You can edit almost every page by Creating an account. Otherwise, see the FAQ.

Saudades de Matão

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki


Saudades de Matão é uma valsa tocada por Jorge Galati em 1904, quando maestro da banda ítalo-brasileira de Araraquara.

Até 1920, quando a música já era bastante popular, pouco se sabia sobre sua autoria, sendo mesmo considerada um tema popular. Então, através da revista paulista A Lua, Galati foi identificado como o compositor da valsa. Seu título original era Francana.

Por volta de 1905, a valsa começou a ser executada no Rio de Janeiro sem indicação de autoria. A mudança do título ocorreu aproximadamente em 1912, sem o conhecimento de Galati, e passou a se chamar Saudades de Matão. Oro Perches de Aguiar, então residente em Taquaritinga.

Em 1949, o mesmo Perches decidiu reivindicar a autoria da música para si, criando uma grande polêmica na mídia. O assunto mereceu rigorosa pesquisa de Almirante, cujo arquivo possuía uma variada documentação a favor de Jorge Galati, como, por exemplo, uma declaração de 1904, registrada em cartório, do então prefeito de Araraquara, afirmando ter ouvido Galati interpretar a valsa Francana muitas vezes. Outro a reivindicar a autoria da música foi o acordeonista uberabano Antenógenes Silva. Em 1938, a música recebeu letra de Raul Torres, que a gravou ao lado de seu sobrinho Serrinha, obtendo grande sucesso. Outro intérprete notável desta valsa foi Carlos Galhardo, que a gravou duas vezes, em 1941 e 1958.

Outras gravações[editar]

Ligações externas[editar]



Outros artigos do tema Música : Martine (banda), Zezinho do Trombone, Edward Reekers, A Whisper of Dew, Lista de personagens de Chiquititas, Fever to Tell, Filipinas no Our Sound


Este artigo "Saudades de Matão" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Saudades de Matão.



Read or create/edit this page in another language[editar]