Welcome to EverybodyWiki ! Sign in or create an account to improve, watchlist or create an article, a company page or a bio (yours ?)...


Compte Twitter EverybodyWiki Follow us on https://twitter.com/EverybodyWiki !



Planejamento da identidade de marca

Da wiki EverybodyWiki Bios & Wiki
Ir para: navegação, pesquisa


Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

David Aaker estabeleceu um modelo de planejamento da identidade de marca que abrange os pontos mais importantes na construção e no gerenciamento da identidade de marca. Este modelo visa a analisar a estrutura da identidade, a proposta de valor, o papel da credibilidade, o relacionamento marca-cliente e considera quatro perspectivas da identidade: produto, organização, pessoa e um símbolo. As grandes estapas de acordo com este modelo segue pela Análise Estratégica da Marca em que serão analisados os cliente, concorrentes e a auto-análise da marca.

A etapa seguinte corresponde a definir o Sistema de Identidade de Marca optando por uma estratégia de marca como produto, a marca como organização, a marca como pessoa ou a marca como um símbolo. Não necessariamente cada uma destas estratégias sejam exludentes pois várias organizações adotam estratégias hibridas. As etapas seguintes correspondem a desenvolver uma proposta de valor e credibilidade e o Relacionamento Marca-Cliente em que serão desenvolvidas estratégias para criar ou fortalecer este relacionamento. As etapas finais consistem no Sistema de Implementação da Identidade da Marca que está relacionado a posição da marca, após isto a Execução e finalmente o Acompanhamento, ou seja, o gerenciamento da marca. Especificamente na proposta de valor, o modelo de Aaker se utiliza dos benefícios funcional, emocional e de auto-expressão. Neste sentido, Scharf (2009) propõe a inserção do benefício do capital humano no desenvolvimento da proposição de valor. Seu trabalho pode ser encontrado no endereço http://aspro02.npd.ufsc.br/pergamum/biblioteca/index.php?resolution2=1024_1#posicao_dados_acervo. Esta inserção permite a ampliação do modelo original e teve como ponto de partida pesquisa feita junto às empresas denominadas campeãs pela Editora Abril, dentre as 150 melhores empresas para se trabalhar no país.

Este modelo sintetiza as várias abordagens de marcas a fim de estabelecer um modelo cosnsiste para um efetivo planejamento da identidade da marca e, com base nele, sondar a orientação que as empresa têm tomado no tocante a estratégia de gerencialmento de marcas. Em um ambiente de complexidade, um dos segredos de gerenciamento de marcas é considerá-las não só componentes individuais, mas também membros de um sistema que devem trabalhar para apoiar uns aos outros. Segundo Aaker (2007, p.230) “Um sistema de marcas pode servir como plataforma de lançamento de novos produtos e novas marcas e como alicerce para todas as marcas do sistema”.

Trabalhar com um sistema de marcas também ajuda a alocação dos recursos, porque isto torna claro que cada marca cria valor auxiliando as outras marcas, além de gerar sua própria proposta de valor. Logo, a perspectiva de um sistema direciona a verificação se o sistema todo se beneficiará ou não do investimento em uma marca. As metas do sistema incluem: Explorar as características comuns para criar sinergia; Reduzir os prejuízos para as identidades de marca; Conseguir visibilidade na oferta do produto; Facilitar as modificações e adaptações e Alocar recursos.


Este artigo "Planejamento da identidade de marca" é da wikipedia