Welcome to EverybodyWiki ! Sign in or sign up to improve or create : an article, a company page or a bio (yours ?)...


Silvia Ferraro

Da wiki EverybodyWiki Bios & Wiki
Ir para: navegação, pesquisa


Sílvia Ferraro
Silvia Ferraro.jpg

Foto: Fernanda Rodrigues
Vida pessoal
Nome completo Silvia Andrea Ferraro
Data de nascimento 14 de maio de 1969
Cidade natal Campinas (SP)
Profissão Professora de história
Trajetória política
PT 1985-1990
PSTU 1994-2016
PSOL 2016-atualmente
Membra do Diretório Nacional do PSOL

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Silvia Ferraro, nascida em 14 de maio de 1969, na cidade de Campinas, em São Paulo (SP), é professora da rede municipal de São Paulo e militante feminista. Construiu sua trajetória política ressaltando a luta e a participação das mulheres na política. Atualmente é membra do Diretório Nacional do PSOL.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Criada pelo pai pedreiro e pela avó cozinheira, Silvia ingressou na Unicamp, tornou-se mãe durante a graduação e formou-se em História em 1997.

Sua militância começou na adolescência quando conheceu a Pastoral da Juventude e as Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), depois o movimento estudantil, onde atuou na fundação do Grêmio Livre da Escola Técnica da Unicamp e foi secretária da União Campineira dos Estudantes Secundaristas (UCES). Nos movimentos sociais, participou da fundação do PT em 1985.

Foi professora da rede estadual de ensino de São Paulo, participou de várias greves e foi diretora da Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) por duas gestões.

Foi candidata à prefeitura de Campinas (SP) em 2012, pelo PSTU, partido com o qual rompeu por não concordar com a posição em relação ao impeachment. Após a ruptura com o PSTU, Silvia se posicionou contra o golpe e contra a prisão do ex-presidente Lula

Atualmente, Silvia Ferraro trabalha na rede municipal de ensino e constrói o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) de São Paulo e a Frente Povo Sem Medo. Em 2018, foi uma das lideranças da greve dos servidores públicos da capital paulista[1], que alcançou seus objetivos.

Candidatura[editar | editar código-fonte]

Nas eleições de 2018, Silvia disputa uma das duas vagas ao Senado Federal pelo PSOL[2]. Seu programa defende os direitos das mulheres[3][4], do povo negro[5] e da população LGBTQI+[6], a revogação das reformas e medidas do governo Temer[7], a taxação da grandes fortunas (existente no inc. VII, Art. 153 da Constituição de 1988 mas nunca aplicado), combate à aprovação da Reforma da Previdência e mudanças no sistema político[8].

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Professores de escolas privadas decidem fazer nova paralisação em SP». Folha de S.Paulo. 23 de maio de 2018 
  2. EPTV. «Psol lança campineira como pré-candidata ao Senado». ACidade ON Campinas 
  3. «Candidata e professora da rede pública muda o jeito de fazer campanha na TV». Catraca Livre. 23 de setembro de 2018 
  4. «Silvia Ferraro 500». silviaferraro.com.br. Consultado em 2 de outubro de 2018 
  5. «Silvia Ferraro 500». silviaferraro.com.br. Consultado em 2 de outubro de 2018 
  6. «Silvia Ferraro 500». silviaferraro.com.br. Consultado em 2 de outubro de 2018 
  7. «Silvia Ferraro 500». silviaferraro.com.br. Consultado em 2 de outubro de 2018 
  8. «Silvia Ferraro 500». silviaferraro.com.br. Consultado em 2 de outubro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Página de Silvia Ferraro



Este artigo "Silvia Ferraro" é da wikipedia