You can edit almost every page by Creating an account. Otherwise, see the FAQ.

TV Caxias (Caxias)

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki

TV Caxias
Radiodifusão e TV Caxias Limitada
Caxias, Maranhão
Brasil
Tipo Comercial
Canais 📺
13 VHF analógico
Outros canais 10 VHF (1992)
Sede Caxias, MA
Rede Rede Bandeirantes
Fundador 👨‍💼️ Paulo Marinho
Pertence a Sistema Veneza de Comunicação
Proprietário Paulo Marinho
Presidente Paulo Marinho
Fundação 27 de julho de 1992 (31 anos)[1]
Nome(s) anteriore(s) TV Veneza
TV Bandeirantes Caxias
Emissoras irmãs Veneza FM
Cobertura Caxias e áreas próximas
Coord. do transmissor 4° 52' 3.6" S 43° 21' 0.7" O
Potência 1 kW[2]
Página oficial 🌐 Portal do Maranhão[ligação inativa]

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

A TV Caxias foi uma emissora de televisão brasileira instalada em Caxias, cidade do estado do Maranhão. A emissora é sintonizada no canal 13 VHF analógico e é afiliada à Rede Bandeirantes. A emissora fez parte do Sistema Veneza de Comunicação, formado pela Veneza FM, Portal do Maranhão (site), Starnet (provedor de internet), Jornal da Cidade, Produtora Central de Idéias e gráficas locais.[3] Fundada em 1992, a emissora é a mais antiga de TV em atividade em Caxias.

História[editar]

TV Caxias[editar]

A TV Caxias entrou no ar em 27 de julho de 1992 após ser inaugurada pelo empresário Paulo Marinho,[1] como afiliada à Rede Bandeirantes. A inauguração da emissora é histórica, pois se tornou a primeira geradora de televisão em Caxias que até sua inauguração, a cidade só recebia sinais de TVs por retransmissoras vindas das capitais a maranhense São Luís e a piauiense Teresina, incluindo por via satélite que eram captadas pelas antenas parabólicas na cidade.

A TV Caxias era inicialmente sintonizada no canal 10 VHF analógico, mas para evitar interferências com a TV Antena 10 de Teresina (distante 84 km de Caxias) em alguns locais altas no leste do município, a emissora mudou de canal e passou a ser sintonizada no canal 13 VHF analógico.

TV Veneza[editar]

Alguns anos depois, por volta de 1996, a TV Caxias foi extinta e passou a se chamar TV Veneza, adotando o mesmo nome da emissora de rádio do grupo que surgiu em 1989.

Em 2004, passa a concorrer com a TV Meio Norte de Teresina (também afiliada à Band) no canal 9, quando esta implantou retransmissora no mesmo município, que funcionou até 2011.

TV Bandeirantes Caxias[editar]

Alguns anos depois, por volta de 2006, a emissora muda novamente de nome e passa a se chamar TV Bandeirantes Caxias, que apesar do nome, não se tornou emissora própria da Bandeirantes, chegando a encurtar seu nome para Band Caxias.

Na noite do dia 1º de março de 2010, o apresentador e repórter Ricardo Rodrigues (do "Caxias em Opinião") e o cinegrafista da emissora foram agredidos pelo presidente e vereador da Câmara Municipal, Antônio Luiz de Oliveira Assunção, do Partido Democrático Trabalhista (PDT), durante sessão ordinária da Câmara Legislativa de Caxias.[4][5]

O jornalista e o cinegrafista chegaram na Câmara Municipal para encontrar e entrevistar o presidente da Câmara. Ao encontrar Antônio Luiz, o repórter e apresentador Ricardo Rodrigues tentou entrevistar o presidente da Câmara, em virtude denúncias da população caxiense da precariedade da saúde municipal, querendo saber quais as providências que vão ser feitas a este problema, mas Antônio Luiz se recusou em responder. O presidente e vereador da Câmara Municipal, Antônio Luiz, filiado ao PDT, foi médico em Caxias antes de virar político.[4][5]

Ao ser questionado pelo Rodrigues ("Você não vai falar, presidente?"), Luiz se recusou a responder. Rodrigues reafirmou ("Mas a população tem reclamado presidente..."). Na hora em que repórter fala "(...) presidente...", a imagem mostra Luiz desferindo soco contra o jornalista, que com agressão, o cinegrafista foi empurrado pelo repórter e Luiz tentou a agredir novamente, impedido por visitantes na câmara.[4][5]

Depois da agressão, o jornalista e o cinegrafista registraram o boletim de ocorrência Distrito Policial de Caxias e anunciam que entraram com duas ações judiciais contra o presidente de Câmara pela dupla agressão.[4][5]

Em 2 de março, as imagens da agressão foram exibidas em programas locais da emissora. Alertada à isso, a Rede Bandeirantes mostrou para todo Brasil, através do telejornal Jornal da Band, todas as imagens da afiliada local da agressão e no dia seguinte, foi mostrado no outro telejornal 1ª Página.[4] A exibição da agressão pela Bandeirantes teve repercussão pela imprensa do Maranhão[6][5] e nacional.[4][7][5]

No dia 3 de março, a agressão foi exibida até como matéria no Brasil Urgente, apresentado pelo Datena, na qual o apresentador atacou duramente o presidente da câmara por agredir profissionais da imprensa, que abriu link ao vivo, direto de Caxias com a afiliada local. No link, apareceu o repórter agredido, que por vez, revelou que o caso repercutiu muito em moradores de Caxias e que apesar disso, as emissoras de TVs locais não deram destaque ao caso, citando entre elas a TV Difusora, afiliada do SBT. O apresentador chegou até pedir se a emissora citada quisesse as imagens, a emissora estará em disposição, porém reclamou sobre afiliada do SBT ao Sílvio Santos.[8]

Em 4 de março, um dia depois que a agressão foi exibida em rede nacional, vários políticos e órgãos de imprensa brasileira repercutiram o caso e condenaram a atitude do vereador-presidente. O caso está sob investigação,[4] mas parece que não houve punição.

Em 2011, após a TV Meio Norte de Teresina deixar a Rede Bandeirantes e se tornar uma emissora independente, surgiram especulações de que a Band Caxias iria implantar uma retransmissora em Teresina para compensar a saída da antiga afiliada.[9]Se tivesse sido implantada, Teresina seria a única capital brasileira que receberia o sinal da Bandeirantes em outra cidade. No entanto, a informação não se confirmou.

Na noite de 29 de julho de 2012, a torre da TV foi alvo de tentativa de incêndio, prejudicando a transmissão da emissora e tirando do ar a retransmissora da Rede Record pelo canal 5 VHF, que voltou ao ar apenas no dia seguinte. A emissora solicitou a Polícia Civil que o incêndio fosse investigado.[10]

Em 30 de julho, a emissora apresentou novidades: novo transmissor digital (sem nenhuma relação à TV digital) com 1 kW de potência, a inauguração da TV Cidade (canal 5) para 1º de agosto e a contratação do apresentador Jonas Filho (ex-TV Codó).[2]

Durante janeiro de 2013, a emissora investe em tecnologia e comodidade para os funcionários na sede da emissora.[11]

No dia 3 de maio do mesmo ano, depois de permanecer por quase seis anos no Jornal de Caxias 1ª Edição, a jornalista Michelle Rios deixou a emissora. O motivo da âncora apresentar pela última vez o telejornal é por que foi aprovada no concurso público no município de Pedreiras, onde integrou a equipe de Supervisão Escolar de Pedreiras.[12]

2016: TV Caxias[editar]

Em 1º de agosto de 2016, a emissora voltou a se chamar TV Caxias, após duas décadas utilizar a TV Veneza e a nomenclatura da Rede Bandeirantes. Como aconteceu a cada vez que muda de nome, manteve afiliação da mesma rede televisiva.

Referências

  1. 1,0 1,1 «TV CAXIAS COMEMORA 25 ANOS COM GRANDE FESTA». Maranhão de Verdade. 28 de Julho de 2018. Consultado em 5 de junho de 2021 
  2. 2,0 2,1 «TV Band Caxias ganha novo transmissor digital». Portal do Maranhão. 30 de Julho de 2012 às 19h07. Consultado em 18 de maio de 2013  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. «TV Band Caxias». Via6. 2010 
  4. 4,0 4,1 4,2 4,3 4,4 4,5 4,6 Thiago Rosa (3 de março de 2010, 11:42). «Jornalista da Band é agredido por vereador em Caxias (MA)». Portal Imprensa  Verifique data em: |data= (ajuda)
  5. 5,0 5,1 5,2 5,3 5,4 5,5 Décio Sá (4 de março de 2010). «Repórter é agredido em Caxias; veja vídeo». Colunas (Décio Sá). Consultado em 3 de maio de 2013 
  6. O Imparcial. 4 de Março de 2010 http://www.oimparcial.com.br/app/noticia/urbano/2010/03/04/interna_urbano,37137/index.shtml [ligação inativa]  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  7. «Repórter é agredido por vereador ao tentar gravar entrevista». Portal da Amazônia. 4 de Março de 2010, 11:05  Verifique data em: |data= (ajuda)
  8. «Jornalista agredido em Caxias fala ao datena; Assista o vídeo». Zill. 4 de Março de 2010, 11:05 [ligação inativa]  Verifique data em: |data= (ajuda)
  9. «Band Caxias-MA poderá transmitir sinal da Band nacional para o PI». Portal 180 Graus. 31 de maio de 2011 às 13h34. Consultado em 4 de abril de 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)
  10. Da Redação (30 de Julho de 2012 às 22h49). «A TV BAND CAXIAS JÁ ESTÁ NO AR». Portal do Maranhão. Consultado em 18 de maio de 2013  Verifique data em: |data= (ajuda)
  11. BandCaxias (9 de Janeiro de 2013 às 21h50). «TV Band Caxias investe em modernização e infraestrutura». Portal do Maranhão. Consultado em 18 de maio de 2013  Verifique data em: |data= (ajuda)
  12. Tatiane Bacelar (3 de Maio de 2013 às 16h18). «TV BAND CAXIAS: Após seis anos, apresentadora Michelle Rios se despede de Jornal de Caxias». Portal do Maranhão. Consultado em 4 de maio de 2013  Verifique data em: |data= (ajuda)

Ver também[editar]

Ícone de esboço Este sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).


Este artigo "TV Caxias (Caxias)" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical.




Outros artigos dos temas Televisão E MaranhãoTV Sapucaia, TV Paraíso (Caxias), TV Pindaré, TV São Luís, TV Liberdade (Açailândia), TV Açailândia, TV Metropolitana (São José de Ribamar)

Outros artigos do tema Televisão : Orla TV, TV Acre, TV Capital (Palmas), Roberto Gómez Bolaños, TV Pontal Paulista, Roberto García Ruiz, TV Liberdade (Juína)

Outros artigos do tema Maranhão : TV São Luís, TV Pindaré, TV Difusora Sul, TV Tocantins (Imperatriz), TV Alvorada (Imperatriz), TV Amazônia (Açailândia), Vasco da Gama Futebol Clube (Maranhão)


Este artigo "TV Caxias (Caxias)" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical.




Read or create/edit this page in another language[editar]