Welcome to EverybodyWiki ! Sign in or create an account to improve, watchlist or create an article, a company page or a bio (yours ?)...


Rookgaard

Da wiki EverybodyWiki Bios & Wiki
Ir para: navegação, pesquisa


Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Rookgaard é a ilha onde os jogadores iniciam no Tibia, onde eles aprendem as coisas básicas do jogo, como atacar monstros, subir escadas, comprar armas, escudos e equipamentos e é onde se faz seus primeiros amigos. Quando os jogadores alcançam o nível 8, eles podem partir para o continente Tibia (freqüentemente chamado de Main Continent ou apenas Main), onde devem escolher sua vocação e a cidade que vão morar.

Uma vez no continente não é possível ao personagem voltar a Rookgaard, a não ser que ele seja derrotado até voltar ao nível 5, quando o personagem é zerado de volta ao nível 1 e perde todos os equipamentos consigo. É possível sair da ilha em um nível após o 8, porém quem o fizer ficará mais fraco do que aqueles que saíram no nível 8.

Geografia[editar | editar código-fonte]

A ilha de Rookgaard localiza-se a sul da costa da cidade de Thais. Ao sul da ilha localiza-se a sua única cidade a qual possui o mesmo nome da ilha. Na cidade encontra-se um templo, uma academia, uma pequena fazenda e algumas lojas.

Cidade[editar | editar código-fonte]

Na costa sudoeste da ilha existe um barco onde os novos aventureiros são materializados quando entram pela primeira vez no jogo por meio do assim chamado Portal das Almas.

No templo encontra-se o NPC Cipfried, um monge o qual cura personagens gravemente feridos e dá conselhos aos novatos. Após morrer um personagem aparece no templo com uma baixa na experiência, nos equipamentos e em suas skills.

A academia é onde os personagens podem aprender os conceitos mais básicos do jogo. No subsolo dela encontra-se uma pequena arena para o treino do combate contra monstros. No térreo encontra-se uma biblioteca com livros sobre a história do mundo de Tibia, informações básicas sobre alguns monstros e sobre combate, uma breve descrição das cidades do continente e sobre as vocações. No segundo andar encontra-se o assim chamado Oráculo, com o qual os jogadores devem falar para ir à chamada Island of destiny, e por consequências ao continente principal uma vez que sejam fortes o bastante. Também se encontra na academia o NPC Seymour, o qual é o líder dela e oferece missões aos jogadores e vende a chave para a arena de treinos.

Espalhadas pela cidade há vários tipos de lojas, sendo a mais movimentada a loja de armas e equipamentos do NPC Obi. Pode-se encontrar nas lojas armas, escudos, armaduras, e equipamentos em geral. Além delas, á uma pequena fazenda, gerenciada pelos NPC's Willie e Billy, onde é possível comprar e vender comida, ou conseguir carne através das ovelhas do local.

No subsolo da cidade há um sistema de esgotos, onde os novos personagens costumam conseguir os seus primeiros pontos de experiência matando ratos. A oeste da cidade há uma região exclusiva para jogadores com Premium Account, a versão paga do jogo.

Os jogadores apenas podem cruzar a ponte que leva para fora da cidade quando estiverem pelo menos no nível 2.

Região selvagem[editar | editar código-fonte]

Na porção nordeste da ilha encontra-se uma floresta na qual podem-se encontrar criaturas como aranhas, cobras e cervos. No norte dessa parte encontra-se a entrada de uma vasta caverna, onde há trolls, ogros, minotauros, ursos e aranhas; há uma outra entrada para essa caverna na porção sudoeste da ilha. Ainda nessa porção, é possível encontrar uma caverna apenas de ursos, outra apenas de lobos, uma caverna onde se pode obter a espada Katana (a mais forte que pode ser obtida na ilha), e uma montanha com um druida solitário que vende poções. Também é possível encontrar uma jangada atracada na costa.

Na porção sudoeste da ilha encontra-se uma vasta planície. Nela podem-se encontrar monstros como trolls, orcs, ursos, aranhas, vespas e cobras. Encontra-se ainda uma torre de trolls, outra de orcs e mais uma de vespas, e também um refúgio de ursos. Nessa porção há uma outra caverna, a qual é principalmente habitada por aranhas.

Ao sul da cidade, há uma área onde se pode conseguir comida caçando coelhos e cervos.

Na área exclusiva para jogadores com Premium Account, encontra-se diversas cavernas de lobos ou de cobras, e uma caverna apenas de coelhos. Há também uma pequena caverna de esqueletos, e uma grande caverna com vários monstros (trolls, gobblins, orcs e minotauros).

História de Rookgaard[editar | editar código-fonte]

O Portal das Almas foi criado pelos deuses a fim de ajudar Banor, o primeiro humano do mundo de Tibia, a combater as forças do mal; pelo portal vinham heróis de dimensões distantes para ajudar Banor em sua luta. O portal foi feito em uma grande montanha, e ao redor dele foi construído um templo o qual inicialmente foi protegido por Birtfeld, o primeiro monge do local.

Contudo, com a renovação de Tibia, os deuses inundaram todo o mundo e apenas as regiões mais altas ficaram fora d'água. Dentre os picos que sobraram, estava o Portal das Almas, o qual ficou ali por séculos até que Birtfeld faleceu, que então foi sucedido por Cipfeld, que foi sucedido por Bipfeld, que foi sucedido por Gritfled, que foi sucedido por Cipfried (o atual guardião do portal).

Um dia um barco de exploradores vindo de Thais chegou à ilha, dentre a tripulação encontrava-se o acadêmico Seymour, o fazendeiro Willie e o mercador Obi. Na ilha eles encontraram o Portal das Almas, juntamente com seu guardião Cipfried. Eles informaram isso ao rei Tibianus III, o qual já havia ouvido a lenda de um portal que trazia aventureiros de regiões distantes. Uma vez que o rei precisava de novos guerreiros, visto que se estava em tempos de guerra, ele ordenou a fundação de uma cidade junto ao portal. O nome Rookgaard veio do termo militar em Inglês para novos recrutas "Rookie", simbolizando o fluxo de novos heróis pelo portal.

Logo outras partes ao redor do portal emergiram do mar, trazendo consigo diversas criaturas malignas (demônios, dragões, mortos vivos, orcs, etc.). Os humanos da ilha, que eram fracos e mal equipados, não eram páreo para esses seres. Entretanto, quando quase tudo estava perdido, o próprio Banor surgiu e derrotou o mal da ilha, vencendo assim a guerra.

Ele alertou que o mal não estava destruído para sempre, e de que os heróis necessitavam de conhecimento adequado para poder conter o mal do mundo. Então foi fundada a academia da ilha a qual (por ordem do rei) teve Seymour nomeado como seu líder (que aceitou relutantemente), Obi fundou a sua loja de armas, Cipfried aprendeu sobre magias de cura para ajudar aos novos aventureiros, e Willie montou uma fazenda para fornecer comida aos aventureiros. Então Banor retornou ao mundo dos mortos.

Mistérios da ilha[editar | editar código-fonte]

Salas e monstros inacessíveis[editar | editar código-fonte]

Na caverna onde se pode encontrar a espada Katana, há um local no qual há uma sala com o único monstro ghoul da ilha, aparentemente não há nenhuma entrada para essa sala.

Nas profundezas da caverna ao norte da cidade, é possível encontrar uma sala com o monstro minotaur mage, o único desse tipo de Rookgaard. A entrada para essa sala está bloqueada por uma porta trancada, a qual ninguém ainda encontrou um meio para abrir (não foram encontradas chaves ou alavancas para tal). Tal monstro é o único da ilha que contém o item brass armor, e o que é intrigante para os jogadores é que esse item está na lista de coisas que o lojista Obi pode comprar de jogadores.

No andar superior do açougue do NPC Tom há uma sala trancada com uma alavanca dentro dela. Até o momento, ninguém conseguiu entrar nessa sala ou sabe o que aconteceria se a alavanca fosse puxada.

Na caverna de esqueletos da área premium, há um caminho bloqueado por estalagmites, e uma placa apontando para ele com a inscrição "Maze of Fury" ("Labirinto da Fúria"). Não se sabe o que há além desse bloqueio.

Há ainda uma Tarântula que pode ser vista na caverna de poison spiders à oeste da ilha.

A Espada da Fúria[editar | editar código-fonte]

Na costa norte da ilha de Rookgaard é possível observar uma pequena ilha, aparentemente inacessível, com uma espada rodeada por fogos. Ela é uma Spikesword, a qual recebeu o nome de "Sword of Fury" (espada da fúria). Ela é a arma mais poderosa que se localiza em Rookgaard. Até o momento nenhum jogador mostrou provas concretas de que conseguiu pegar a espada. A maneira com que a espada poderia ser conseguida (ou se ela pode ser conseguida) em Rookgaard, é o mistério que mais intriga os habitantes do local. Próxima à ilha da espada se pode ver uma placa com a inscrição:

Only the humble can touch the Sword of Fury

O que significa : Apenas os humildes podem tocar a Espada da Fúria.

Há uma fanfiction (história criada por fãs) que causa muita confusão aos exploradores em busca da espada. Ela diz o seguinte:

Há livro na cidade de Ab'Dendriel, que conta que essa espada pertencia a Kylindra Ennorath, uma elfa que há muito tempo habitou Rookgaard. Ela era extremamente violenta e foi arrastada e expulsa para a caverna de orcs ao norte da cidade. Essa caverna foi invadida pelos minotauros, que entraram por um portal na caverna e expulsaram os orcs. Kylindra enfrentou e derrotou inúmeros minotauros, até que ficou cara a cara com o Minotaur Mage. Ela, sabendo que não o venceria, tentou correr para o portal mas o Minotaur Mage trancou a porta com a sua magia, e a elfa viu uma luz brilhante. Ela começou a atirar flechas contra a luz e a correr na direção dela, porém ela não parecia chegar mais perto, até que em dado ponto ela morreu de exaustão. Após ela ter morrido, a luz brilhante se dissipou e uma pessoa, que não era homem ou mulher, se formou; essa pessoa disse:

Alguns jogadores especulam que a sala trancada do Minotaur Mage tem alguma ligação com a possível forma de se obter a espada, e de que os outros mistérios de Rookgaard também possam ter alguma ligação com a espada. Há também os jogadores que pensam que não há como se obter a espada em Rookgaard.

Uma Spikesword, outras (não a espada da fúria), pode ser obtida facilmente no continente principal, contudo é uma arma fraca em relação às outras disponíveis fora de Rookgaard.

O NPC Dallheim, que fica na ponte de passagem, tem essa espada. Se você falar "weapon" para ele ele dirá:

With my spikesword I slice even cyclops

Tradução: Com minha espada espinhosa eu corto até mesmo ciclopes. Lembrando que ele não se refere diretamente a Spike Sword.

O NPC Avar Tar, morador de da cidade de Edron em outra ilha, diz que foi dono da espada no passado:

Ah, my trusty old sword. I left it on Rookgaard years ago when I left for the main continent.

Tradução: Ah, minha confiável antiga espada. Eu a deixei em Rookgaard anos atrás, quando vim para o continente principal.

O único jogador que já obteve a espada comprovadamente foi o Lord'of Rook(do mundo de Chimera). Lord afirma que foi ao continente principal por engano de um Comunnity Manager, tendo pego lá a espada, e voltado para a cidade de Rookgaard através do abuso de um bug do jogo. A espada foi depois retirada, por ter sido obtida ilegalmente.

NPC's de Rookgaard[editar | editar código-fonte]

  • Al Dee: Possui uma loja de equipamentos na ilha e é o único lojista quem possui picaretas, a qual ele dá a quem lhe traz um small axe; ele deseja ser o único comerciante da ilha e possui anúncios de sua loja nos locais mais inusitados (como nas profundezas de uma caverna).
  • Amber: veio do continente à Rookgaard por razões desconhecidas por meio de uma jangada, em seu diário há uma lista, de propósito desconhecido, com os nomes de seus inimigos ; ela é o único humano da ilha que conhece a linguagem orc a qual ela ensina a quem lhe trouxer a sua comida favorita (salmão).
  • Billy: é o irmão de Willie e também trabalha na fazenda, Billy é conhecido por sua linguagem vulgar, e ele compra e vende diversas comidas.
  • Blind Orc: é um orc cego que vive em uma montanha ao norte da cidade, ele vende e compra equipamentos, mas para negociar com ele é preciso conhecer a linguagem orc.
  • Cipfried: é um monge que vive e trabalha no templo de Rookgaard, ele cura personagens gravemente feridos e dá dicas aos novatos.
  • Dallheim: guarda a ponte que leva para fora da cidade, ele também é capaz de curar pessoas gravemente feridas, e impede jogadores de nível 1 de saírem da cidade.
  • Dixi: é neta de Obi, trabalha no andar superior da loja de seu avô e negocia itens como ele.
  • Hyacinth: é um druida solitário que vive em uma montanha ao leste da cidade. Vende pequenas poções de cura.
  • Lee'Delle: ela tem uma loja na área premium, ela tem saudades te sua vida no continente e deseja estar rodeadas por suas flores favoritas, as Honney Flowers (que são raras na ilha, e ela recompensa que as traz para ela).
  • Lily: antigamente vendia runas de antídoto, o único tipo de runa que podia ser encontrada na ilha. Contudo, isso foi retirado recentemente, tornando as antigas runas um item de colecionador de valor inestimável. Hoje esse NPC vende poções de antídoto, que possuem o mesmo efeito das runas - curar o veneno dos jogadores.
  • Loui: é um monge que se encontra na área premium; ele se diz bastante assustado com as criaturas de uma caverna perto dele pois quando ele estava nela e a sua tocha acabou, ele viu vários olhos .brilhantes vindo em sua direção; contudo quem entra nessa caverna constata que ela está repleta de inofensivos coelhos
  • Norma: possui uma loja exclusiva para jogadores com Premium Account.
  • Obi: um mercador que compra e vende equipamentos aos aventureiros.
  • Paulie: Ele vive num subterranêo em baixo da academia de Rookgaard, lá é como-se fosse um banco, você deposita ou pega seu dinheiro.
  • Seymour: é o líder da academia da ilha.
  • Tom: é um açougueiro e tem uma loja no centro da cidade, ele compra corpos frescos de rats, rabbits e wolfs.
  • The Oracle: Tem a mesma função do The The Gatekeeper, transporta jogadores de nível 8 ou mais para fora da ilha de Rookgaard, ele pode levar para as cidades de Carlin, Thais, ou Venore. E se o jogador for premium, também Edron.
  • Willie: irmão de Billy, trabalha na fazenda e comanda o moinho; ele compra e vende comidas e é conhecido por sua linguagem vulgar.
  • Zerbrus: encontra-se em uma ponte na área premium, é um guarda protegendo a cidade e também pode curar aventureiros gravemente feridos.

NPC's retirados[editar | editar código-fonte]

  • The Gatekeeper: localiza-se na área premium, tem a mesma função do Oracle (Oráculo); ele transporta jogadores de nível 8 ou mais para o continente, ele pode levar para as cidades de Darashia, Ankrahmun, Port Hope, Ab'Dendriel ou Kazordoon.

Rookers[editar | editar código-fonte]

Os Rookers são personagens que não podem deixar de ser citados quando se fala de Rookgaard. São os jogadores que ficam em Rookgaard mesmo após atingido o level 8. Dentro de alguns servidores existem Rookers de level muito alto, alguns deles ficaram conhecidos dentro do jogo, como o Sunrise. Apontado por muitos como a maior das lendas de Rookgaard, foi o primeiro player a atingir o até então inimaginável level 100, após esse magnifico feito outros se encorajaram a tentar alcançar esse tão sonhado level. Hoje existem outros rookers de maior level, que superaram Sunrise porém esse nome ficará pra sempre cravado como um revolucionário que sempre estará em primeiro lugar entre os Rookers.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Outras Cidades:


Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).


Este artigo "Rookgaard" é da wikipedia

Este artigo "Rookgaard" é da wikipedia