Welcome to EverybodyWiki 😃 ! Nuvola apps kgpg.png Log in or ➕👤 create an account to improve, watchlist or create an article like a 🏭 company page or a 👨👩 bio (yours ?)...

Simone Marquetto

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki
Simone Marquetto
250px
49.ª Prefeita de Itapetininga
Período 1º de janeiro de 2017
até a atualidade
Antecessor Hiram Jr.
Secretária de Comunicação Institucional da Câmara Municipal de Sorocaba
Período 15 de março de 2011
até 26 de janeiro de 2015[1]
Dados pessoais
Nome completo Simone Aparecida Curraladas dos Santos
Nascimento 20 de setembro de 1975 (45 anos)
São Paulo, São Paulo, Brasil
Nacionalidade brasileira
Progenitores Mãe: Izair Marquetto Curraladas
Pai: Américo Albano Curraladas
Alma mater UNISO
FKB
Cônjuge Wellington Ribeiro dos Santos
Partido MDB (2016–presente)
Religião Católica
Profissão professora
jornalista
relações públicas

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Simone Aparecida Curraladas dos Santos (São Paulo, 20 de setembro de 1975), mais conhecida como Simone Marquetto, é uma professora, jornalista, relações públicas e política brasileira, servindo atualmente como a 49ª prefeita de Itapetininga, tendo sido a primeira mulher a eleger-se para o cargo na história do munícipio nas eleições municipais de 2016[2] e também a primeira prefeita a alcançar a reeleição para um segundo mandato consecutivo nas eleições municipais de 2020[3]. É filiada ao MDB.

Biografia[editar]

Filha de Américo Albano Curraladas e de Izair Marquetto Curraladas, nasceu em São Paulo e aos 15 anos de idade, passou a residir em Itapetininga, onde estudou e formou-se no magistério pela tradicional Escola Estadual Peixoto Gomide. Enquanto trabalhava como professora, cursou ao mesmo tempo jornalismo na UNISO e relações públicas na Fundação Karnig Bazarian (FKB)[4].

É casada com Wellington Ribeiro dos Santos, com quem teve dois filhos: Riad e Manuelli[4].

Currículo Profissional[editar]

Atuou em Itapetininga na Rádio Difusora, na SP Sul TV, no Jornal Rota 21, na TV Verde e em algumas emissoras afiliadas da Rede Globo (TV TEM Sorocaba, TV TEM Itapetininga, TV TEM Bauru e EPTV São Carlos). Na TV Sorocaba, emissora afiliada ao SBT, foi a responsável pelo processo de criação e desenvolvimento da Diretoria de Comunicação. Trabalhou também como Secretária de Comunicação Institucional da Câmara Municipal de Sorocaba[5].

Carreira Política[editar]

Ingressou na vida pública, filiando-se ao MDB em 2016 para concorrer inicialmente ao cargo de vice-prefeita, compondo chapa eleitoral com Ércio Giriboni (PV), candidato derrotado à Prefeitura de Itapetininga nas eleições municipais de 2012. Entretanto, com a cassação dos direitos políticos do companheiro da chapa por acusações de loteamento de cargos públicos do Poder Executivo municipal para políticos aliados caso eleito[6], assumiu oficialmente a candidatura, escolhendo Coronel Pintor (PDT) para compor a nova chapa eleitoral.

Disputando o cargo com o então prefeito e candidato à reeleição Hiram Jr. (DEM), ambos protagonizaram uma disputada corrida eleitoral marcada por uma enxurrada de processos eleitorais movidos por integrantes dos comitês de ambas as candidaturas e que, por fim, culminou na cassação dos direitos políticos de seu adversário por 8 anos mediante acusação de abuso de poder político após anunciar à população itapetiningana em suas redes sociais a redução da tarifa do transporte público urbano de R$ 3 para R$ 2,50. Segundo decisão proferida pelo juiz do Fórum Municipal de Itapetininga, André Luiz Bastos, o prefeito em exercício usou a função pública para seu próprio benefício eleitoral[7]. Por fim, sagrou-se vitoriosa das eleições municipais de 2016 ao conquistar 40.360 votos (81,47% dos votos válidos)[2], tornando-se a primeira mulher a eleger-se prefeita na história do munícipio e a segunda mulher a chefiar o Poder Executivo municipal, sendo precedida por Juliana Fabiano Alves, eleita vice-prefeita na chapa de José Ozi nas eleições municipais de 1960, e que ocupou o cargo de prefeita entre 1963 e 1964 após a eleição deste último para deputado estadual nas eleições estaduais de São Paulo em 1962.

Após uma administração bem avaliada pelo eleitorado itapetiningano, reelegeu-se com facilidade nas eleições municipais de 2020, conquistando 46.913 votos (61,91% dos votos válidos), tendo como novo companheiro de chapa e vice-prefeito eleito Jeferson Brun (PSDB) para o 2º mandato, iniciado em 1º de janeiro de 2021 e que se encerrará em 31 de dezembro de 2024[3].

Desempenho em Eleições[editar]

Ano Eleição Partido Coligação Candidata a Votos Totais Resultado
2016
Municipais de Itapetininga
PMDB
Itapetininga em Boas Mãos

(PMDB / PDT / PP / PTB / REDE / PSC / PPS / PRTB / PV / PRP / PSDB / PPL / PCdoB)

Prefeita
40.360 (81,47%)

(1ª – turno único)

Eleita[8]
2020
Municipais de Itapetininga
MDB
Respeito por Você

(MDB / PSDB / Cidadania / Progressistas / PDT / Republicanos / Avante / PROS / PSL)

Prefeita
46.913 (61,91%)

(1ª – turno único)

Eleita[9]

Referências


Este artigo "Simone Marquetto" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Simone Marquetto.