Welcome to EverybodyWiki 😃 ! Nuvola apps kgpg.png Log in or ➕👤 create an account to improve, watchlist or create an article like a 🏭 company page or a 👨👩 bio (yours ?)...

Sad Songs

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki
SAD SONGS
Origens estilísticas
Contexto cultural Criado pelos artistas da Geração Z, as "sad songs" despontaram-se nos Estados Unidos do Emo rap e tiveram sua ascensão mainstream reconhecida apenas em 2020. Surgiu como resposta ao aumento intensificado de doenças psicosomáticas — como depressão e suicídio — nas populações mais jovens à época, tendo sua moral voltada à composições mais lentas e intimistas, quase faladas, e melodias emocionais, com apelo à reflexâo. [2] [3]
Instrumentos típicos
  • Vocais (Canto e rap)
  • Edição de áudio
  • Sequenciador
  • Sampler
  • Sintetizador

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Sad Songs, Sad Song ou simplesmente Músicas Tristes — em sua tradução literal e não usual culturalmente — é um gênero musical nascido da fusão dos gêneros musicais de Emo rap, Trap e Neo soul, somado a produções independentes e intimistas, que ganharam notoriedade na última década, principalmente após o álbum When We All Fall Asleep, Where Do We Go? deste seguimento vencer o Grammy de melhor álbum do ano em 2020, e despontar diversos artistas do gênero, como Billie Eilish, Tate McRae, Olivia Rodrigo e muitos outros. [2] [4] [5] [6] [7]

No mainstream brasileiro, a história recente deste gênero vem sendo escrita a passos lentos. Além do cantor Jão, contratado da Universal Music, o pioneiro deste estilo no Brasil e mais recente contratado da Sony Music [8], apelidado de Konai, galgou alguns feitos, como ser reconhecido como o principal artista de Sad Songs do Brasil em 2019 [9], ser indicado em algumas grandes premiações [10] e efetuar algumas participações junto a MTV, seja na divulgação de músicas [11] ou apresentando o programa MTV Hits junto de outros artistas brasileiros. [12] Além dele, Vinci Corsi foi o primeiro artista do seguimento, por sua vez, a ter um videoclipe veículado pelo maior canal de músicas do Brasil no Youtube, a KondZilla, no início de 2021, com o single "Este Ar É Meu". [13]

Histórico[editar]

Lil Peep anos antes da sua morte.

O gênero musical de "Sad Songs" começou a despontar quando, dentre outros, em meados de 2016, cantores de emo rap, como XXXTentacion e Lil Peep passaram a falar abertamente em suas músicas sobre a morte e outras doenças psicosomáticas — como depressão e suicídio — em consonância com os aumentos à època dessas doenças em populações mais jovens. [14] [15] [16] [17] Por ser algo inusitado no gênero, os cantores passaram então a ser elencados como "algo dentro do Rap Sad" (um estilo inexistente), que depois foi tomando formas e definindo-se como um gênero musical a se copiar, o de "Sad Songs". [18]

Com a morte precoce dos Artistas percussores desse movimento musical [19] [20], o estilo ganhou ainda mais força, pois falava de coisas que realmente aconteceram, morte prematura de jovens com depressão e outras doenças psicosomáticas. O single Sad! de XXXTentacion, por exemplo, foi a canção mais bem sucedida comercialmente do cantor, chegando ao topo da Billboard Hot 100 após a sua morte, em junho de 2018.[21]

Ao mesmo passo, no mesmo ano em que os cantores de Emo rap surgiram investindo neste seguimento, cresceu Billie Eilish com seu single Ocean Eyes em 2016 [22], com o mesmo estilo de músicas melancólicas, tristes, de melodia lenta e letras quase mais pronúnciadas e sussurradas que cantadas, ficando conhecida à época nos Estados Unidos como a voz do público jovem, um legado que, somado ao público deixado anos antes por outros cantores falecidos, lhe renderam diversos frutos, como finalmente, a primeira premiação oficial a um Artista deste seguimento e o prêmio de melhor álbum do ano em 2020, concedido pelo Grammy. [2]

No Brasil, inspirado por estes artistas internacionais nasceram diversos outros cantores que aos poucos conquistam seu espaço nacionalmente, como o caso do cantor Konai, contratado da Sony Music[8], e que, inspirado em Billie Eilish, iniciou sua carreira no seguimento de sad songs em 2018, o cantor Vinci Corsi, que também inspirado pelas mesmas influências, foi o primeiro Artista nacional do seguimento deste gênero a lançar um videoclipe com o maior canal de música no Brasil, a KondZilla [13], o cantor Jão que em 2018 venceu o prêmio de Revelação do Ano da MTV Millennial Awards Brasil [23], e, por fim, o cantor Nanasai, que teve destaque ao ver sua música Shawty integrar o HOTLIST da revista Rolling Stone. [24]

Em 2021, a cantora de apenas dezessete anos Olivia Rodrigo — que já havia lançado uma música entitulada "Sad Song" (Música Triste) e outra "Sad Tune for Your Friday Night" (Melodia Triste para sua noite de Sexta-Feira) — antes mesmo do lançamento oficial do seu primeiro EP, entrou no topo da Billboard Hot 100 com seu single "Drivers License", que segundo ela, compôs enquanto dirigia seu carro chorando e ouvindo músicas muito tristes [25] A música, já considerada um Hit single, registrou quase 77 milhões de visualizações em apenas sete dias e quebrou o recorde de "melhor semana de estreia do primeiro single de uma cantora dos Estados Unidos". [26]

Artistas Notáveis[editar]

Billie Eilish, uma das maiores artistas do gênero.
  • Billie Eilish
  • Olivia Rodrigo
  • XXXTentacion
  • Lil Peep
  • Tate McRae
  • Nanasai
  • Konai
  • Vinci Corsi
  • Kamaitachi
  • Jão
  • Juice Wrld

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

  • Portal da música



Outros artigos do tema Música : 3 na Massa, Índia no Our Sound, Dance/Mix Show Airplay, Terezinha de Jesus, Just in Case, Cantores de Sergipe, Love Like Blood


Referências[editar]


Este artigo "Sad Songs" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Sad Songs.

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 1,4 Konai apresenta suas “sad songs” e comenta comparações com Billie Eilish Santos, Daiv (26 de Maio de 2020). Visto em: 15 de janeiro de 2021
  2. 2,0 2,1 2,2 «Billie Eilish, a voice of the youth, tops the Grammy Awards». TALK 980 AM (em English). 2020 
  3. Morrison, Ryan (2021). «'Sad' songs like Chopin's Funeral March only sound melancholic to Westerners, as study shows emotions in response to music vary depending on how you were raised». Daily Mail. 
  4. Baltin, Steve (2021). «Sunday Conversation: My Morning Jacket's Jim James On New Music, Sad Songs. Marvin Gaye And More». Forbes. 
  5. Jacklewicz, Greg (2021). «Sad songs from back in the day still work today». [Abilene Reporter News]. 
  6. Moretti, Julienne (2020). «Conheça o Lo-Fi, estilo musical tranquilo que se destaca na quarentena». Veja. 
  7. Simmer, Guilherme (17 de janeiro de 2021). «Konai, Bryan Bher e Thiaguinho MT: quem é a nova geração do pop brasileiro». Metrópoles (jornal). 
  8. 8,0 8,1 Geórgia, Amorim (2020). «Sony Music assina com Konai, pioneiro do Sad Songs no Brasil». Estação Nerd. 
  9. Raphael, Araújo (2019). «SPOTIFY RECONHECE KONAI COMO PRINCIPAL ARTISTA SAD SONGS». O Fúxico. 
  10. «Bruno Gadiol, Eric Surita, Konai e Patrícia Marx estão entre os indicados na categoria "Poc do Ano" do Poc Awards 2020». Gay Blog BR. 2020 
  11. «konai lança clipe de "feitiço" ao estilo dark pop». MTV. 2019 
  12. Ramos, Anderson (2019). «Ana Gabriela e Konai apresentam o próximo 'MTV Hits' da MTV». O Universo da TV 
  13. 13,0 13,1 «Vinci Corsi será o primeiro artista Lo-Fi a lançar som pela Kondzilla». Revista Rap. 2021 
  14. «A violenta e misteriosa morte do polêmico rapper XXXTentacion em plena luz do dia na Flórida, nos EUA». G1 e BBC. 2018 
  15. Nepomuceno, Thiago (2016). «A depressão está crescendo entre os adolescentes». Veja Saúde. 
  16. «Delving Past Yung Lean and Deeper Into the World of Sad Rap». Noisey (em English). 5 de maio de 2017. Consultado em 25 de março de 2018 
  17. «XXXTENTACION and the Rise of 'Sad Rap' - Radar Radio». Radar Radio. Consultado em 3 de março de 2018 
  18. «Lil Xan Is the New Face of Sad Rap». The Stranger. Consultado em 3 de março de 2018 
  19. «Emo rapper Lil Peep has died, aged 21 - NME». NME (em English). 16 de novembro de 2017. Consultado em 3 de março de 2018 
  20. «Museu é criticado por expor carro em que XXXTentacion foi baleado e morreu...». Uol (em ptbr). 2019. Consultado em 15 de Janeiro de 2021 
  21. Trust, Gary (25 de junho de 2018). «XXXTentacion's 'Sad!' Vaults From No. 52 to No. 1 on Billboard Hot 100 Following Rapper/Singer's Death». Billboard. Consultado em 25 de junho de 2018 
  22. Ariana Marshd. «How Billie Eilish's 'Ocean Eyes' Turned Her Into an Overnight Sensation - Teen Vogue». Teen Vogue (em English). Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  23. «Confira os vencedores do prêmio MTV MIAW; Anitta e Felipe Neto se destacam - Emais». Estadão. Consultado em 14 de outubro de 2019 
  24. «Rolling Stone · HOTLIST #9». Rolling Stone. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  25. Fuentes, Tamara (15 de janeiro de 2021). «Olivia Rodrigo Reveals What Inspired the Idea of "Drivers License"». Seventeen (em English) 
  26. Torres, Leonardo (19 de janeiro de 2021). «Olivia Rodrigo estreia "Drivers License" no topo da Billboard Hot 100». POPLine.