar]

Durante o reinado do Imperador Alexandre I, Paulo Andreievich se aposentou. Ele construiu e desenvolveu a propriedade Vartemyaki nas margens do rio Okhta, que havia herdado de seu pai e onde passou a permanecer por longos períodos. Além de Vartemyaki, Pedro Andreievich também possuia a propriedade Garbolovo, atualmente no distrito de Vsevolozhsk na região de Leningrado.

No ano novo de 1808, Pedro Andreievich morreu de tuberculose aos 37 anos, quando sua filha mais velha tinha 7 anos de idade e o filho mais novo somente 4 anos. Ele foi enterrado na necrópole da Santíssima Trindade no Monastério Alexandre Nevsky, onde seu pai também estava enterrado. Anos após a sua morte, sua segunda filha, Anastásia Petrovna, também morreria de tuberculose, aos 20 anos de idade em 1821.

Em janeiro de 1809, Alexandre Yakovlevich Bulgakov escreveu para seu irmão:

''... Shuvalov também morreu porque era casado com Shcherbatova, deixando muitos filhos, 600 mil dívidas e nenhum patrimônio. No final, ele bebeu com desespero.''

Sob influência da irmã de Pedro, a Princesa Alexandra Andreevna Dietrichstein, sua esposa viúva Sofia Grigorievna se converteu ao catolicismo junto com sua filha Anastásia. Mais tarde, Sofia Grigorievna se casou novamente, em segredo, com o conde francês Antoine-Louis-Georges de Slencourt-Borni, que era mais novo que Sofia.

Descendência[editar]

  • Catarina Petrovna (1801-1858), em 1817, formou-se no Instituto Catherine com um código de ouro de tamanho médio, dama de honra da corte, de 15 de julho de 1823  casada com o conde prussiano Karl von Schliffen (1798-1845). O casamento foi em Pavlovsk , depois que os noivos partiram para Berlim. Um contemporâneo escreveu: "Eu não entendo como alguém pode decidir se casar com um estrangeiro e deixar sua terra natal para sempre"  .
  • Anastásia Petrovna (1801-1821), sob a influência de sua tia, a Princesa Alexandra Andreevna Von Dietrichstein, ela e sua mãe se converteram ao catolicismo. Ela morreu de tuberculose foi enterrada em Pisa, em Campo Santo.
  • Andrei Petrovich (1802-1873), chefe de câmara, ficou noivo em 1823 de Sofia Dmitrievna Naryshkina (1808-1824), filha do imperador Alexandre I e Maria Antonovna Naryshkina , mas pouco antes do casamento, a noiva morreu de tuberculose. Em 1826, casou-se com Thekla Ignatievna Valentinovich (1801-1873), a viúva do Príncipe Platon Alexandrovich Zubov. Pai dos condes Pedro Andreievich (1827-1889) e Paulo Andreievich Shuvalov (1830-1908).
  • Grigori Petrovich (1804-1859), viveu principalmente na Itália, onde se dedicou a atividades literárias e compôs sonetos. Casado com Sofia Alexandrovna, nascida Saltykova. Após a morte de sua esposa, ele se converteu ao catolicismo, morreu um monge em um mosteiro perto de Milão.