You can edit almost every page by Creating an account. Otherwise, see the FAQ.

Teoria das linhas puras

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki

{{#set:Bad content= }}

Teoria das Linhas Puras é a teoria biológica proposta pelo biólogo dinamarquês Wilhelm Johannsen que trata das propriedades das plantas homozigóticas. Johansen trabalhou com um lote de feijão da variedade Princess.

Ele escolheu 19 sementes do lote original do cultivar, cada uma procedente de uma mãe diferente. Foram obtidas 19 progênies que foram estudadas detalhadamente. Cada progênie tinha peso médio característico das sementes. A variabilidade entre progênies foi muito grande.

Sua conclusão foi que o lote comercial de sementes do cultivar Princess era constituído de uma mistura de ”Linhagens puras”. Havia sementes de diversos tamanhos dentro de cada progênie, mas a variabilidade dentro das progênies foi muito menor do que a do lote original. Isso porque a variabilidade não era de natureza genética, mas ambiental.

Posteriormente, as sementes de cada progênie foram agrupadas em classes e semeadas separadamente. As diferentes classes de uma mesma linhagem produziram progênies cujo peso médio de sementes era igual. As sementes de uma linhagem pura originam progênies com o seu peso médio característico.

Estudo adicional[editar]

Dentro de cada uma das linhagens puras, foram selecionados os feijões maiores e menores (seis seleções) e a conclusão foi de que a seleção não foi efetiva porque a variabilidade dentro da linhagem era devido ao ambiente, pois todas possuíam o mesmo genótipo.

Resumo da Teoria[editar]

A variabilidade pode ser resultante de efeitos genéticos ou de ambiente e a seleção só é efetiva quando é realizada sobre diferenças genéticas.


Este artigo "Teoria das linhas puras" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Teoria das linhas puras.



Read or create/edit this page in another language[editar]