Welcome to EverybodyWiki ! Sign in or sign up to improve or create : an article, a company page or a bio (yours ?)...


Psicomequié

Da wiki EverybodyWiki Bios & Wiki
Ir para: navegação, pesquisa


Nuvola apps kcmpartitions.png
Este artigo não está em nenhuma categoria (desde maio de 2018).
Por favor, categorize-o para que seja listado com suas páginas similares.

Psicomequié (ou Psychomequie) é um termo designado tanto para um estilo musical como para a pesquisa clínica e, posteriormente, à comunidade e seita, conduzidas pelo artista e pensador anglo-brasileiro Luiz Bruno.

De maneira abrangente, o Psicomequié afirma a existência de uma dimensão arcaica e inconsciente no sujeito, organizada a partir de elementos como melodia, ritmo e harmonia, a partir dos quais se afirmam certos modos de relação com o mundo, certas formas afetivas e expressões do desejo das pessoas em geral.

O acesso ao Psicomequié não se apoia na fala como na talking cure freudiana-lacaniana, mas sim por meio da música direcionada a uma dimensão mais arcaica e intensamente afetiva da linguagem.

Origem do termo[editar | editar código-fonte]

O termo Psicomequié surgiu a partir da articulação entre as pesquisas de Heinrich Wilhelm Dove, Sigmund Freud e Jaques Lacan. A origem do termo provém da junção dos termos Psiquê (Grego) com uma expressão informal utilizada no Brasil para designar um questionamento: Como é que é?

A inspiração adveio do termo "ID", de autoria do Psicanalista austríaco Sigmund Freud. Tal como o Id freudiano[1], o psicomequié de Luiz Bruno se refere a dimensão arcaica e inconsciente da mente humana. [2]Seguindo a teoria de Jaques Lacan acerca da formação do inconsciente, Luiz Bruno considerou que a formulação lacaniana de que "o inconsciente é estruturado como linguagem" era não apenas fidedigna à teorização freudiana, mas também auxiliava muito na compreensão dos fenômenos inconscientes.

No entanto, divergindo de Freud e Lacan, Luiz Bruno - apoiado nas novas evidencias da antropologia linguística que aproximam a origem da linguagem do canto dos pássaros[3] - afirmou que o pensamento e a linguagem não são baseados na definição semântica pela palavra, mas sim pela musicalidade. [4][5]

Assim, sentidos e significados não estariam contidos em representações, mas sim em sonoridades, tal como nos primórdios da linguagem em bebês.

Psicomequié na música[editar | editar código-fonte]

A partir das pesquisas conduzidas por Luiz Bruno, para o acesso aos conteúdos e afetos inconscientes via sonoridades, foi desenvolvida uma técnica capaz de comunicar-se diretamente com o inconsciente das pessoas sem a necessidade da mediação de palavras e outras representações - como imagens. O acesso aos conteúdos inconscientes via música se demonstrou extremamente potente, possibilitando profícuos resultados na clínica.

Luiz Bruno desenvolveu uma estrutura formal de geração musical a partir da qual se poderia produzir músicas que acessassem o psicomequié de qualquer pessoal, chegando, inclusive, a produzir composições de harmonia, ritmo e melodia capazes de promover estados de intensa paz e bem-estar em qualquer ser humano. Demonstrou ainda como a formação dos gostos musicais passava pela possibilidade de ressonância com as características singulares do psicomequié de cada um.

Baseado em tais estudos, o termo Psicomequié passou a ser também utilizado ao estilo musical que adota as técnicas desenvolvidas por Luiz Bruno.

Comunidade Psicomequié[editar | editar código-fonte]

Os grandes sucessos levaram Luiz Bruno a dar um passo além: planejar e implementar uma comunidade baseada na técnica do psicomequié como modo para garantir a paz e o bem-estar de todos.

Após iniciar suas pesquisas clínicas, Luiz Bruno foi vítima da repressão do Regime Civil-Militar Brasileiro (1964-1985) exilando-se na Inglaterra e viajando pela Ásia e Oceania. Após tais experiências de descobertas existenciais, Luiz Bruno fez da sua técnica clínica o germe para uma nova proposta de sociedade baseada em princípios do Anarquismo Primitivista e do Socialismo Utópico de Charles Fourier.

Apenas uma comunidade baseada nos princípios do Psicomequié foi fundada em território brasileiro, não por acaso na mesma região da Vila da Glória (Santa Catarina)

em que Benoit Jules Mure fundara no século XIX o primeiro e único falanstério [6]baseado nos princípios do Socialismo Utópico de Fourier.

Na comunidade, que encerrou sua operação em 1997, a paz e o bem-estar eram promovidos pela utilização das técnicas musicais do psicomequié para acessar os conteúdos inconscientes, liberando altas doses de endorfina que levam as pessoas a estados de plenitude.

Desdobramentos do Psicomequié[editar | editar código-fonte]

Atualmente podemos considerar que as experimentações de psicomúsica[7] do médico norte-americano Andrija Puharich, assim como as técnicas de estimulação Binaural Beats[8] dos pesquisadores Dr. Horowitz[9] e Gerald Oster[10] são importantes desdobramentos da pesquisa originalmente realizada por Luiz Bruno, embora haja pouca referência direta.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Id». Wikipédia, a enciclopédia livre. 18 de junho de 2017 
  2. «Inconsciente». Wikipédia, a enciclopédia livre. 31 de dezembro de 2017 
  3. «Canto dos pássaros, conversa dos macacos: qual é a origem da linguagem?». Superinteressante 
  4. Hoje, Ciência. «Ciência Hoje - Canto de pássaro, linguagem de gente». www.cienciahoje.org.br (em English). Consultado em 13 de maio de 2018 
  5. «Fala humana e canto dos passarinhos têm raiz genética comum». O Globo. 11 de dezembro de 2014 
  6. «Falanstério». Wikipédia, a enciclopédia livre. 3 de agosto de 2016 
  7. «8 hertz: il codice della vita». Scienzaeconoscenza.it (em italiano). Consultado em 13 de maio de 2018 
  8. «Leonard Horowitz - RationalWiki». rationalwiki.org (em English). Consultado em 13 de maio de 2018 
  9. «Leonard Horowitz». Wikipedia, la enciclopedia libre (em español). 5 de novembro de 2017 
  10. «Stories by Gerald Oster». Scientific American (em English) 


Este artigo "Psicomequié" é da wikipedia