You can edit almost every page by Creating an account. Otherwise, see the FAQ.

Trabalho, Lar e Botequim

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki

Trabalho, lar e botequim: o cotidiano dos trabalhadores no Rio de Janeiro da belle époque
Autor(es) Sidney Chalhoub
Idioma língua portuguesa
País  Brasil
Assunto belle époque brasileira, Rio de Janeiro
Gênero História
Editora Editora da Unicamp
Lançamento 1986
Páginas 368
ISBN 9788526809857

Erro Lua em Módulo:Categorização_AD_e_AB_de_outras_wikis na linha 173: attempt to index field 'wikibase' (a nil value).

Trabalho, Lar e Botequim é um livro do historiador brasileiro Sidney Chalhoub publicado pela primeira vez no ano de 1986, pela Editora da Unicamp, editora universitária vinculada a Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).[1][2][3]

Obra[editar]

A obra de Sidney Chalhoub, dialoga com sua dissertação de mestrado realizada na Universidade Federal Fluminense (UFF) concluída no ano de 1984, intitulado "Trabalho, Lar e Botequim: vida cotidiana e controle social da classe trabalhadora no Rio de Janeiro da Belle Époque".[4][5]

O livro tem como intuito estudar e mapear a vida da classe trabalhadora carioca no começo do século XX.[6] Neste mapeamento da vida da classe operária carioca, Chalhoub procura entender a rotina do cotidiano dos trabalhadores na sua vida de trabalho num contexto de pós-abolição e com a chegada maciça de imigrantes europeus no Brasil.[7][8]

Neste trabalho de História social, por meio de processos criminais de homicídios ocorridos no Rio e jornais como o Correio da Manhã - que tinha como articulista o escritor Lima Barreto - Chalhoub buscou por meio destes documentos investigar e tentar criar a atmosfera da sociedade carioca nas primeiras décadas do Rio de Janeiro.[9][10][11]

Outro ponto abordado na obra é a vida social dos trabalhadores e as formas de lazer que esta classe operária tinha para buscar alguma forma de entretenimento em suas horas de folga, já que a vida destas pessoas não eram nada abastadas.[12]

Publicações[editar]

A primeira impressão do livro ocorreu no ano de 1986.[1] Posteriormente, em 2001 o livro ganhou uma nova remessa editorial.[8] Atualmente, o livro encontra-se na sua terceira edição lançada no ano de 2011.[13]

Ver também[editar]

Referências

  1. 1,0 1,1 Chalhoub, Sidney (2001). Trabalho, lar e botequim: o cotidiano dos trabalhadores no Rio de Janeiro da belle époque. [S.l.]: Editora da Unicamp 
  2. «Editora da Unicamp». Editora da Unicamp. Consultado em 16 de março de 2021 
  3. CHALHOUB, Sidney (2012). Trabalho, lar e Botequim: o Cotidiano dos Trabalhadores no Rio de Janeiro da Belle époque. Campinas: Editora da Unicamp. 368 páginas 
  4. Ferraz, Mariana (30 de julho de 2018). «Desvendando o cotidiano da classe trabalhadora do Rio de Janeiro da "belle époque"». Blog da Editora da Unicamp. Editora da Unicamp. Consultado em 16 de março de 2021 
  5. Junior, Atílio Bergamini (29 de novembro de 2013). «Entrevista com Sidney Chalhoub». Organon (55). ISSN 2238-8915. doi:10.22456/2238-8915.43867. Consultado em 16 de março de 2021 
  6. Pereira, Flávio (2011). «O COTIDIANO DE TRABALHO EM PIRACICABA: ESPAÇOS DE SOCIABILIDADE DOSTRABALHADORES (1880-1930)» (PDF). Universidade Metodista de Piracicaba. Consultado em 16 de março de 2021 
  7. «Entre Estantes: Trabalho, lar e botequim: o cotidiano dos trabalhadores no Rio de Janeiro da Belle Époque». Museu da Imigração. 9 de setembro de 2019. Consultado em 16 de março de 2021 
  8. 8,0 8,1 «Trabalho, lar e botequim : o cotidiano dos trabalhadores no Rio de Janeiro da belle époque / Sidney Chalhoub.». Biblioteca Nacional do Brasil. Consultado em 16 de março de 2021 
  9. Colombo, Sylvia (22 de setembro de 2001). «Livros: Obra expõe luz e sombras da belle époque». Folha de S. Paulo. Consultado em 16 de março de 2021 
  10. Fangueiro, Maria. «Lima Barreto». Biblioteca Nacional do Brasil. Consultado em 16 de março de 2021 
  11. «Obra expõe luz e sombras da belle époque» (PDF). Centro de Pesquisa em História Social da Cultura. 2001. Consultado em 16 de março de 2021 
  12. Fellet, João. «Pandemia desmascara 'arrogância da ignorância' de governantes, diz historiador». BBC News Brasil. Consultado em 16 de março de 2021 
  13. «Trabalho, lar e botequim : o cotidiano dos trabalhadores no Rio de Janeiro da belle époque / Sidney Chalhoub .». Biblioteca Nacional do Brasil. Consultado em 16 de março de 2021 

Ligações externas[editar]


Outros artigos dos temas História E Literatura E Rio de JaneiroFernando Collor, Fernando Collor de Mello

Outros artigos dos temas História E LiteraturaFernando Henrique Cardoso, Voltaire, O Livro Negro do Colonialismo, Viagem ao País dos Paulistas, Toni Vidal Jochem, Dicionário Enciclopédico da Madeira, Winston Churchill

Outros artigos dos temas História E Rio de JaneiroFernando Collor de Mello, Nilo Peçanha, Isaías de Noronha, João de Deus Mena Barreto, Washington Luís, Luís Alves de Lima e Silva, Fernando Collor

Outros artigos dos temas História E BrasilViagem ao País dos Paulistas, Cronologias da história do Brasil, José Serra, Floriano Peixoto, Museu Theobaldo Becker, Prudente de Morais, Categoria:História política do Brasil

Outros artigos dos temas Literatura E Rio de JaneiroFernando Collor de Mello, Julia Wähmann, Biblioteca Municipal Raul de Leoni, Fernando Collor, João Nepomuceno da Silva Portela

Outros artigos dos temas Literatura E BrasilChico Anysio, Juliana Cunha, Prêmio Jabuti, Aurélia Camargo, Philip Ferreira, Lêda Boechat Rodrigues, João Carlos Taveira

Outros artigos dos temas Rio de Janeiro E BrasilCampeonato Carioca de Futebol de Seleções Municipais Sub-17, Novo Rio Futebol Clube, São João de Meriti, Rafael da Silva Santos, Apuan Design, Comari, APUAN

Outros artigos do tema História : Mesopotâmia, Parlamento Brasileiro, Conflitos no Brasil, Epitácio Pessoa, Prudente de Morais, Estados imperiais extintos, José Serra

Outros artigos do tema Literatura : Por Dentro do Corpo Humano, Não És Tu Brasil, Abécédaire malveillant, Livros infantojuvenis dos Estados Unidos, Gil Vicente, Autores de telenovela, Romance Rebeca

Outros artigos do tema Rio de Janeiro : Estádio Humberto Castelo Branco, Nilo Peçanha, Campeonato Carioca de Futebol de 1984, Taça Guanabara de 1984, Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro-Galeão, Róbson Gabriel de Macedo, Fanática FM

Outros artigos do tema Brasil : Relações entre Brasil e Filipinas, Obelisco de Pau dos Ferros, Delfim Moreira, Claudia Leitte, Bela Vista Futebol Clube (Paraná), Remixes (EP de Anitta), Sócrates (futebolista)



Read or create/edit this page in another language[editar]