Wanderson Lemos

Fonte: EverybodyWiki Bios & Wiki


Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde junho de 2018)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Wanderson Lemos Soares (Rio de Janeiro, 6 de março de 1981) é um cantor e compositor de música popular brasileira, produtor musical e multi-instrumentista.

Biografia[editar]

Wanderson Lemos em Paris
Wanderson Lemos em Paris

Wanderson Lemos é cantor, compositor, instrumentista, produtor musical, criador do selo Crioula fonográfica e dos instrumentos Tupinambá e xamã.


Ainda criança em Padre Miguel, subúrbio

do Rio de Janeiro, Wanderson Lemos começou a se interessar pela música

nas aulas de flauta da escola, mas logo se apaixonou pelo violão.

Autodidata na música começou com um instrumento emprestado de um amigo da família, aos 13 anos já participou da final  do Festival Estudantil  no Teatro João Caetano, no Rio. Este já era o início de uma promissora carreira do músico profissional de incansável criatividade e talento.


Em uma carreira que traz 5 CDs, diversos singles lançados e muitas composições interpretadas por outros artistas, Wanderson Lemos segue misturando sons,  ritmos, temas, influencias e também influenciando.

Sua primeira turnê internacional foi em 2012, quando levou o álbum Kurumí atã/ Senzala para divulgação, álbum que já circulava pelo Brasil desde 2007 e já contava com execuções em rádios importantes com MpbFM, Roquete Pinto e Ipanema.


De volta ao Brasil em 2013, gravou o álbum Giramundo, álbum que teve o seu lançamento em teatros como: Municipal de Niterói, Centro de referência da música carioca, Sala Baden Powell, entre outros teatros também importantes do Brasil.

Em 2015 gravou o álbum O couro come.

Com o álbum O couro come, Wanderson foi pré-selecionado ao Prêmio da Música Brasileira de 2016, feito que colocou o seu selo musical, criado em parceria com o baixista Thiago Campos e a jornalista Aline Araújo, ao lado de gravadoras e selos já consagrados do Brasil.


Em 2017, lançou o disco O Poderoso Chefão e a Cinderela do Subúrbio, o que o levou à Europa em turnê para divulgação pela segunda vez.


Em 2019 iniciou um projeto voltado inteiramente para homenagear ícones negros, o projeto se chama América Negra.

Wanderson já lançou 3 clipes desse projeto, Eu sou Luiz Gama, América Negra e Carolina Maria de jesus, clipe que foi selecionado para festivais internacionais como: The fist-time filmmaker showcase e Lift-off global network sessions e Festival Genders e performances (Portugal).


Você pode encontrar todos os trabalhos de Wanderson Lemos nas plataformas digitais e no site www.wandersonlemos.com

Referências

[1]

Ícone de esboço Este sobre músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.



Outros artigos dos temas Música E BiografiaFlávio Fonseca, João Amorim, Mateus Sartori, Mônica Fonseca, Lucky Leminski, Bob Marley, Giulia Nassa

Outros artigos do tema Música : Sonic the Hedgehog 10th Anniversary, Paixão (gênero musical), Música experimental, Visionapache, A Quick Fix of Melancholy, Compositores dos Estados Unidos, Música sertaneja

Outros artigos do tema Biografia : Jéssica Diehl, Mateus Sartori, Tadeu Antônio Ferreira, Nico Donys, Elson Pereira, Periquito (futebolista), Tadeu Antonio Ferreira


Este artigo "Wanderson Lemos" é da wikipedia The list of its authors can be seen in its historical and/or the page Edithistory:Wanderson Lemos.

  1. www.wandersonlemos.com