Welcome to EverybodyWiki 😃 ! Nuvola apps kgpg.png Log in or ➕👤 create an account to improve, watchlist or create an article like a 🏭 company page or a 👨👩 bio (yours ?)...

Vale do Pinhão

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki

O que é[editar]

O Vale do Pinhão faz parte do ecossistema de inovação da cidade de Curitiba. Foi idealizado pela prefeitura de Curitiba em 2017 para fazer com que universidades, investidores, grandes empresas e startups atuem em conjunto no fortalecimento e desenvolvimento de negócios inovadores na região metropolitana de Curitiba, principalmente na área da economia criativa. O nome faz uma alusão ao Vale do Silício, no estado da Califórnia dos Estados Unidos, que abriga a sede da Universidade de Stanford e de empresas do setor de tecnologia.

Origem[editar]

No município de  Curitiba as iniciativas para promoção da inovação e empreendedorismo, nos últimos 50 anos tem um enfoque na promoção da inovação e empreendedorismo. Por meio de projetos e políticas públicas regionais e nacionais de renovação urbana e promoção da inovação e da iniciativa privada.

Os projetos da Primeira Geração de Inovação em Curitiba se deram através da criação das Cidades Industriais na região metropolitana de Curitiba e Araucária durante os anos 1970.

A criação dos parques tecnológicos ao longo dos anos 1990 são iniciativas da Segunda Geração. Em 1996 o Parque do Software da Cidade Industrial de Curitiba (CIC) se tornou o primeiro projeto no Brasil com a finalidade de promover e concentrar regionalmente o desenvolvimento de empresas de software e startups de tecnologia

Em 2007 se deu uma segunda onda desta geração, o Programa Curitiba Tecnoparque foi implementado a fim de disseminar a pesquisa e desenvolvimento em polos de desenvolvimento na quatro regiões da cidade- um polo CIC-Norte, perto do Parque de Software de Curitiba; outro no CIC-Sul próximo do Instituto Paranaense de Tecnologia - TECPAR; outro na Agência PUC de Ciência, Tecnologia e Inovação que estabeleceu o Tecnoparque PUCPR que fica no Anel Logístico Prado Velho-Jardim Botânico; e o Conjunto Empresarial no Setor Rebouças. Há de se ressaltar o papel das  Instituições de Ensino Superior, de pesquisa, de serviços de apoio e de incubadoras tecnológicas. Com o sucesso do programa houve um expansão da abrangência do programa, sobretudo dos incentivos fiscais para as empresas da região metropolitana envolvidas no projeto.

O Vale do Pinhão corresponde a uma iniciativa da terceira geração, e teve seu lançamento em 2017, na gestão do prefeito Rafael Greca através de uma iniciativa da Prefeitura de Curitiba em parceria com a Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (ASSESPRO-PARANÁ), o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná (SEBRAE-PR), a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP) e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (FECOMÉRCIO-PR).

Universidades e ICTs[editar]

As principais universidades de Curitiba fazem parte do Vale do Pinhão, são elas: Universidade Federal do Paraná (UFPR), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Universidade Positivo (UP) e Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR).

A UFPR, por exemplo, realizou um evento “Movimenta Curitiba”. O objetivo era oferecer palestras e oportunidades de negócios na área de inovação para estudantes, empreendedores e pessoas em busca de novos desafios.

A Universidade Positivo, e outras universidades paranaenses, realizam parte do projeto “Bom Negócio”, lançado em 2018 pelo Prefeito Rafael Greca, que consiste na capacitação para a área de gestão empresarial e incentivo à inovação.

Outro exemplo da união das universidades com o Vale do Pinhão é o Projeto Lux, que une ciência e arte, sendo apresentado na abertura do Paiol Digital. Os integrantes do projeto de extensão Lux, do curso de Engenharia Elétrica da (UFPR), levam experimentos de luz para crianças de escolas de Curitiba.

Referências[editar]


Este artigo "Vale do Pinhão" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Vale do Pinhão.