Welcome to EverybodyWiki ! Nuvola apps kgpg.png Log in or create an account to improve, watchlist or create an article like a company page or a bio (yours ?)...

Pedro Ninja

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki
Pedro Ninja
 Edit this InfoBox
Pedro Ninja sentado no meio do viaduto Santa Tereza, um dos maiores cartões postais da cidade de Belo Horizonte
Nome completo Pedro Virgílio Ferreira Bruno
Nascimento 13 de novembro de 1990 (29 anos)
Morte
Nacionalidade Brasileiro
Alma mater
Ocupação
Formação Bacharel em Desenho pela UFMG
Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Pedro Virgílio Ferreira Bruno (Belo Horizonte, 13 de Novembro de 1990), mais conhecido pelo nome artístico de Pedro Ninja[1] é artista plástico, instrumentista, cantor, rapper e produtor musical brasileiro da cena artística underground e do Hip Hop de Belo Horizonte. Pedro Ninja iniciou o curso de graduação em Artes Visuais em 2010[2] e se formou com habilitação em Desenho pela Escola de Belas Artes da UFMG. [3][4] Concluindo seus estudos de nível superior em 19 de abril de 2019.

Biografia[editar]

Ficheiro:Obra de Pedro Ninja na Pinacoteca do Rio Grande do Norte na cidade de Natal.jpg
Obra de Pedro Ninja na Pinacoteca do Rio Grande do Norte na cidade de Natal

Pedro Ninja nasceu em Belo Horizonte, cresceu no bairro Santa Inês na zona leste. Na adolescência se tornou escritor de graffiti. Em 2010 entrou na Escola de Belas Artes da UFMG se formando em bacharel em Artes Visuais com especialização em desenho em 2019.

2007 - 2017: De toy à Lenda do Graffiti[editar]

2007

Começou sua carreira artística pintando os muros do centro de Belo Horizonte. Desenvolveu uma assinatura pessoal com uma forte influência do mangá e cultura nipônica. Paralelamente a suas atividades como escritor de graffiti, fez parte de duas bandas, Cães do Inferno e Motobang Molotov.

2015 - 2016

Pintura de Pedro Ninja em 2016 na cidade de Madri na Espanha

Pedro Ninja viajou para Natal (Rio Grande do Norte), teve a oportunidade de participar e conhecer artistas da cena local de arte de rua.[5][6][7] Em Madrid realizou um graffiti próximo a estação de metrô Palos de la Frontera.

2017

Participou da exposição coletiva Le repas de Pixo 7 em Paris à convite da ong francessa Pixoasso. Na cena mineira de arte urbana, Pedro Ninja já participou dos mais importantes eventos e editais.[8] [9]

Carreira Musical[editar]

2017 - 19: Deserto Desencanto[editar]

No dia 13 de Novembro de 2019, o artista lançou sua primeira mixtape, dando incio à sua carreira como músico. As músicas de Deserto Desencanto retratam o seu ponto de vista da vivência de um jovem escritor de graffiti na cidade em Belo Horizonte. Com as participações de Matheus Ayram e Ricardo Donato entre bases de trap com sintetizadores vintage, linhas de baixo distorcidas e solos de guitarra. Pedro Ninja produziu o álbum sozinho, a gravação, mixagem, engenharia sonora e masterização são parte um processo de estudo pessoal do artista sobre produção musical que durou alguns anos.

2019: King Kobra[editar]

Em 13 de Dezembro, Pedro Ninja lançou King Kobra. A mixtape narra a história de King Kobra, um mercenário intergaláctico que vive seus dilemas e dramas entre seus inimigos, amores e família. Esse trabalho tem um forte diálogo com o gênero rock e se destaca a presença de timbres experimentais e solos clássicos de guitarra, criados e executados pelo próprio artista.

2020: Drama Queen[editar]

No dia 17 de Abril de 2020, O último capítulo da denominada pelo artista Trilogia Desencanto é lançada, Drama Queen é a conclusão dos temas abordados nas mixtapes anteriores se afirmando como um trabalho musical contemporâneo com músicas que se baseiam nos estilos neo soul, synth pop e trap.

Influências[editar]

Artes Visuais[editar]

Pedro Ninja foi inicialmente influenciado pela cultura pop dos anos 90 e a cultura Hip Hop da sua cidade pelos os artistas do graffiti: Hyper, Dalata, GUD, Testa, Desali. Com o contato com a arte erudita, essa coleção de artistas aumentou com a adição de nomes como Goya, Picasso, Dalí, Toulouse-Lautrec, Egon Schiele, Wassily Kandinsky e Hélio Oiticica.

Música[editar]

Pedro Ninja se considera influenciado por John Frusciante por ser um guitarrista e gravar seus próprios discos. Ele cita outros grandes guitarristas com influências principais: Jimi Hendrix, Eric Clapton, Jimmy Page, Tony Iommi, Kirk Hammet, James Hetfiled e Brent Hinds.

Como cantor e rapper suas principais influências são: Chester Bennington, Serj Tankian, Djonga, Ozzy Osbourne, FBC, Travis Scott, Drake, Yung Budda e The Weeknd.



Outros artigos dos temas Arte E Brasil E Minas GeraisCarlos Drummond de Andrade

Outros artigos dos temas Arte E BrasilCarlos Drummond de Andrade, Noites de Iemanjá, Evê Sobral, Vinte e Cinco (curta-metragem), Armando Geraldo, Solange Lima, Iguatemi Filmefashion

Outros artigos dos temas Arte E Minas GeraisCarlos Drummond de Andrade

Outros artigos dos temas Brasil E Minas GeraisMc_Didizin, Dilma Rousseff, Escola Estadual Alberto Giovannini, João Carlos Taveira, Carlos Drummond de Andrade, Rede Super, Gustavo Prandini

Outros artigos do tema Arte : Iguatemi Filmefashion, A Loja do Camilo, Jordan Hinson, Space Ghost Coast to Coast, Audrey Parker, Diogo Valsassina, Bob Kulick

Outros artigos do tema Brasil : Ranieri Mazzilli, Televisão no Rio Grande do Norte, David Netto, Porto Velho, Alceu Costa Filho, Auxílio Emergencial, Mário Itálico Tumelero

Outros artigos do tema Minas Gerais : Flávio Torres (futebolista), Hugo Pontes, Clamor pelas Nações, Joaquim Ferreira da Silva Chaves, Sociedade de Minas Gerais, Gedeão de Freitas, Omar Cabral Kraüss


Ícone de esboço Este sobre músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. «PEDRO NINJA». 27 de outubro de 2017. Consultado em 14 de abril de 2020 
  2. «Globominas.com :: Plantão - NOTÍCIAS - Confira a lista dos aprovados na segunda etapa do Vestibular 2010 da UFMG». "Globominas.com". 22 de janeiro de 2010. Consultado em 14 de abril de 2020 
  3. «Começa nesta terça programação de férias do Espaço do Conhecimento - Notícias da UFMG». "UFMG". 5 de janeiro de 2015. Consultado em 14 de abril de 2020 
  4. «Banda Iconili encerra o 46º Festival de Inverno na noite de hoje». "UFMG". 26 de julho de 2014. Consultado em 14 de abril de 2020 
  5. «Ações socioculturais com apoio da Fundação Air France». "Tribuna do Norte". 24 de agosto de 2016. Consultado em 14 de abril de 2020 
  6. Ribeiro, Ramon (24 de agosto de 2016). «Grafite invade a Pinacoteca». "Tribuna do Norte". Consultado em 14 de abril de 2020 
  7. Lopes, Cinthia (17 de setembro de 2015). «» Mostra de graffitis em tela abre nesta quinta no Enquanto Seu Lobo Não Vem Blog do Viver – Arte e Cultura». "Blog do Viver | Tribuna do Norte". Consultado em 14 de abril de 2020 
  8. Alice, Raquel (7 de junho de 2020). «Exposição gratuita reúne obras de 30 grafiteiros em BH». "BHAZ". Consultado em 14 de abril de 2020 
  9. BH, Portal Sou (5 de maio de 2016). «Exposição Coletiva Telas Urbanas no MAP | Agenda Sou BH» 


Este artigo "Pedro Ninja" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Pedro Ninja.


Farm-Fresh comment add.png You have to Sign in or create an account to comment this article !<comment-streams/>