Welcome to EverybodyWiki ! Sign in or create an account to improve, watchlist or create an article, a company page or a bio (yours ?)...


Compte Twitter EverybodyWiki Follow us on https://twitter.com/EverybodyWiki !



Porteira Fechada

Da wiki EverybodyWiki Bios & Wiki
Ir para: navegação, pesquisa

Porteira Fechada é um romance do escritor brasileiro Cyro Martins, publicado em 1944. Ao lado de Sem Rumo e Estrada Nova, esta obra constitui a chamada Trilogia do gaúcho a pé.[1][2] O enredo gira em torno de João Guedes,[3] que é praticamente expulso das terras em que vivia, as quais foram vendidas para um grande fazendeiro que pretendia usá-las para a engorda do gado e, com isso, Guedes vê-se obrigado a viver na periferia da fictícia cidade de Boa Ventura.[4]

O romance insere-se na linha que traça a decadência do mito do monarca das coxilhas,[5][6] que aparecera em O Gaúcho, de José de Alencar, marcado por honra, brio, coragem, liberdade etc.[7][8] seguindo as regras do Romantismo; mas que entra em decadência a partir de obras como Antonio Chimango, de Ramiro Barcelos, Ruínas Vivas, de Alcides Maya, e ganha notoriedade com o Neorealismo, a partir de 1930, em romances como Xarqueada, de Pedro Wayne, e Memórias do coronel Falcão, de Aureliano de Figueiredo Pinto, inserindo-os no chamado romance de 30.[9][10][11][12]

Síntese narrativa[editar | editar código-fonte]

João Guedes vivia com a sua família em uma área arrendada, no fundo de uma grande propriedade. Criava algumas reses, cultivava alguns produtos agrícolas, seguia uma vida humilde, com uma precária renda, até que, numa determinada manhã, o dono das terras apareceu para informar-lhe que vendera tudo para um grande latifundiário, que usaria o local para a criação extensiva de gado. Em seguida, a família abandonou o lugar em que sempre vivera e se mudou para Boa Ventura, cuja periferia já abrigava outros que haviam deixado o campo, vivendo em péssimas condições sociais e econômicas. Diante da dificuldade para conseguir emprego e, em consequência, dinheiro, Guedes envolve-se com o roubo de ovelha - com a cumplicidade silenciosa da mulher, Maria José. Descoberto, João Guedes - agora, um ladrão de ovelhas - acaba sendo preso, julgado e condenado. Ao sair da prisão, a situação da família havia se deteriorado mais ainda, foi preciso vender o cavalo,[13] os arreios e também a máquina de costura da mulher.[14] Envergonhado, sem dinheiro e esperança, Guedes acabaria encontrando a morte.

Referências

  1. KETZER, Solange Medina. A narrativa mítica de Cyro Martins: uma história em trilogia. 1991, 174 p. Dissertação (Mestrado em Letras). Pontifícia Universidade Católica. PUCRS, 1991.
  2. PIRES, Elize Huegel. A trilogia do gaúcho a pé, de Cyro Martins, na contemporaneidade : uma obra além do seu tempo. 2011, 100p. Dissertação (Mestrado em Letras). Faculdade de Letras. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. PUCRS. Porto Alegre, 2011. Disponível em http://repositorio.pucrs.br/dspace/handle/10923/4048?locale=pt_BR 29 de janeiro de 2019.
  3. LARA, Vanessa de Castro. A desmitificação do gaúcho na figura de João Guedes, em "Porteira Fechada", de Cyro Martins. Revista Ideias. Disponível em http://w3.ufsm.br/revistaideias/arquivos%20pdf%20revista%2027/a%20desmistificacao%20do%20gaucho%20na%20figura%20de%20joao%20guedes.pdf 29 de janeiro de 2019.
  4. MAGGIONI, Ana Paula. Revista Nau Literária. https://seer.ufrgs.br/NauLiteraria/article/view/4892. 25 de janeiro de 2019.
  5. SILVEIRA, Verli Fátima Petri da. Imaginário sobre o gaúcho no discurso literário: da representação do mito em "Contos gauchescos", de João Simões Lopes Neto, à desmitificação em "Porteira Fechada", de Cyro Martins. 2004. 332. Dissertação (Mestrado em Letras). Curso de Estudos da Linguagem. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2004. Disponível em https://lume.ufrgs.br/handle/10183/5534 29 de janeiro de 2019.
  6. CHAVES, Flávio Loureiro. "Um caso ideológico: o centauro dos pampas". IN: CHAVES, Flávio Loureiro. História e Literatura. Porto Alegre: EdUFRGS, 1999.
  7. GONZAGA, Sergius. "As mentiras sobre o gaúcho: primeiras contribuições da literatura". IN: DACANAL, J.H. e GONZAGA, S. RS: Cultura e ideologia. Porto Alegre, Mercado Aberto, 1980.
  8. DANIEL, Carine. A mitificação e a desmitificação do gaúcho em "O vaqueano" e "Porteira Fechada", respectivamente. 2007. Monografia. Curso de Letras. Centro Universitário La Salle. 2007. Disponível em https://biblioteca.unilasalle.edu.br/docs_online/tcc/graduacao/letras/2007/cdaniel.pdf 29 de janeiro de 2019.
  9. DACANAL, José Hildebrando. "O romance de 30". 2. ed. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1986.
  10. CHAHINE, Haidar Sidney K.; DUARTE, Márcia Lopes. Revista Entrelinhas. Disponível em http://revistas.unisinos.br/index.php/entrelinhas/article/view/4015. 25 de janeiro de 2019
  11. ZILBERMAN, Regina. "A literatura no Rio Grande do Sul". 3.ed. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1992.
  12. ZILBERMAN, Regina. "Literatura gaúcha": temas e figuras da ficção e poesia do Rio Grande do Sul. Porto Alegre : L&PM, 1985.
  13. VALERIO, Pamela Lucelia Pimental do Nascimento. "Porteira fechada para o monarca das coxilhas, na miséria emerge um novo gaúcho". Revista Ideias. Disponível em http://w3.ufsm.br/revistaideias/arquivos%20pdf%20revista%2027/porteira%20fechada%20para%20o%20monarca%20das%20coxilhas.pdf 29 de janeiro de 2019.
  14. SILVA, Bruna Gabriela Pereira."Quando a realidade fecha a porta dos sonhos : a decadência da família de João Guedes e a luta de Maria José pela sobrevivência na obra Porteira fechada, de Cyro Martins." Monografia. Disponível em https://repositorio.unisc.br/jspui/handle/11624/941 25 de janeiro de 2019.


Este artigo "Porteira Fechada" é da wikipedia